Mecânica Online®
revista multimídia centro de treinamento online cds interativos vídeosportal mecânica online®
seu veículo tecnovidade engenharia mercado seu veículo lançamentos especiais caixa de ferramentas
Mecânica Online®

2011 | SETEMBRO | LANÇAMENTOS | CONHEÇA A REVISTA MULTIMÍDIA MECÂNICA ONLINE
 Linha verde Cruze marca uma nova fase da GM no Brasil

    Sedã traz um novo nível de equipamentos, oferecendo controles de estabilidade e tração, tela de 7 polegadas integrada ao console central, navegador e rodas aro 17. Quando o assunto é Mecânica Online, surge o novo Motor Ecotec6, flexfuel, com coletor de admissão e comando de válvulas continuamente variáveis, além de novas transmissões automática e manual de 6 marchas. Garantia é de 3 anos sem limite de quilometragem

CDs Mecânica Online®

Düsseldorf (Alemanha)

Reportagem | Tarcisio Dias
Com assessoria de imprensa da General Motors do Brasil

             Opala, Monza, Vectra, modelos que remetem a tradição da Chevrolet ganham sua continuidade com o lançamento do Cruze. O primeiro veículo global da marca que tem no design e no interior uma nova referência, além de contar com novidades em motorização e transmissão.

Sucesso por onde passa, o Cruze é o automóvel de passeio da Chevrolet mais vendido no mundo. Esse é o cartão de visita inicial de um veículo desenvolvido para satisfazer consumidores não apenas do Brasil, mas também da Europa, Estados Unidos, China, entre outros 70 países onde é comercializado.

Mecânica Online®

Mas não pense que dessa vez o consumidor brasileiro ganha um veículo global com as alterações regionais para nosso mercado que deixam o lançamento da Chevrolet inferior aos comercializados lá fora. Situação rara de acontecer, mas o Cruze brasileiro é um dos modelos mais equipados quando comparamos com as demais versões mundo afora. Uma boa notícia que chega em duas versões: LT e LTZ, ambas equipadas com o novíssimo motor Ecotec6 e transmissões de seis marchas, tanto na versão manual quanto na automática.

"Desde o início de seu desenvolvimento, a Chevrolet projetou um carro que fosse único e que criasse um novo patamar mundial de refinamento, segurança e conforto”, afirma Grace Lieblein, presidente da General Motors do Brasil.

Não há dúvidas que os traços do Cruze mantém a linguagem do design global adotado pela Chevrolet. Um sedã médio que sabe o quanto importante é ser atraente na conquista do consumidor em um dos mais concorridos segmentos do mercado brasileiro. Fruto de um trabalho global, já que o time de designers, baseado na Coréia, recebeu inputs de outros centros de design da GM no mundo, sediados na Alemanha, Estados Unidos, Austrália e Brasil.

"O nosso objetivo foi de sermos revolucionários, não evolutivos", adianta o Vice-Presidente do Centro de Design da General Motors, Taewan Kim. Tanto para o exterior como para o interior, o Cruze apresenta uma nova linguagem de design, introduzindo elementos visuais modernos e explorando o potencial ligado a uma nova forma de expressão das linhas de design tradicionais da marca.

Mecânica Online®

Mecânica Online®

Fator de destaque no aspecto de design do Cruze, sua linha de teto arqueada que tem início no inclinado para-brisa até os pilares traseiros revelam seu perfil esportivo. A grade bipartida ostenta o logotipo da Chevrolet, sendo ladeada pelos grupos óticos sofisticados, que terminam em cunha nos paralamas dianteiros. A traseira passa a sensação de um veículo mais compacto para quem olha de fora e completa a simplicidade do design exterior, livre de artifícios complexos.

Tanto na versão LT quanto na LTZ, o Chevrolet Cruze é equipado com rodas de liga leve, aro 17, com pneus 225/50 R17. Cada um dos modelos de rodas fixadas por cinco parafusos com desenho exclusivo.

Uma nova era na marca Chevrolet pode ser considerada com a renovação do interior que encontramos no Cruze. A aplicação de materiais texturizados e suaves ao toque combinam com linhas harmoniosas e fluidas. No console encontramos o visor e os comandos dos sistemas de informação, entretenimento e climatização do Cruze.

