quarta-feira , 18 outubro 2017
ACELERANDO
Capa » Destaque » Conheça a eROT: a suspensão revolucionária da Audi que transforma buracos em energia
Conheça a eROT: a suspensão revolucionária da Audi que transforma buracos em energia

Conheça a eROT: a suspensão revolucionária da Audi que transforma buracos em energia

Existem algumas tecnologias que são direcionadas para determinados mercados, como foi o caso do sistema bicombustível de utilizar gasolina e etanol no Brasil. Sua aplicação aproveitou a capacidade de utilizar o nosso combustível renovável.

Mas parece que a Audi está desenvolvendo mais uma que tem tudo para fazer sucesso em nossa região. O motivo é simples: a péssima qualidade de nossas vias resulta no melhor aproveitamento do sistema a ser explorado.

Já imaginou que seu carro ao passar por um buraco poderia aproveitar a energia cinética gerada pelos movimentos dos amortecedores? Sim! Cada buraco, cada colisão, cada curva é capaz de produzir energia cinética no automóvel. Atualmente essa energia absorvida pelos amortecedores hidráulicos é perdida na forma de calor.

O sistema chamado de eROT – electromechanical rotary damper – fortalece ainda mais a mobilidade futura que tem na recuperação da energia seu principal atrativo. Os amortecedores rotativos eletromecânicos substituem os amortecedores hidráulicos usados hoje para um passeio ainda mais confortável.

“Com o novo sistema de amortecedor eletromecânico no sistema elétrico de 48 volts, colocamos essa energia para uso. Ele também apresenta a nós e a nossos clientes possibilidades inteiramente novas para ajustar a suspensão”, disse Dr. Ing. Stefan Knirsch, membro do Conselho de Desenvolvimento Técnico da AUDI AG.

O sistema eROT responde rapidamente e com inércia mínima. Como uma suspensão ativamente controlada, ele se adapta idealmente a irregularidades na superfície da estrada e ao estilo de condução do motorista.

Uma característica de amortecedor que é praticamente livremente definível através de software aumenta o escopo funcional. Elimina a dependência mútua dos movimentos de rebote e compressão que limitam os amortecedores hidráulicos convencionais.

Com o eROT, a Audi configura o curso de compressão para ser confortavelmente macio, sem comprometer o amortecimento quando de um choque mais elevado.

Outra vantagem do novo sistema de amortecimento é a sua geometria. Os motores elétricos dispostos horizontalmente na área do eixo traseiro substituem os amortecedores telescópicos verticais, o que permite espaço adicional no compartimento de bagagem e que também resulta numa redução de peso de até 10 kg.

O sistema eROT permite uma segunda função além da característica de amortecedor livremente programável: pode converter a energia cinética durante a compressão e transformar em eletricidade.

Para fazer isso, um braço de alavanca absorve o movimento do suporte da roda. O braço de alavanca transmite esta força através de uma série de engrenagens para um motor elétrico, que a converte em eletricidade.

A saída da energia de recuperação é de 100 a 150 watts, em média, durante os testes em estradas alemãs – a partir de 3 watts em uma rodovia recém-pavimentada a 613 watts em uma estrada secundária áspera. Já imaginou aqui no Brasil? Sob as condições de condução do cliente, isso corresponde a uma economia na emissão de CO2 de até três gramas por quilômetro (4,8g /ml) .

A nova tecnologia eROT baseia-se em um sistema elétrico de alta voltagem de 48 volts. Conforme configurado atualmente, sua bateria de íons de lítio oferece uma capacidade de energia de 0,5 quilowatts-hora e um pico de saída de 13 quilowatts. Um conversor CC conecta o subsistema elétrico de 48 volts ao sistema elétrico primário de 12 volts, que inclui um gerador de saída de alta eficiência e alto desempenho.

Os resultados dos testes iniciais para a tecnologia eROT são promissores, portanto, o uso nos futuros modelos de produção da Audi é certamente plausível.

Um pré-requisito para isso é o sistema elétrico de 48 volts, que é um componente central da estratégia de eletrificação da Audi.

Na próxima versão planejada para 2017, o sistema de 48 volts servirá como o sistema elétrico primário em um novo modelo de Audi e alimentará uma unidade híbrida leve de alto desempenho. Oferecerá potencial de economia de combustível de até 0,7 litros por 100 quilômetros.

O sistema eROT foi vencedor na categoria sobre Inovação tecnológica do ano no Vehicle Dynamics International 2017, premiação que conta com a participação do Mecânica Online® entre os jurados.

 

Sobre Tarcisio Dias

Tarcisio Dias
Gerente de conteúdo do Mecânica Online®, Tarcisio Dias é responsável também pela área de cursos e CDs interativos. Possui formação em engenharia Mecânica com habilitação em Mecatrônica pela Universidade de Pernambuco, formação técnica em mecânica pela Escola Técnica Federal de Pernambuco (CEFET/PE) e profissional em Mecânica Automotiva de Motores Diesel no Centro de Formação Profissional de Jaboatão dos Guararapes – RFFSA acordo SENAI. Também possui formação como Radialista – Locutor/entrevistador.