Inovações para melhorar a eficiência de combustível vão além das novas tecnologias

A Volvo é líder global em soluções para aumentar a eficiência dos combustíveis nos veículos que produz. Mas seus avanços para garantir um transporte rentável para o cliente com o menor impacto ambiental possível vão além das novas tecnologias que introduz em sua linha de produtos.

“Não basta oferecer produtos de ponta. É necessário que tenhamos o veículo correto para cada aplicação do transportador”, afirma Nilton Roeder, diretor de estratégia de caminhões do Grupo Volvo América Latina. Ele se refere, por exemplo, a um departamento inteiro que a Volvo mantém trabalhando exclusivamente nesta área: “A Engenharia de Vendas é formada por uma equipe de engenheiros altamente especializados em veículos comerciais, preparados e disponíveis para ajudar o dono do caminhão a encontrar a solução de transporte mais adequada para a sua aplicação”, diz o executivo.

A Volvo foi a pioneira no mercado brasileiro a oferecer uma entrega técnica completa de veículos aos seus proprietários ou aos motoristas. Lançada há 15 anos, esta área já soma mais de 25 mil transportadores atendidos, na fábrica e na rede de concessionários. A entrega técnica contempla treinamentos teórico e prático, test drive, visita à fábrica, além da limpeza e revisão de entrega do caminhão. Por mês, são recebidos no CEV (Centro de Entregas Volvo), em média, 400 motoristas vindos de todas as regiões do País. Na Volvo, o motorista tem a oportunidade de ser o primeiro a dirigir o caminhão. Ele recebe ainda um treinamento que demonstra como obter o máximo desempenho e lucratividade dos caminhões.

Treinamento – Outro importante programa da Volvo que colabora decisivamente nesta área é o Treinamento de Motoristas. “Nós temos dedicado aos motoristas a oportunidade de expandir suas competências, melhorar seu conhecimento sobre o veículo e mudar os patamares no que se refere a treinamento”, declara. O objetivo deste programa é reduzir o custo operacional do transporte por meio da redução do consumo de combustível, diminuir os riscos de acidentes nas estradas, melhorar o ambiente de trabalho e aumentar o conhecimento dos motoristas.

Na mesma linha de focar o motorista e a operação de transporte, a Volvo criou o Transformar, um revolucionário programa baseado no gerenciamento de riscos da viagem e executado levando-se em consideração o cotidiano do condutor do veículo.
“O Transformar associa teoria e prática, tornando o motorista um profissional mais completo, apto a gerenciar riscos, contribuir para amenizar o número de acidentes e também aprimorar a gestão e a imagem das transportadoras”, observa o diretor.

Roeder cita ainda o Monitor, um programa cujo objetivo é fornecer ferramentas e aprimorar conhecimentos sobre condução econômica e segura. É um treinamento destinado aos profissionais responsáveis pelo preparo dos motoristas que atuam nas grandes frotas, como multiplicadores deste importante conhecimento. Durante três dias, os monitores de frota recebem conteúdos sobre condução econômica e segura, além da prática em caminhões.

Conectividade – A nova linha de caminhões ampliou consideravelmente a conectividade como uma importante ferramenta para aumentar a eficiência no transporte. Os caminhões atuais da Volvo permitem melhor gestão da operação por meio do monitoramento remoto e de um planejamento de serviços customizado. O Dynafleet, por exemplo, verifica em tempo real como está o consumo de combustível da frota. Com seus relatórios, é possível ver qual a melhor e a pior média de consumo da frota, onde quer que os caminhões estejam.

“Já o Driver Eco Coaching é uma função on board que indica ao motorista como conduzir o caminhão economicamente”, destaca o executivo. Este monitoramento da condução do motorista é constante, comparando-a com a direção ideal para cada momento da topografia e da estrada. Quando o condutor toma alguma atitude anti-econômica, aparecem dicas no painel indicando o que ele deveria fazer naquele momento para manter a direção econômica.

A Volvo também investe em combustíveis alternativos no Brasil. É a primeira marca a testar no País um caminhão movido a GNL (Gás Natural Liquefeito) e a diesel. O veículo é movido com cerca de 70% de GNL e o restante a diesel. “Esta é uma tecnologia viável. Os primeiros caminhões movidos a GNL fabricados pela Volvo já estão circulando com sucesso na Europa e nos Estados Unidos. O gás liquefeito é uma importante alternativa para os atuais combustíveis”, ressalta Roeder.

Os testes com o caminhão iniciaram em fevereiro de 2013, em parceria com a White Martins, e os resultados são muito satisfatórios. O modelo diesel-GNL oferece o mesmo nível de confiabilidade operacional aos caminhões que o apresentado pelo motor diesel convencional. A dirigibilidade também é similar.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®