A instrumentação do painel foi desenhada com a ajuda da técnica de modelagem tridimensional. Os mostradores analógicos do velocímetro e do conta-giros, com indicadores auxiliares do nível de combustível e da temperatura do motor, apresentam uma iluminação de fundo assegurada por diodos de tipo LED, que emitem uma luz clara e nítida em tom branco e azul (Ice blue), característicos dos Chevrolet. Entre estes mostradores encontra-se uma tela de cristal líquido no centro do painel de instrumentos, que exibe as informações do computador de bordo, outro diferencial do Cruze.

Mecânica Online®

Mecânica Online®

“O grafismo dos mostradores é muito atraente. Além de ótima leitura, eles surpreendem pela iluminação tridimensional. Certamente é um atrativo inédito para os exigentes consumidores do Cruze”, afirma Carlos Barba, vice-presidente de Design da General Motors América do Sul.

O forro dos bancos pode ser de tecido e couro preto na versão LT ou couro cinza na LTZ. Uma curiosidade é que  o curso de regulagem longitudinal dos bancos dianteiros é o mais amplo do segmento em que o Cruze se insere.

Novidade que chega junto com o Cruze está em seu sistema de climatização. O ar-condicionado possui comandos eletrônicos e inclui a função AQS (Air Quality System - Veja foto abaixo), que mede a qualidade do ar externo e ativa a recirculação do ar, em caso do mesmo estar poluído.

Utilizando-se da tela de 7 polegadas, localizada no console central, o sistema de navegação oferece mapas do Brasil e da Argentina, mais de 4 milhões de pontos de interesse e com uma sofisticação poucas vezes vista. Todo nosso teste com o modelo em percurso de quase 330 quilômetros entre as cidades de Düsseldorf e Mainz, na Alemanha, foi através do sistema de navegação oferecido no modelo. Ele mostra indicações para postos de gasolina, quando o tanque do carro entra na reserva. Além disso, o carro dispõe de rádio com leitor de CD e MP3.

Mecânica Online®

A versão LT sai de fábrica com um amplificador de quatro canais e seis alto-falantes. Já o modelo LTZ, oferece um sistema Premium de áudio que inclui uma entrada USB para conexão de dispositivos móveis.

Que o Cruze chega competitivo entre os sedãs médios isso é fato, mas quais os diferenciais que ele oferece quando avaliamos seus principais concorrentes, como o Honda Civic ou mesmo o Corolla?

  • Motor com coletor de admissão e válvulas continuamente variável (Dual CVVT)
  • Transmissão automática de seis marchas, com trocas no modo sequencial e sensores de inclinação que identificam subidas e descidas e que auxiliam na condução
  • Rodas 17” em alumínio de série
  • Airbags frontais, laterais e de cortina (LTZ) de série
  • Tela de sete polegadas com navegador, sistema de entretenimento, e controle de climatização embutida no console central (LTZ),
  • Sistema de entretenimento e controle de climatização integrados no console central, com iluminação ice blue (LT)
  • Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP)
  • Controle de Tração
  • Freios ABS com EBD de última geração e PBA - Assistência de frenagem de pânico
  • Sistema Isofix para a fixação de cadeirinha infantil
Chevrolet Cruze - Entrevista

Mecânica Online – Para o mercado brasileiro, o Chevrolet Cruze será equipado com o novo motor 1.8 litro Ecotec6 e duas opções de câmbio: manual e automático de seis marchas – outro item inédito no segmento.

A Chevrolet oferece ao nosso mercado o que possui de mais sofisticado em termos de engenharia e tecnologia na marca. O conjunto propulsor conta em seu cabeçote com duplo comando de válvulas continuamente variável (Dual CVVT), com variação do tempo de abertura das válvulas de admissão e de escape.

Além disso, o Ecotec6 tem coletor de admissão variável, o que torna as respostas do motor mais rápidas em qualquer rotação. O coletor “curto” é mais utilizado em altas velocidades, quando o carro necessita de potência. Em baixas rotações, o coletor se torna “longo” privilegiando torque e força.

Mecânica Online®

Esse novo motor da Chevrolet tem bielas forjadas, ao invés de fundidas, que garantem muito mais durabilidade – são utilizadas em carros de corrida e alto desempenho. O cabeçote (feito de alumínio, assim como o cárter) e bloco contam com galerias internas para refrigeração especialmente desenhadas de modo que a temperatura no cabeçote seja menor, permitindo um maior avanço de ignição, o que resulta em menor consumo de combustível.

