Cinquenta anos após ir à Lua, Goodyear olha novamente para o espaço

A Goodyear Tire & Rubber Company está se voltando novamente para o espaço a fim de melhorar ainda mais o desempenho dos seus pneus. A fabricante está presente no próximo projeto que será lançado neste mês pelo Laboratório Nacional dos EUA e Estação Espacial Internacional (ISS).

Trata-se do SpaceX CRS-18 (previsto para lançamento em 21 de julho) que contará com um ambiente de microgravidade formado por partículas de sílica, um material usado em pneus.

Ao coletar conhecimento dessa avaliação, os engenheiros e cientistas da Goodyear poderão determinar se formas únicas de sílica poderão ser utilizadas nos pneus com o intuito de melhorar o desempenho dos compostos.

Este ano, a avaliação está sendo conduzida em conjunto com o ISS National Laboratory, que trabalha em acordo cooperativo com a NASA para utilizar plenamente o laboratório em órbita com demonstrações inovadoras de ciência e tecnologia capazes de beneficiar a vida na Terra.

Na ocasião, os astronautas a bordo da ISS conduzirão o experimento de sílica preparado pela Goodyear, enquanto os cientistas da Goodyear realizarão simultaneamente o mesmo experimento nos laboratórios da empresa, permitindo uma comparação dos resultados da pesquisa espacial com os da Terra.

“A Goodyear literalmente foi à lua e voltou para elevar o desempenho dos pneus a novos níveis para os nossos consumidores”, disse Chris Helsel, diretor de tecnologia da Goodyear. “A exploração espacial serviu de inspiração para muitas inovações, e nós da Goodyear estamos orgulhosos do nosso legado de participação, que continua com esse próximo experimento em microgravidade.”

Há 50 anos, em julho de 1969, a Goodyear forneceu produtos essenciais para a espaçonave Apollo 11. Entre eles estavam os freios que ajudavam os mísseis a se posicionarem nas plataformas de lançamento, assim como o sistema de “purga e de condicionamento” que contribuíram para que os motores funcionassem melhor com a mistura composta por nitrogênio, oxigênio e hidrogênio. As molduras da janela do módulo de comando e o painel no qual os instrumentos de pouso eram montados também foram fabricadas pela Goodyear.

Já quando a Apollo 11 caiu no oceano, a cápsula ficou mantida na posição vertical graças às bolsas de flutuação feitas pela Goodyear, fazendo com que os astronautas pudessem aguardar o momento certo do resgate.

Em outro período, os astronautas da Apollo usaram um carrinho para transportar equipamento fotográfico, ferramentas de escavação e 35 sacos cheios de rocha lunar; os pneus de 16 polegadas do carrinho foram o resultado de um projeto de desenvolvimento no qual centenas de colaboradores da Goodyear haviam trabalhado.

Para saber mais sobre as capacidades em órbita do Laboratório Nacional dos EUA da ISS, incluindo iniciativas de pesquisas anteriores e instalações disponíveis, visite www.spacestationresearch.com.

- Publicidade - Mercedes-Benz