quarta-feira , 22 novembro 2017
ACELERANDO
Capa » Seu Veículo » Motocicletas » Honda CB 650F e CBR 650F: versões 2018 renovadas na técnica e estética exaltam a incomparável magia do tetracilindros
Honda CB 650F e CBR 650F: versões 2018 renovadas na técnica e estética exaltam a incomparável magia do tetracilindros

Honda CB 650F e CBR 650F: versões 2018 renovadas na técnica e estética exaltam a incomparável magia do tetracilindros

Desde a introdução no mercado brasileiro há três anos a naked Honda CB 650F e a esportiva CBR 650F se tornaram referências no segmento de alta cilindrada.

Produzidas na fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus (AM), tais motocicletas logo foram identificadas pelos especialistas como dignas herdeiras da estirpe inaugurada pela CB 750 Four, modelo que em 1969 deu início a uma era de alta tecnologia na qual os motores de quatro cilindros em linha Honda se transformaram em objetos do desejo e admiração de motociclistas de todas as partes do planeta.

A mencionada Honda CB 750 Four foi sucedida por outros modelos inesquecíveis como a CB 900F Bol d’Or (1979), a CBX 750F (1983) e a CB 600F Hornet (1998), lendárias antecessoras das Honda CB 650F e CBR 650F que, nesta versão 2018, receberam aperfeiçoamentos pontuais que as mantêm na invejável posição de líderes tecnológicas do segmento de alta cilindrada no Brasil e no mundo.

Motor: DNA puro dos quatro em linha Honda – A versão do tetracilindro Honda de 649 cm3 que equipa tanto a naked CB 650F como a esportiva CBR 650F preserva o genuíno DNA dos “quatro em linha” da marca, onde o típico e fascinante urro de escape está aliado à performance superior, economia de exercício e extrema confiabilidade.

A bancada dos cilindros inclinada 30º à frente, o câmbio verticalizado e o compacto motor de arranque situado atrás da bancada propiciou ao motor dimensões longitudinais contidas, favorecendo um posicionamento ideal no chassi.

O cabeçote  DOHC (Double Over Head Camshaft)  é dotado de comandos que acionam diretamente as quatro válvulas por cilindro.

Os pistões tem saia assimétrica que reduz o atrito com a parede dos cilindros, dotada de um tratamento de superfície destinado a favorecer a dispersão de calor e reduzir o consumo de lubrificante.

Arrefecido a líquido, nesta versão 2018 a potência máxima cresceu dos 87 cv a 11.000 rpm para 88,5 cv ao mesmo regime.

O torque permaneceu de 6,22 kgf.m a 8.000 rpm enquanto o câmbio, sempre de seis velocidades, recebeu relações mais curtas na 2ª, 3ª e 4º marcha, privilegiando as acelerações e retomadas de velocidade em qualquer condição de uso.

O incremento de potência máxima foi obtido por intermédio de uma nova caixa do filtro de ar com dutos mais largos que alimentam corpos de borboleta de 32mm.

O sistema de escapamento 4 em 1, uma assinatura Honda também foi redesenhando com objetivo de reduzir a contrapressão interna e garantir um fluxo mais livre.

Tais modificações não afetaram uma das mais apreciadas características deste tetracilindro da Honda: a fluida mas extremamente vigorosa progressão dos 1.500 rpm até o limite de 11.000 rpm, garantida pelo funcionamento impecável da renomada injeção eletrônica PGMF-I (Programmed Fuel Injection) de última geração.

O mapeamento eletrônico foi aperfeiçoado nas CB 650F e CBR 650F 2018, oferecendo ainda mais economia de combustível e baixa emissão de poluentes, em conformidade com o Promot 4 – Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares no Brasil.

Chassi e ciclística: evoluções técnicas relevantes – O chassi de aço com a consagrada arquitetura Diamond, comum à CB 650F e CBR 650F é realizado com traves de forma elíptica de 64 x 30 mm que da coluna de direção descem praticamente retilíneas rumo ao fulcro da balança traseira.

