Nova geração do Porsche Macan será elétrica

0
17

A Porsche leva a mobilidade elétrica para suas instalações na Saxônia: o Conselho Supervisor da Porsche AG decidiu que a próxima geração do Macan será uma série completamente elétrica.

O primeiro SUV compacto da Porsche com propulsão totalmente elétrica deverá sair da linha de montagem no início da próxima década.

O desenvolvimento da nova série representa uma expansão da linha Porsche no campo da eletromobilidade.

O Taycan – primeiro carro-esportivo da Porsche movido exclusivamente a eletricidade – será lançado no mercado no final de 2019, seguido logo depois por seu derivado, o Taycan Cross Turismo.

“A eletromobilidade e a Porsche combinam perfeitamente, não apenas por compartilharem o foco na alta eficiência, mas especialmente por sua personalidade esportiva”, comenta Oliver Blume, presidente do Conselho de Administração da Porsche AG.

“Até 2022, estaremos investindo mais de seis bilhões de euros em mobilidade elétrica e, em 2025, a metade dos novos veículos da Porsche terão um sistema de propulsão elétrico. Apesar disso, ao longo dos próximos dez anos, vamos focar numa combinação de sistemas consistindo em motores a gasolina ainda mais otimizados, modelos híbridos plug-in (que podem ser carregados na rede elétrica normal) e carros-esportivos operados exclusivamente a eletricidade. Nosso objetivo é ter um papel pioneiro na tecnologia e, por isso, vamos continuar alinhando permanentemente a empresa com a mobilidade do futuro.”

A decisão de fabricar a nova geração do Macan nas instalações da Porsche em Leipzig foi tomada já no início de julho do ano passado.

A realização desse investimento em eletromobilidade na fábrica de Leipzig cria a oportunidade para produzir no futuro veículos totalmente elétricos na linha de montagem já existente.

A nova geração do Macan dará o tiro de partida para a eletrificação.

Como o Taycan, este SUV compacto utiliza tecnologia de 800 volts e é baseado na arquitetura Porsche PPE (Premium Platform Electric) desenvolvida em colaboração com a Audi AG – destacando a viabilidade futura das instalações e aumentando ainda mais sua flexibilidade e eficiência.

A Porsche Leipzig GmbH começou a produzir em série o SUV Cayenne em 2002, com 259 empregados.

Desde então, a instalação tem sido continuamente desenvolvida para tornar-se uma das fábricas mais avançadas e sustentáveis de toda a indústria automotiva.

O modelo Macan significou uma revolução em 2011 e levou a uma verdadeira história de sucesso: quando o carro foi lançado, a fábrica de Leipzig foi ampliada para tornar-se uma ‘fábrica completa’, incluindo suas próprias linhas de produção de carrocerias e oficina de pintura.

Quando a fábrica começou a operar, em fevereiro de 2014, o planejamento previa 40 mil unidades anuais do SUV compacto.

Atualmente, ela produz mais de 90 mil unidades para mercados de todo o mundo.

O atual estágio final de expansão entrou em operação há dois anos, tornando possível fabricar toda a série Panamera também em Leipzig, e elevando o número de contratados para mais de 4 mil.

Desde a cerimônia de início da construção, em fevereiro de 2000, a Porsche já investiu em Leipzig mais de 1,3 bilhão de euros em desenvolvimento.