Scania apresenta soluções alternativas para a redução de carbono

A Scania vai participar com grandes novidades da IAA 2018 (Salão Internacional de Veículos Comerciais) realizada em Hannover, Alemanha, de 20 a 27 de setembro. No estande da fabricante sueca estão expostos a linha completa da Nova Geração de caminhões, incluindo os modelos de longa distância, construção e aplicações urbanas – todos com a possibilidade de utilizar combustíveis alternativos.

A Nova Geração de caminhões foi recentemente anunciada no Brasil. Os pedidos começarão a ser aceitos no final de outubro e com as primeiras entregas a partir de fevereiro de 2019.

“A Scania está vivenciando uma mudança fundamental no que se refere ao transporte de cargas e de passageiros. O objetivo da Scania é ser reconhecida como parceira líder na transição para um sistema de transporte sustentável e de baixa emissão de carbono, que os transportadores exigem para suas operações”, comenta Alexander Vlaskamp, vice-presidente Sênior e responsável pela divisão global de Caminhões da Scania. “As cidades estão neste momento se preparando para o futuro, e todas as formas de transporte deverão se ajustar para atender as metas de redução de carbono, como firmado no Acordo de Paris.”

No evento internacional, a Scania apresenta sua linha completa de veículos e ônibus com toda a linha de combustíveis alternativos, se posicionando efetivamente para a descarbonização. A fabricante avança mais um passo na oferta de alternativas ao diesel com o lançamento do caminhão híbrido plug-in para atuar na distribuição urbana. Diferentemente do híbrido convencional, ele oferece uma tomada para carregar e recarregar a bateria.

A Scania combina os inigualáveis ​​recursos de segurança de sua recém-lançada série L, na Europa, – incluindo uma visibilidade bastante aprimorada – com as vantagens de operar o híbrido.

Fato que oferece aos transportadores, que utilizam veículos de distribuição, a opção necessária de dirigir entre as distâncias dos armazéns suburbanos no modo do motor de combustão, e ao entrar no centro da cidade alternar para a propulsão elétrica. Enquanto estiverem descarregando a carga ou descansando, os motoristas poderão carregar as baterias em 20 minutos para depois continuar sua jornada de trabalho.

Um dos lançamentos no Salão Internacional do Transporte será o caminhão híbrido plug-in para atuar na distribuição urbana

Alternativas para a diminuir dos diversos tipos de poluição urbana – Cidades de toda a Europa também já estão introduzindo medidas de zoneamento de tráfego para conter a poluição, o barulho e a velocidade média.

O Scania Zone é o novo serviço para auxiliar as empresas de transporte e seus motoristas, aderindo às regulamentações locais, atendendo as políticas de limites de velocidade, restrições de emissões de gases e limitação de ruídos nas zonas de delimitação geográficas com o auxílio do Scania Fleet Management.

Em seu estande na IAA 2018, a Scania vai apresentar aos visitantes sete caminhões diferentes. Haverá também um espaço externo composto por outros três modelos. Além dos caminhões também estarão expostos outros protagonistas no evento, os ônibus urbanos e rodoviários. Todos os veículos do estande contam com trem de força designados para o trabalho com combustíveis renováveis e soluções que contribuirão favoravelmente para o clima.

No espaço dos ônibus urbanos e rodoviários, serão exibidos um Scania Citywide com bateria elétrica e um Scania Interlink Medium Decker – o primeiro ônibus com um trem de força de gás natural liquefeito (GNL).

A Scania ainda exibirá um Interlink MD de 13 metros com um alcance de GNL de até 1.000 quilômetros. Dessa forma, a Scania estende sua ampla gama de opções de combustíveis alternativos para viagens de ônibus interurbanas mais sustentáveis. Os visitantes também terão a oportunidade de experimentar o novo ônibus elétrico de bateria da Scania, em primeira mão, em test drives durante a feira.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®