Congresso SAE BRASIL 2018 quer ampliar o debate em torno da eletrificação da mobilidade em duas rodas no mercado nacional

A preservação do meio ambiente despertou a preocupação de especialistas do mundo todo quanto à utilização de outras matrizes energéticas na indústria automotiva.

Já há algum tempo, a tendência global da eletrificação tornou-se uma realidade e isso também diz respeito ao segmento das motocicletas.

Seguindo a linha que norteia toda a programação do 27º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade 2018, que ocorrerá de 3 e 5 de setembro no São Paulo Expo, em São Paulo (SP), e cujo tema é “A Engenharia do Futuro – Novos Horizontes para a Mobilidade”, a organização do Painel Duas Rodas convidou profissionais da indústria que trarão soluções disponíveis no mercado internacional quanto à tendência da eletrificação de motocicletas.

Essas informações são fundamentais para ampliar o debate em torno da tendência global de emissão zero na mobilidade em duas rodas.

De acordo com Roberto Moreno, da Honda, chairperson do Comitê Duas Rodas do Congresso SAE BRASIL 2018, as soluções apresentadas no cenário internacional ainda não são utilizadas de forma abrangente em nosso país.

Segundo ele, isso acontece devido a questões, como infraestrutura, distribuição e políticas de investimento, que representam grandes desafios para o segmento no Brasil.

Para debater essas questões, o Painel terá como participantes o supervisor de relações públicas da Honda, Alfredo Guedes Junior, o diretor de produto da Yamaha, Hilário Kobayashi, o coordenador de desenvolvimento de novos produtos da Pirelli, José Ricardo Vercesi, e o gerente de desenvolvimento de produto e marketing da Bosch, Mathias Schelp.

O mediador será o físico Renato Linke, especialista em emissões veiculares na Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

O perfil dos convidados foi pensado justamente para trazer ao público um panorama do que tem sido apresentado mundo afora quanto à eletrificação de motocicletas.

O engenheiro Alfredo Guedes Junior, da Honda, por exemplo, esteve no Salão Internacional de Tóquio, no Japão, onde a Honda apresentou a scooter PCX com propulsão 100% elétrica, que traz o inovador sistema de recarga das baterias baseado no princípio de troca rápida da bateria descarregada por outra já carregada, uma solução que simplifica a logística de reabastecimento, assim como a substituição de uma pilha em um eletrodoméstico.

Representante da Yamaha, o engenheiro Hilário Kobayashi abordará a regulamentação e a tecnologia da eletrificação aplicada na mobilidade em duas rodas, destacando desafios para os fabricantes, como o trade-off entre o peso-potência e a autonomia, os custos comparados com os veículos convencionais e possíveis soluções relacionadas à recarga da bateria destes veículos.

Por sua vez, o engenheiro José Ricardo Vercesi, da Pirelli, trará detalhes dos chamados pneus “verdes”, que apresentam menor resistência ao rolamento e emissão de ruído, contribuindo para um melhor desempenho de motocicletas elétricas, com maior autonomia das baterias.

Já o engenheiro Mathias Schelp, da Bosch, concentrará sua apresentação na questão das tendências e desafios para o futuro da mobilidade elétrica, elencando alternativas tecnológicas para componentes e serviços conectados e indicando possíveis impactos e soluções para a mobilidade urbana.

O mediador Renato Linke trará ao Painel Duas Rodas a importância das motocicletas elétricas para a redução da poluição do ar e sonora em nossas ruas, avenidas e rodovias.

O Painel Duas Rodas do Congresso SAE BRASIL 2018 será realizado no dia 5 de setembro, às 12h, no Auditório SAE BRASIL.

SERVIÇO
27º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade
Data: 3 a 5 de setembro de 2018
Local: São Paulo Expo
Inscrições e informações: http://portal.saebrasil.org.br/eventos/congresso

- Publicidade - Mercedes-Benz