Jeep investe na cultura pernambucana e participa da Fenearte

Ao completar 20 edições, a Feira de Negócios do Artesanato (Fenearte) passa a contar com o apoio da marca Jeep, que continua a apoiar eventos que expressam a cultura de Pernambuco.

A feira acontece de 3 a 14 de julho, no Centro de Convenções do Recife, e gera negócios para o setor de artesanato que movimentam suas atividades durante todo o ano. Em 2018, foram R$ 43 milhões em negócios, gerando renda para cerca de 5 mil artesãos pernambucanos e de outros estados e países.

“Na Fenearte, a Jeep identifica o potencial de geração de trabalho e renda a partir do talento pernambucano. Apoiar a feira é valorizar as pessoas que fazem e a cultura popular”, destaca Antonio Filosa, presidente da Fiat Chrysler Automóveis (FCA) para a América Latina.

Na entrada principal da Fenearte, dois veículos Jeep produzidos em Pernambuco darão as boas-vindas aos mais de 300 mil visitantes esperados. Já no estande da marca, o espaço será totalmente dedicado às ações da Jeep junto às manifestações culturais de Pernambuco:

OFICINA DE CAVALO MARINHO – Os mestres Biu Alexandre e Rizoaldo ministraram a oficina que propunha a criação de um Cavalo Marinho Mirim, em Condado, Zona da Mata Norte de Pernambuco. Crianças e adolescentes receberam lições de dança, música, confecção de figurinos e sobre personagens desse folguedo natalino típico da Zona da Mata Norte.

LIA DE ITAMARACÁ – A Jeep registrou a história da cirandeira mais famosa do mundo em fotos e palavras, com a exposição e o livro “Lia de Itamaracá: 75 anos cirandando com resistência, sorrisos e simplicidade”. Uma justa homenagem a Maria Madalena Correa do Nascimento, Patrimônio Vivo da Cultura Pernambucana, Rainha da Ciranda e Diva da Música Negra.

OFICINA DE GAITA – Instrumento rústico e artesanal, a gaita é a principal guia das orquestras que tocam para caboclinhos e tribos de índios. Na oficina, coube ao mestre Tuti a confecção e a afinação das gaiatas e as aulas que ensinaram os brincantes a dedilhar; o mestre Ailton ensinou músicas e os diferentes ritmos. Os gaiteiros formados tomaram os postos oficiais de seus grupos já no Carnaval 2019.

OFICINA DE BORDADO – A Jeep convidou o mestre Manuelzinho Salustiano para ensinar as técnicas de bordado a 15 grupos de maracatus, índios e caboclinhos da região vizinha ao Polo Automotivo. Com Salustiano, os brincantes confeccionaram novos estandartes, que carregam a história, data e local de fundação e sua religiosidade. No Carnaval 2019, todos os grupos desfilaram seus novos estandartes financiados pela FCA.

EXPOSIÇÃO GOYANNA TERRA INDÍGENA – Os 15 estandartes produzidos na oficina de bordado foram expostos à comunidade de Goiana na exposição Goyanna Terra Indígena. Com as peças criadas e informações sobre cada agremiação ali representada, a mostra contou parte da manifestação cultural de Goiana.

GALO DA MADRUGADA – Apoiando O Galo da Madrugada, maior bloco do mundo, a Jeep esteve presente pela primeira vez no Carnaval do Recife, aliança que tem tudo a ver a presença da marca no Estado: a festa é o maior atrativo turístico local, gerando renda e movimentando outros setores econômicos comércio e serviços.

BATALHA DAS HEROÍNAS DE TEJUCUPAPO – Encenada desde 1993 no distrito de Tejucupapo, Goiana, a “Batalha das Heroínas de Tejucupapo” reconta, todos os anos, a história através da ação corajosa de mulheres que defenderam sua terra, suas famílias e rechaçaram um ataque holandês. A “Batalha” é revivida por de 200 atores voluntários e, em 2019, teve apoio cultural da Jeep, que apoiou a comunidade em que está inserida.

SÃO JOÃO DE CARUARU – A maior e melhor festa junina do mundo teve, em 2019, o apoio da Jeep. O festejo mais popular do interior de Pernambuco entrou para o calendário ainda na década de 1970 e, no último ano, movimentou mais de R$ 340 milhões no Estado, em 30 dias da programação que comemora o santo mais popular do mês: São João.

- Publicidade - Mercedes-Benz