Produção brasileira de aço bruto cresce 4,1% nos quatro primeiros meses do ano

A produção brasileira de aço bruto alcançou 11,6 milhões de toneladas nos quatro primeiros meses de 2018, o que representa um incremento de 4,1% frente ao mesmo período do ano anterior.

A produção de laminados no mesmo período foi de 7,8 milhões de toneladas, aumento de 7,1% em relação a 2017.

A produção de semiacabados para vendas totalizou 3,1 milhões de toneladas no acumulado de 2018, uma queda de 0,1% na mesma base de comparação¹.

As vendas internas foram de 5,9 milhões de toneladas de janeiro a abril de 2018, o que representa uma elevação de 14,7% quando comparado com igual período do ano anterior.

O consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi de 6,7 milhões de toneladas no mesmo período, o que representa uma alta de 13,4% frente aos primeiros quatro meses de 2017.

As importações alcançaram 791 mil toneladas no acumulado do primeiro quadrimestre de 2018, aumentando 0,1% frente ao mesmo período do ano anterior.

Em valor, as importações atingiram US$ 872 milhões, uma alta de 29,2% no mesmo período de comparação.

As exportações atingiram 4,7 milhões de toneladas e US$ 2,9 bilhões nos quatro primeiros meses de 2018.

Esses valores representam, respectivamente, aumento de 0,6% e 23,9% na comparação com o mesmo período de 2017.

Dados de abril de 2018 – Em abril de 2018 a produção brasileira de aço bruto foi de 2,9 milhões de toneladas, um aumento de 1,9% frente ao mesmo mês de 2017.

Já a produção de laminados foi de 2,0 milhões de toneladas, 6,4% maior que a registrada em abril de 2017.

A produção de semiacabados para vendas foi de 773 mil toneladas, uma queda de 8,2% em relação ao mesmo mês de 2017.

As vendas internas cresceram 24,9% frente a abril de 2017, atingindo 1,5 milhão de toneladas.

O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi de 1,7 milhão de toneladas, 25,9% maior do que o apurado no mesmo período de 2017.

As importações de abril de 2018 foram de 203 mil toneladas e US$ 226 milhões, o que resulta em um crescimento de 31,8% em quantum e uma alta de 48,7% em valor na comparação com abril de 2017.

As exportações foram de 1,1 milhão de toneladas e US$ 706 milhões, representando, respectivamente, uma elevação de 32,9% e uma alta de 54,5% na comparação com o mesmo mês de 2017.


[1] Devido a perdas que ocorrem durante o processo produtivo do aço, a soma da produção de laminados e semiacabados para vendas não equivale exatamente ao total da produção de aço bruto.

- Publicidade - Mercedes-Benz