O Groupe PSA e a École Centrale de Nantes anunciaram uma parceria na área de Pesquisa & Desenvolvimento destinada a otimizar o processo de concepção dos grupos motopropulsores para os futuros veículos do Grupo.

O objetivo da parceria é de acelerar a utilização de técnicas de simulação digital na concepção, desenvolvimento e aperfeiçoamento do grupo motopropulsor e aumentar a previsibilidade dos modelos utilizados.

No futuro, isso deve levar ao desenvolvimento de motores sem que haja necessidade de testes em laboratório ou de protótipos – serão apenas testes virtuais.

A utilização da simulação digital apresenta diversas vantagens.

A primeira é o ganho de tempo na fase de desenvolvimento decorrente da rapidez com que os modelos digitais são criados em comparação com os processos de construção de protótipos.

A concepção por simulação digital também é menos dispendiosa que uma fase de protótipos, que tem custos de ferramental elevados.

O objetivo é reduzir em mais de 70% a quantidade de protótipos necessários em relação a métodos de concepção convencionais.

Finalmente, a concepção por simulação digital é mais robusta e tem mais qualidade, pois contempla um maior número de casos de utilização dos clientes.

O projeto, cujo valor total é de 4 milhões de euros, é cofinanciado pelas duas partes e tem uma duração de cinco anos.

A École Centrale de Nantes dispõe de capacidades de simulação e de experimentação centralizadas em uma mesma equipe, composta por professores-pesquisadores especializados em modelização.

Ela também dispõe de avançados meios de experimentação, como bancos de testes de motores e veículos dotados do mais potente supercomputador atualmente disponível em uma instalação universitária.

O escopo do projeto abrange todos os motores de combustão interna para o desenvolvimento de veículos híbridos e, eventualmente, de veículos elétricos, em função das oportunidades.

A equipe de cerca de dez pessoas terá como foco três temas: modelização digital dos motores a gasolina, calibração automática “inteligente” para reduzir a duração dos testes e concepção de grupos motopropulsores eletrificados.

O Groupe PSA já é um precursor da abordagem digital da concepção. A prática de limitar a quantidade de protótipos na fase de concepção já havia sido aplicada no ano de 2015 durante o desenvolvimento do motor 1.5l BlueHDi.

Esse método permitiu uma redução de cerca de 40% do número de protótipos. Através desta nova parceria, as necessidades em termos de protótipos e testes poderão ser ainda mais reduzidas.

Na Centrale Nantes, a parceria será coordenada por Alain Maiboom, professor e Diretor de Pesquisas do Laboratório de Hidrodinâmica, Energia e Ambiente Atmosférico (LHEEA), uma unidade conjunta com o CNRS.

Suas atividades de pesquisa têm como foco, principalmente, a combustão e redução na fonte das emissões poluentes dos motores de combustão interna, assim como as transferências térmicas do motor e de todo o grupo motopropulsor (caracterização experimental em banco de testes e modelização fenomenológica).

Por ocasião dessa parceria, ele declarou: “Nosso objetivo é de melhorar a capacidade dos modelos de simular os diferentes fenômenos físicos em jogo e as diversas situações de vida encontradas ao longo do funcionamento dos grupos motopropulsores, assim como desenvolver metodologias de calibração. De uma certa forma, estamos desenvolvendo um banco de testes digital capaz de substituir parcialmente os bancos físicos. ”

Alain Raposo, Diretor de Grupos Motopropulsores e Chassis do Groupe PSA, acrescentou: “Através desta parceria com a Centrale Nantes, pretendemos impulsionar o desenvolvimento da simulação digital em um contexto de redução permanente das emissões de CO2.

A principal inovação é a diminuição do tempo de concepção industrial.

O fato de um grupo industrial e de uma renomada escola de engenharia trabalharem juntos nesse tipo de projeto de Pesquisa & Desenvolvimento favorece o crescimento de nossas indústrias no cenário internacional. ”

Arnaud Poitou, Diretor da École Centrale de Nantes, comentou: “A Centrale Nantes se orgulha de acompanhar a inovação de um grande grupo industrial francês como o Groupe PSA. Esta parceria reflete a singularidade da Centrale Nantes, que combina capacidades digitais notáveis com plataformas experimentais de envergadura, tais como seus bancos de testes de veículos e de motores e seu supercomputador. ”