A bomba d’água no Ecotec 6 é montada no bloco e não é acionada pela correia dentada, como em motores convencionais. Ela é movida pela correia secundária (ou de acessórios), o que facilita na hora da manutenção, melhorando o acesso ao componente. 

O 1.8 Ecotec 6 do Cruze rende 144 cavalos quando abastecido com etanol e 140 com gasolina, ambas a 6.300 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 18,9 kgfm e aparece já nas 3.800 rpm. Com gasolina, o torque é de 17,9 kgfm, na mesma rotação. E, além dos bons números, vale ressaltar que 90% do torque já disponível nas 2.200 rpm.

Traduzindo isso em números, o Cruze, na versão manual, vai de 0 a 100 km/h em apenas 10,8 segundos e atinge a velocidade máxima de 204 km/h, quando abastecido com etanol. Com gasolina, ele leva 11 segundos para chegar aos 100 km/h e chega aos 203 km/h de velocidade máxima.

Além da inédita caixa de transmissão manual, de 6 velocidades, o Cruze oferece outra, automática, também com seis velocidades e a opção de mudanças no modo seqüencial, oferecendo a escolha entre esportividade ou conforto. Esta caixa se adapta ao estilo de condução do motorista e conta com um sensor de inclinação que modifica as marchas segundo a necessidade. Por exemplo, em uma descida, ela reduz marchas para a ajudar a segurar o carro, mesmo sem a intervenção do motorista. Em subidas, ela evita trocas desnecessárias de marcha.

Equipado com essa transmissão, seus números do Cruze são igualmente satisfatórios. Ele leva 11,4 segundos para ir de 0 a 100 km/h e atinge a velocidade máxima de 197 km/h, quando abastecido com etanol. Com gasolina, o Cruze precisa de 11,7 segundos para chegar aos 100 km/h e atinge os mesmos 197 km/h de velocidade máxima.

Mecânica Online®

Os sistemas de suspensão, freios e direção do Cruze foram aperfeiçoados em Campos de Provas e estradas do mundo inteiro (incluindo as brasileiras), procurando ir ao encontro das preferências dos consumidores de qualquer país que ele seja comercializado. O Cruze tem a seu favor um chassi com dimensões generosas, o que contribui para uma maior estabilidade e conforto. A bitola dianteira tem 1.544 mm e a traseira 1.558 mm, enquanto a distância entre eixos fica em 2.685 mm.

A suspensão dianteira é do tipo McPherson e tem molas com um formato especial que contribuem para manter todos os movimentos da carroceria dentro dos padrões pré-estabelecidos. As buchas hidráulicas que fixam os braços inferiores da suspensão ao subchassi – comuns apenas em veículos mais caros – aumentam o grau de isolamento no rodar e permitem uma absorção mais controlada das vibrações originadas em pisos irregulares, resultando numa dirigibilidade superior do veículo.

A suspensão traseira, tipo Z-link, apresenta um sistema composto de barra de torção especial com perfil em ‘U’, construído com duas camadas. Este desenho alia as vantagens da economia de espaço de um eixo com barra de torção convencional ao baixo peso e ao controle do câmber das rodas.

No que se refere ao sistema de freios, o Cruze tem quatro discos, com os dianteiros ventilados. O sistema ABS (com atuação nas quatro rodas), que também possui a distribuição eletrônica de frenagem e os controles de tração e estabilidade são itens de série em qualquer versão do Cruze, um diferencial expressivo na comparação com seus adversários de segmento.

A direção de pinhão e cremalheira é assistida eletricamente e foi concebida para oferecer boa informação ao condutor. A direção é rápida nas respostas, mais direta, bastando menos que três voltas para o volante ir de batente a batente. Tudo isso sem abrir mão do conforto e da leveza que o sistema oferece em manobras.

Mecânica Online®

A estrutura da carroceria do Cruze tem resistência à torção exemplar. Uma estrutura firme e rígida é essencial para obter um comportamento dinâmico de elevado nível, reduzir o nível de ruído e as vibrações, e garantir uma segurança superior em caso de colisão.

Tratando-se do primeiro modelo global da Chevrolet, a engenharia do Cruze foi realizada em conjunto pelos centros de desenvolvimento da GM na Alemanha, nos Estados Unidos, na Austrália e na Coréia.

