Avaliamos a versão diesel do Range Rover Evoque: SD4 Prestige

O Range Rover Evoque é um dos carros mais impressionante de sua geração com linhas e curvas diferenciadas e o novo motor SD4 Diesel de 190 cv. E para avaliar bem o modelo através do Nordeste brasileiro resolvemos ir e voltar à capital do Rio Grande do Norte, Natal, distante 283 quilômetros do Recife.

Com design sólido e sofisticado, e tecnologia inteligente e inovadora, o modelo atrai olhares por onde passa. Urbano, cosmopolita, moderno e luxuoso. Inspirado na vibração e na energia que definem as maiores cidades do mundo, o Evoque está disponível em três versões: Pure, Prestige (avaliada por nossa equipe) e Dynamic.

Uma impressionante combinação de luxo e requinte, aliados ao bom gosto e à sofisticação. Mas quando o assunto é Mecânica Online®, como fica o comportamento do queridinho da Land Rover?

Sucesso global de vendas, o Range Rover Evoque é o modelo mais comercializado pela Land Rover no Brasil. Considerando o primeiro semestre, cerca de 2.500 unidades fizeram clientes brasileiros felizes, e bem felizes, pois estamos falando de um veículo com preço inicial na faixa dos R$ 200 mil.

Mas vamos falar da nossa versão avaliada. Apresentada na edição 2014 do Salão do Automóvel, a versão diesel é chamada de SD4, disponibilizada apenas na versão intermediária Prestige, com preço partindo de R$ 226.900. É preciso considerar a variação cambial que muda a todo instante.

Diesel! Melhor consumo e com um combustível mais barato. Sob o estiloso capô do Range Rover está a motorização 2.2 SD4 que, assim como o 2.0 turbo a gasolina, é resquício do tempo que a Land Rover teve a Ford como mãe. Ele produz 190 cv de potência e o mais importante – 42,8 kgfm de torque nas quatro rodas, disponíveis a partir de 1.750 rotações por minuto (8,2 kgfm a mais que a versão a gasolina). A transmissão é a excelente automática de nove marchas feita pela alemã ZF. E a tração é integral 4WD.

Se de um lado você ganha em torque com a opção de motorização diesel, você perde cerca de 21%  de potência máxima quando comparamos com a motorização a gasolina, em números mais exatos, a diferença é de 50 cavalos de potência em relação ao motor 2.0 litros a gasolina.

Com tais diferenças, a versão diesel cumpre o zero a 100 km/h em 10,4 segundos, contra 8,4 segundos da versão a gasolina.

O fato é que o Evoque é um dos melhores SUVs que existem por aí e por isso mesmo, aumentaram as expectativas para a versão diesel. E boa parte delas foi atendida. A tal força extra que ajuda tanto na terra também contribui demais na estrada.

Com as nove marchas, você flutua a 120 km/h a 1.500 rpm. Daí, basta pisar no acelerador com o mínimo de esforço para ver o ponteiro da direita subir com facilidade. Eu sei que o consumo não é importante, mas é interessante observar o computador de bordo marcando média de 14,7 km/l na estrada com gasolina.

Enquanto o veículo tem comportamento suave e muito estável nas estradas, quando chegamos na cidade os olhares acompanham nossa passagem. Tanto em Natal, quanto no Recife, as vias esburacadas não foram bem recebidas pelo Evoque.

A suspensão é ligeiramente firme e o motor fica, como esperado, um tanto áspero. Vibra e faz bastante barulho, passando até mesmo a impressão que o veículo tem algum problema. Estranhamos muito esse comportamento, mas quando apresentamos ao chefe da oficina da marca no Recife, ele afirmou ser característico do modelo.

Internamento o Range Rover Evoque é todo em couro, além de inserções de outros materiais como alumínio escovado. O ar-condicionado é digital e tem duas zonas, os bancos têm ajustes elétricos com memória e o volante é multifuncional. Por ele é possível comandar o sistema multimídia que inclui um som com 11 alto-falantes e subwoofer, sistema GPS, conectividade com celular e televisão digital que, com o carro em movimento, exibe as imagens apenas para o passageiro.

