domingo , 24 setembro 2017
ACELERANDO
Capa » Truck » Transporte sustentável requer aumento da eficiência energética, combustíveis alternativos e logística inteligente
Transporte sustentável requer aumento da eficiência energética, combustíveis alternativos e logística inteligente

Transporte sustentável requer aumento da eficiência energética, combustíveis alternativos e logística inteligente

Um dos grandes desafios da atualidade é como conseguir oferecer um transporte sustentável que combine o aumento da eficiência energética com soluções de combustíveis alternativos e logística inteligente de transporte. No setor de veículos pesados a Scania vem desempenhando um papel importante quando se trata de desenvolver soluções de transporte mais eficientes que acompanham a mudança para transporte sem energia fóssil.

No mundo, além de uma frota conectada de mais de 250 mil veículos, a Scania tem uma ampla oferta de combustíveis alternativos. Na Europa, a empresa também está na vanguarda em termos de eletrificação, veículos autônomos e condução de comboio conectado.

Para a Scania, nas áreas de sustentabilidade e transporte não existem soluções simples e independentes que, de uma única vez, podem resolver todos os desafios. A Scania acredita na diversidade e acha que muitas alternativas e diferentes tipos de soluções são necessários. A meta com relação à sustentabilidade passa pela redução concreta de CO2, juntamente com um nível de rentabilidade satisfatório.

Digitalização abre caminho para o transporte sustentável e seguro de pessoas e mercadorias.

Construindo uma cadeia de valor mais eficiente – A estrada para o futuro não envolve aumentar o tempo de uso de um determinado combustível ou de uma tecnologia específica. Toda a cadeia do transporte precisa tornar-se mais eficiente, e medidas devem ser tomadas em todas as áreas, incluindo energias renováveis, para tornar os veículos mais eficientes.

Fazer uso mais eficaz da energia inclui melhorar os veículos e acrescentar recursos que reduzem o consumo de combustível, bem como suporte ao motorista durante seu treinamento e acompanhamento regular. A supressão gradual dos combustíveis fósseis compreende o fornecimento de tipos de energia que têm menor impacto líquido sobre o clima, enquanto o transporte inteligente pode otimizar os fluxos da operação e mobilidade, a fim de minimizar os desperdícios. Dessa forma, cria-se valor para o cliente e, por extensão, para a sociedade.

Regras do jogo tecnologicamente neutras – Um parâmetro crucial em todos os trabalhos de desenvolvimento realizados pelo setor automotivo é ter as regras do jogo claras, consistentes e de longo prazo por parte dos tomadores de decisão e das autoridades para permitir investimentos de longo prazo pela Scania e pelos clientes.

Como exemplos de normas que precisam ser estáveis estão impostos, leis e metas de emissões – não menos do que as leis sobre biocombustíveis –, bem como a inovação e a eficiência do transporte. A Scania não escolhe apenas um caminho de tecnologia. Em vez disso, a empresa opta pela via mais difícil e dispendiosa, da realização de pesquisas e desenvolvimento em praticamente todas as áreas. Por exemplo, o fato de a fabricante ter a mais ampla oferta de combustíveis alternativos não a impede de ser ativa em áreas como estradas elétricas, na Suécia. O lado positivo é que a marca enxerga o potencial de grandes sinergias, combinando eletrificação com combustíveis alternativos.

Alternativas – A Scania foi a primeira fabricante a vender e entregar motores Euro 5 no Brasil e Euro 6 – a mais alta classe de emissões atual – na Europa. Para atingir este objetivo, foi necessário desenvolver transmissões que fazem uma grande diferença na redução das emissões. As soluções da Scania também propiciam uma contribuição significativa para diminuir o CO2. A marca foi pioneira no Brasil a disponibilizar produtos que emitem menos gases poluentes.

Trata-se de um cenário que, nas décadas passadas, seria visto como irreal, pela impossibilidade de considerar o nível de emissões extremamente baixas e a velocidade média alta. Mas os veículos simplesmente ficaram muito melhores, mais econômicos e realizam o trabalho de maneira mais eficiente.

Na Europa, a Scania está realizando pesquisas de vanguarda para que o cliente possa obter o máximo da digitalização, conectividade, eletrificação e autonomia. O trabalho leva em conta os meios disponíveis para reduzir os impactos ambientais de todos os tipos de necessidades de transporte de cargas e de passageiros.