“Em áreas fundamentais, como estrutura da carroceria, suspensão, segurança e os sistemas eletrônicos, aplicamos as melhores práticas empregadas pela GM em todo o mundo”, explica Pedro Manuchackian, vice–presidente de Engenharia da General Motors da América do Sul.

O Cruze será fabricado na planta de São Caetano do Sul, em São Paulo. Para agradar ainda mais os consumidores, ele recebeu um “ajuste fino” na suspensão, para melhor atender as condições do nosso piso e principalmente o gosto do brasileiro por uma condução mais firme, mas que não abre mão do conforto ao rodar.

Chevrolet Cruze - Tecnologia

A estrutura-base do Cruze consiste numa construção única feita de barras de aço e chapas de elevada rigidez. A rigidez torcional de 17,7 KNm/grau está entre as referências do seu competitivo segmento.

Os eficientes caminhos da deformação programada da carroceria maximizam a proteção dos ocupantes em qualquer impacto. As barras em todo o comprimento e o reforço estrutural dos pilares A e B, com aços de alta resistência e chapas processadas à medida, contribuem para a excelente resistência à colisão do veículo.

As zonas de deformação e de absorção de energia nas partes dianteira e traseira do novo Cruze foram concebidas para se deformarem da forma mais eficiente possível, de modo a conservar a integridade do habitáculo.

A célula do habitáculo está reforçada com elementos tubulares que compõem as aberturas das portas e suportam o teto. A combinação de uma peça única estrutural lateral com as barras de aço de ultra-elevada resistência integradas nas portas assegura também uma proteção eficaz contra impactos laterais.

O novo Chevrolet Cruze possui cintos de segurança de três pontos para os cinco ocupantes. Além dos airbags frontais para o condutor e o passageiro, a lista de equipamentos de série na área da segurança passiva inclui ainda airbags de cortina (versão LTZ), airbags laterais nos bancos e pedais desarmáveis.

A lista de equipamentos de segurança ativa inclui ABS com assistência a frenagem de pânico (PBA), sistema que mantém os freios acionados e a pressão do sistema quando percebe uma frenagem de forte intensidade (emergência), reduzindo a distância de frenagem; o controle de tração, que atua diretamente no motor, impedindo que as rodas patinem em uma arrancada; e o de estabilidade, que trabalha utilizando as informações vindas dos sensores do ABS, da direção e de gravidade. Quando o carro ameaça perder sua trajetória, o sistema atua nos freios e no motor, freando algumas rodas e recolocando o carro na trajetória desejada pelo condutor.

Mecânica Online®

Preço - No aspecto preço o Cruze tem preço inicial de R$ 67.900, com a versão de entrada LT equipada com câmbio manual de seis velocidades. A gama continua com o Cruze LT automático - com o mesmo número de marchas do manual -, que sai por R$ 69.900 e ganha bancos em tecido.

Por R$ 71.900, a GM oferece o LT automático com revestimento de couro. Já a top de linha LTZ tem couro em dois tons e navegador. Sempre automática, custa R$ 78.900. Todas usam o mesmo motor 1.8 16V Ecotec6, que fornece 140 cv de potência com gasolina a 144 cv com etanol.

O preço do Cruze está dentro da média no segmento dos sedãs médios. A versão intermediária LXL do Honda Civic custa R$ 67.900 com câmbio automático. O Toyota Corolla GLI sai por R$ 68.500, enquanto que o Peugeot 408 Allure custa R$ 64.540, o Renault Fluence Dynamique parte de R$ 65.900 e o Volkswagen Jetta 2.0 tem preço de R$ 72.150.

Chevrolet Cruze - Release

Treinamentos Mecânica Online®

Plantão de notícias - Seu Veículo

  Ford Fusion inspira exposição de arte nos Estados Unidos

  Ano Novo, Carro Novo? Saiba dicas na hora de escolher o automóvel

  Na Europa, Ford B-Max é finalista no Prêmio de Carro do Ano 2013

  Ford conquista prêmio de inovação no relacionamento com o cliente

  Marca de lubrificantes Mobil lança promoção valendo Toyota

  Recall: motocicletas Triumph

Veja mais...
Veja todas as notícias publicadas nessa seção

Mecânica Online® capa principal Expediente Mecânica Online® imprimir página Favorito Mecânica Online® Fale com a Mecânica Online®