Petrobras patrocina 12ª edição da Campus Party Brasil

Pelo oitavo ano, a Petrobras vai patrocinar a Campus Party Brasil, o maior encontro de tecnologia do país.

O evento, que começa nesta terça-feira, dia 12, e vai até domingo, dia 17 de fevereiro, contará com mais de 300 apresentações, 900 palestrantes e mil horas de conteúdo sobre ciências, cultura digital, empreendedorismo e criatividade.

“A Petrobras, reconhecida por sua capacidade técnica única, tem a oportunidade de associar sua marca a um evento de grande visibilidade que é referência mundial em tecnologia e suas novas tendências, com grande foco em inovação”, afirma Diego Pila, gerente de Patrocínios e Eventos da Petrobras.

Além do estande com 100 m² e da apresentação de palestras sobre temas tecnológicos, a parceria da Petrobras com o evento traz uma novidade nesse ano: a companhia participará do Roadshow da Campus Party Brasil.

Além da edição nacional, que abre o calendário em São Paulo, serão realizadas quatro edições regionais. Os locais e as datas ainda serão definidos.

No evento de São Paulo, a Petrobras marcará presença com um espaço na área “Open Campus”, onde o visitante poderá participar de um game sobre o universo STEAM e os vencedores de cada etapa ganharão brindes exclusivos.

Além disso, haverá uma área de descompressão, onde será possível descansar e recarregar as energias e o celular, além de relaxar numa sessão de “quick massage” enquanto ouve os episódios do podcast da Petrobras.

Programação – No dia 14 de fevereiro, o consultor do Cenpes, Carlos Alexandre Gama, apresenta, às 18h30, no Palco Entrepreneurship, a palestra “Empreendedorismo Corporativo? Isso funciona?”; no dia 15, o gerente de Transformação Digital, Vinicius Pabon, fala sobre “STEAM: Uma jornada pela transformação humana” no Palco Startup, às 12h, e a gerente de Libra, Sylvia dos Anjos, apresenta a palestra “Gerenciamento digital de campos de petróleo”, no palco Fell the Future, às 19h.

Multidisciplinar, a Campus Party é um convite à imersão a todos que utilizam de diferentes tecnologias para mover o mundo: estudantes, professores, cientistas, jornalistas, pesquisadores, artistas, empresários e, claro, os aficionados por tecnologia e internet.

Os campuseiros terão a oportunidade de participar de oficinas, palestras, demonstrações, hackathons e outras atividades.

O ponto de partida do evento é a ideia de que o conhecimento cresce quando compartilhado.

E o objetivo é criar um ambiente colaborativo e propício para, quem vive a mil por hora, estabelecer essa troca, se inspirar e até criar novos negócios.