Esta por sua vez é assimétrica ? o braço direito é encurvado para dar lugar a ponteira do escapamento.

Realizada em alumínio fundido sob pressão, a balança traseira está ligada diretamente a um conjunto mola-amortecedor regulável na pré-carga da mola em sete posições.

Na suspensão dianteira a grande novidade é a adoção do garfo Showa Dual Bending Valve (SDBV) com tubos de 41 mm de diâmetro.

A tecnlolgia SDBV melhora a resposta às solicitações seja na compressão como na extensão, garantindo um funcionamento mais suave e preciso em diferentes pisos, cujo reflexo favorece maneabilidade e estabilidade superiores.

No âmbito dos freios, tanto CB 650F como CBR 650F estão equipadas com um sistema ABS de dois canais que atuam no duplo disco tipo wave na dianteira, com generosos 320 mm de diâmetro, associados a pinças Nissin de duplo psitão.

Na traseira o disco simples também tipo tem 240 mm de diâmetro e pinça de pistão simples.

As rodas de seis raios duplos são fabricadas com alumínio fundido sob pressão e calçadas com pneus esportivos medidas 120/70-ZR17 e 180/55-ZR17 com válvulas de ar em formato de “L” o que facilita a operação de controle da pressão.

Design: agressividade e eficiência – A naked CB 650F tem um estilo absolutamente essencial que valoriza tremendamente detalhes atualizados como as elaboradas aletas nas laterais do tanque que acentuam a agressividade que faz parte do caráter de uma genuína streetfighter.

A rabeta compacta, o pequeno paralama dianteiro e o anguloso farol emoldurado por uma essencial carenagem exalta o caráter agressivo da CB 650F.

Completam as inovações introduzidas na CB 650F 2018 a iluminação por LED, o painel completamente digital de display duplo e uma ligeira alteração na posição de pilotagem, conseguida através do sutil avanço do guidão e estreitamento da zona central do assento.

A esportiva CBR 650F conta com uma nova carenagem que não apenas acentua o estilo esportivo como favorece a captação de ar para o sistema de alimentação e proteção ao piloto.

A beleza do motor foi valorizada e por conta disso ele é elemento importante e aparente na composição do visual mesmo sendo a CBR 650F uma genuína supersportcarenada.

Rabeta afilada e o posicionamento avançado do piloto exaltam a “pegada”racing do modelo. Como na irmã naked, a CBR 650F conta com um completíssimo painel digital e iluminação por LED.

Tanto a naked CB 650F como a esportiva CBR 650F tem altura do assento limitada a 810 mm do solo o que favorece a praticidade, aspecto que desde os primeiros esboços teve importância valorizada: apesar da exuberante performance do motor quatro cilindros em linha, a facilidade de uso em diversas condições e a capacidade de agradar desde os mais experientes motociclistas como aos que desejam ingressar no mundo das motocicletas de alta cilindrada está na raiz deste projeto.

Outro item presente nas duas versões é o sistema H.I.S.S. (Honda Ignition Security System), que dificulta a possibilidade de furto ou roubo. Com essa tecnologia, somente a chave original pode acionar o motor por meio da leitura de um chip eletrônico.

A CB 650F e CBR 650F estarão disponíveis nas cores Vermelho e Azul Perolizado.

Os preços públicos são: CB 650F (R$ 33.900,00) e CBR 650F (R$ 35.500,00), base estado de São Paulo, sem despesas com frete e seguro. Os modelos têm garantia de 3 anos + Honda Assistance, sem limite de quilometragem.

Toyota

Sobre Equipe Mecânica Online®

Um dos principais portais quando o assunto é mecânica na internet brasileira, o Mecânica Online® é feito por você! Através de nosso público procuramos cada vez mais oferecer um conteúdo que leve sempre o nosso principal objetivo: mecânica do jeito que você entende.

Scania