Mercado brasileiro – Ser sustentável significa atuar nos pilares ambientais, sociais e econômicos de forma a minimizar os impactos causados pela sua atividade principal. “É por isso que a Scania tem concentrado esforços em ações no Brasil para reduzir a emissão de CO2 – por meio de motores ainda mais econômicos, e desde a especificação do veículo até o treinamento do motorista –, em promover a mobilidade urbana e a segurança nas estradas, por exemplo, pelas capacitações da competição Scania Driver Competitions (SDC)”, afirma Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil. “Em um futuro bem próximo, teremos uma matriz de combustíveis mista. No País, já temos disponíveis produtos movidos a combustíveis alternativos como biometano, gás natural, biodiesel e etanol. Além disso, um ponto importante é a abertura que os clientes sempre tiveram para dialogar com a marca, pois essa postura nos levará a encontrar soluções que sejam rentáveis para eles, viáveis para a Scania e boas para a sociedade.”

Em direção a um sistema de transporte sustentável – Como será o mundo em 60 anos? E o sistema de transporte? E a Scania? “Há seis décadas quando desembarcamos no Brasil para fazer história, também não sabíamos como seria o futuro. Ou melhor, o futuro de ontem é nosso presente. Robôs, serviços conectados, caixa automatizada Opticruise, motor a etanol, ônibus wi-fi, indústria 4.0. A lista de coisas que não existiam em 1957 é imensa, mas aqui chegamos: 2017”, diz Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil.

Para celebrar as conquistas de sua trajetória, a fabricante sueca escolheu como protagonista o futuro. “A gente aprende com o ‘ontem’ e trabalha no ‘hoje’ com olhar sobre o ‘amanhã’”, diz Barral, fazendo referência à campanha que a Scania produziu para seu aniversário. “Não temos dúvida de que chegamos aos 60 anos com a missão cumprida, com respeito e reconhecimento do setor e de nossos clientes. Mas os desafios que nos movem estão em como tornar o sistema de transporte sustentável. Ou seja, entregar sempre a melhor rentabilidade e, ao mesmo tempo, a melhor solução em relação ao meio ambiente e à sociedade.”

Rogério Rezende, diretor de Assuntos Institucionais e Governamentais da Scania Latin America

“Década de 80, descida para Santos. A fumaça preta tomava conta da estrada. Cena comum 30 anos atrás no Brasil. A indústria investiu e trabalhou para mudar esse retrato. A tecnologia empregada no desenvolvimento de motores eficientes, de menor consumo de combustível e índices baixos de emissão garante outra realidade, e na vanguarda dessa mudança está a Scania”, destaca Rogério Rezende, diretor de Assuntos Institucionais e Governamentais da Scania Latin America.

Mas e como será o amanhã? “O futuro na Scania é sempre escrito em tempo real. Apoiado em três pilares: eficiência energética, combustíveis alternativos e eletrificação e transporte seguro e inteligente. Nós nos preparamos para enfrentar desafios globais postos pelo crescimento das populações e pela demanda por transporte de pessoas e cargas que causam impacto ambiental e econômico na sociedade”, explica. “Não há uma única solução.”

Scania celebra seis décadas no Brasil reforçando soluções com foco em eficiência energética, combustíveis alternativos e eletrificação e transporte seguro e inteligente.

É partindo de uma base sólida que a Scania avança em cada um desses três campos. Apresentou na Europa seu caminhão autônomo e colocou para rodar nas vias de Estocolmo veículos movidos a eletricidade, sem falar no ônibus abastecido via wireless e outras soluções que já fazem parte do presente em muitos lugares do mundo.

“Inspirados pela paixão, trabalhamos para impulsionar a indústria automotiva e contribuir com políticas para o setor de transporte que fizessem diferença – seguimos assim nos dias de hoje, com o mesmo espírito pioneiro e inovador, e o comprometimento de pessoas que não se contentam em sonhar, mas persistem em abrir caminho para as próximas gerações. Para nós, isso significa ser líder no transporte sustentável”, diz Rogério.

Segundo Barral, em futuro bem próximo teremos uma matriz de combustíveis mista. “Aqui já temos disponíveis produtos movidos a combustíveis alternativos, como biometano, gás natural, biodiesel e etanol.” A Scania é a montadora que tem o maior portfólio de motores movidos a combustível alternativo do mercado. Algumas combinações podem chegar a até 90% em redução de emissão de CO2.

No campo da conectividade, as oportunidades de aumento de eficiência são evidentes. “Comprometida com geração de valor para o cliente, a Scania investe em transformar dados em inteligência e faz da conectividade sua aliada na oferta de soluções de transporte sustentáveis e completas”, diz o diretor-geral da Scania Brasil.

“São sempre as mudanças na vida das pessoas que impulsionam a inovação. No sistema de transporte não é diferente. Nosso negócio deriva das necessidades da sociedade, mas principalmente da capacidade de enxergar o presente e vislumbrar o futuro. Há tempos deixamos de vender apenas ônibus ou caminhões. Transformamos nossos produtos e serviços em soluções para os clientes. Agora, soluções para um transporte sustentável. Esse é o tom do novo capítulo que a Scania começa a escrever no Brasil”, afirma Rogério.

Sobre Redação Mecânica Online®

Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.