Porsche reduziu as emissões de CO2 em 75 por cento desde 2014

A Porsche está no caminho do sucesso no tocante à sustentabilidade.

A fabricante de carros esportivos diminuiu as emissões de CO2 por veículo em mais de 75 por cento desde 2014.

No mesmo período, a empresa também reduziu o consumo de energia correspondente em cerca de 31 por cento.

Ao mesmo tempo, o número de veículos produzidos nas fábricas de Zuffenhausen e Leipzig teve um aumento de 82 por cento: de 101.449 unidades em 2014 para 184.791 em 2018.

“Nós, na Porsche, estamos cientes de nossa responsabilidade em termos de proteção ambiental e climática”, explica Albrecht Reimold, membro do Conselho Executivo da Porsche AG responsável pela Produção e Logística.

“Estamos otimizando nossos veículos continuamente para torná-los ainda mais amigáveis ambientalmente. Além disso, um grande número de iniciativas na Porsche, tanto grandes quanto pequenas, resultam num conceito abrangente que permite a todas as áreas da companhia incrementar sua sustentabilidade ecológica passo a passo.”

Crescimento com lucratividade como pré-requisito para uma atuação sustentável-A fabricante de carros esportivos conseguiu divulgar novos resultados-recorde há apenas algumas semanas: as entregas e o faturamento aumentaram mais uma vez em comparação com o ano passado, da mesma forma que o número de empregados.

O retorno em vendas em 2018 foi de 16,6 por cento.

“Apesar disso, não vemos a lucratividade como um fim em si mesmo. Ela é um pré-requisito fundamental para a empresa poder assumir responsabilidade com eficiência”, explica Reimold. “Isso porque só podemos ter realmente sucesso se os aspectos econômico, social e ecológico estiverem alinhados entre si.”

Para fazer progresso na área da sustentabilidade de forma mensurável, de modo similar ao sucesso econômico, a Porsche estabelece um indicador-chave de desempenho, “Redução no impacto ambiental da Produção”, que é constituído por vários parâmetros.

Além das emissões de CO2 e do consumo de energia, ele também inclui o consumo total de água potável e a quantidade de compostos orgânicos voláteis utilizados.

A Porsche também evoluiu nessas áreas: em comparação com 2014, 34 por cento menos solventes são usados na produção.

O consumo de água por veículo foi reduzido em 20 por cento.

Porsche produz com energia renovável-O fato de a Porsche ter conseguido reduzir suas emissões de CO2 de forma tão significativa – 75 por cento em apenas cinco anos – se deve, acima de tudo, ao uso consistente de energia proveniente de fontes renováveis certificada pela TÜV (empresa de consultoria tecnológica internacional).

Desde o começo de 2017, a fabricante de carros esportivos tem produzido com energia renovável portadora de certificado de origem da real fonte física da eletricidade.

Isto atende aos mais altos padrões ecológicos.

A logística ferroviária da Porsche dentro da Alemanha agora também é climaticamente neutra.

A Porsche também está trabalhando na redução de seu impacto ambiental ao longo da cadeia de valor.

Visão da “Fábrica com Impacto Zero”-“A sustentabilidade é a soma de muitos elementos individuais”, diz Albrecht Reimold.

“No outono deste ano (terceiro trimestre), o Taycan, nosso primeiro carro esportivo totalmente elétrico, sairá da linha de produção. Sua produção na fábrica será neutra em CO2 desde o início. Mesmo assim, nossa meta é evitar deixar qualquer rastro ecológico no futuro, no sentido de se chegar a uma Fábrica com Impacto Zero”.

Essa produção sem impactos ambientais se baseia em diferentes áreas de atuação.

Paralelamente à eficiência dos recursos e materiais, ela inclui tópicos como proteção climática e contra poluentes, assim como os efeitos da produção no clima urbano.

A grande importância atribuída pela Porsche ao tema da sustentabilidade no projeto de suas instalações de produção tem sido documentada pelo Conselho Alemão de Construção Sustentável (DGNB): a Porsche foi a primeira companhia a receber um prêmio categoria “Platina”, pelo novo projeto da Fábrica 4 na matriz de Zuffenhausen.

Fábrica do Taycan: fachada de alta tecnologia absorve NOx-A Porsche também está desempenhando um papel pioneiro na construção da nova fábrica do Taycan em Zuffenhausen.

Uma tecnologia de superfície que absorve dióxido de nitrogênio está sendo utilizada em sua fachada pela primeira vez.

Os elementos da fachada são feitos de alumínio revestido de dióxido de titânio.

O revestimento age como um catalizador e quebra as partículas poluentes absorvidas em substâncias inofensivas, como água e nitrato, quando expostas à luz do sol e baixa umidade do ar.

Num primeiro projeto piloto, a Porsche está testando a fachada hightech absorvente de NOx em uma área de 126 metros quadrados, que corresponde a cerca de dez vagas de estacionamento.

Ela realiza ali o trabalho de dez árvores.

Sustentabilidade paga por si-Numerosas medidas que contribuem para a eficiência de recursos e aliviam a pressão sobre o meio-ambiente também ajudam a diminuir os custos.

Isso começa pela substituição da tecnologia de iluminação tradicional por lâmpadas de LED, o uso de sistemas de exaustão de ar controlados pela demanda na área de carrocerias e a utilização do calor residual da área de pintura, continuando pelo uso de tecnologias de produção eletromecânicas em lugar da hidráulica nas etapas de trabalho.

Esta última medida economiza 11.544 kWh de energia a cada ano apenas no trabalho de rebitagem na montagem de carrocerias na fábrica de Zuffenhausen.

Sustentabilidade aplicada também no transporte de pessoal até a Porsche -Para evitar que o crescente número de empregados cause um aumento correspondente na poluição do trânsito, a Porsche estabeleceu um sistema de gerenciamento de mobilidade na empresa.

Entre outras coisas, ele inclui o “Job Ticket” (passagem de trabalho) – um tíquete de transporte público local subsidiado pela empresa – assim como o “Fine Dust Ticket”, que permite a todos os empregados das instalações na área de Stuttgart utilizarem transporte público gratuitamente no caso de um alerta sobre presença em excesso de poeira fina no ar da região.

Um abrangente sistema de gerenciamento de estacionamento facilita a localização das vagas disponíveis.

O aplicativo Porsche TwoGo, de carona compartilhada, é um meio já bem utilizado pelos empregados para combinar viagens coletivas de maneira rápida e fácil.

E, com o lançamento do “trabalho móvel”, a fabricante de carros esportivos não apenas irá se abrir para novas formas de trabalhar, mas também para ajudar a aliviar a pressão do tráfego em momentos de pico.