Há, ainda, teto panorâmico, sensores de chuva, crepuscular e de estacionamento dianteiros e traseiros, câmera de ré, faróis de neblina e freio de estacionamento eletrônico. Completo! O SUV de luxo conta com sistema start/stop, que desliga o motor quando o carro está parado para economizar combustível.

O Evoque Prestige também é equipado com assistente de partida e controle de descida em ladeira, controle elétrico de assistência de direção, controle de estabilidade e tração, além de assistência de frenagem de emergência e do seletor para pilotagem em vários tipos de terreno.

O Range Rover Evoque Prestige SD4 com seu preço de R$ 226.900 pode chegar a R$ 278.900 com o pacote opcional Tech. Entre seus concorrentes temos o Audi Q5 com motor 2.0 de 225 cv e tração integral Quattro com preço na casa dos R$ 222.190 até R$ 272.190 na versão 3.0 TSFI de 272 cv. Já o BMW X3 começa em R$ 206.950 com motor a gasolina de 184 cv e chega a R$ 289.950 na versão topo de linha M Sport com 306 cv. Os três os modelos possuem lista de equipamentos similares.

Ficha técnica – Land Rover Range Rover Evoque Prestige SD4

Motor: Diesel, dianteiro, transversal, 2.179 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e turbocompressor. Acelerador eletrônico e injeção direta de combustível.

Transmissão: Câmbio automatico de nove velocidades a frente e uma a ré. Oferece tração integral.

Potência máxima: 190 cv a 3.500 rpm.

Aceleração de 0 a 100 km/h: 8,5 segundos.

Velocidade máxima: 195 km/h.

Torque máximo: 42,8 kgfm disponíveis a partir de 1.750 rpm.

Diâmetro e curso: 85 mm x 96 mm. Taxa de compressão: 15,8

Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson. Traseira independente do tipo Multilink. Oferece controle de estabilidade.

Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás.

Pneus: 235/55 R19.

Carroceria: Utilitário esportivo em monobloco com quatro portas cinco lugares. Com 4,35 metros de comprimento, 2,09 metro de largura, 1,60 metro de altura e 2,66 metros de entre-eixos.

Peso: 1.790 kg.

Capacidade do porta-malas: 420 litros.

Tanque de combustível: 58 litros.

Produção: Halenwood, Inglaterra.

Itens de série: faróis de xenon automáticos com assinatura em leds, limpadores de para-brisa com sensores de chuva, faróis de neblina, retrovisores externos com função de memória e rebatimento, sistema Stop/Start, auxílio de partida em ladeiras, freios ABS com EBD, controle de estabilidade, controle de tração, controle de estabilidade antirrolagem, controle do torque de arrasto do motor, freio de mão elétrico, assistência a frenagens de emergência, assistência à estabilidade de trailer, botão Start/Stop, Terrain Response, airbag e de sistema de retenção, acendimento do pisca-alerta em caso de frenagem brusca, lembrete do cinto de segurança, pontos de fixação para o assento infantil Isofix, controles remotos da Chave Inteligente Range Rover, alarme perimétrico, carpetes premium dianteiro e traseiro, sistema de iluminação interna configurável pelo cliente, luz de cortesia do console superior dianteiro (com escurecimento gradual), iluminação branca ao abrir as portas e iluminação no console superior, coluna de direção ajustável, assento do motorista com ajuste elétrico, placas do piso cromadas, sensor de estacionamento traseiro, sensor de proximidade e detecção de toque nas luzes para mapas no teto, abertura global para todas as janelas, compartimento coberto no console central, pontos de fixação no porta-malas, piloto automático, tração nas quatro rodas, teto solar panorâmico, conectividade USB, Áudio, Bluetooth e streaming de áudio, central de informações do motorista em tela TFT colorida de 5 polegadas, sistema de som Meridian com 11 autofalantes, tomada de alimentação auxiliar – compartimento dianteiro e porta-malas, tomada de alimentação auxiliar estéreo 3,5 mm.

- Publicidade - Mercedes-Benz