Entenda o processo de produção de chicotes elétricos

A Aptiv, empresa de tecnologia global para segurança e conectividade, desenvolve em suas linhas de produção o mais rigoroso controle de qualidade a fim de garantir padrões de excelência em produtos e, consequentemente, atender ao mais alto nível de exigência de seus clientes.

Para garantir o respeito aos processos produtivos, a empresa busca as tecnologias mais seguras e sustentáveis existentes no mercado, sempre em conformidade com o padrão global estabelecido pela matriz.

Constantemente treinados e incentivados por meio de programas motivacionais, os colaboradores das fábricas da Aptiv acompanham de perto todo o processo de fabricação dos chicotes e terminais elétricos a fim de que todos os parâmetros de qualidade sejam cumpridos.

Para garantir excelência no processo de corte de cabos e crimpagem de terminais – uma das etapas de qualidade mais importantes dentro das plantas – é necessária a conferência minimalista, que objetiva saber se tudo está dentro das especificações de cada cliente.

Para atender às exigências cada vez rigorosas, é fundamental contar com matéria-prima de qualidade e, não menos importante, certificar-se que os processos de produção não possuem falhas.

Dessa maneira, a identificação de componentes é feita por um leitor de código de barras, o que impede a utilização de materiais inadequados.

Na sequência, inicia-se a fabricação das primeiras amostras, que passarão por uma série de testes visuais, dimensionais e funcionais.

O resultado destes testes, por sua vez, é comparado aos padrões visuais de qualidade e aos parâmetros determinados pelo laboratório de validações de crimpagem da Aptiv.

“No intuito de assegurar que o produto chegue ao cliente dentro das especificações e prazos preestabelecidos, e garantir a rastreabilidade do processo e de seus componentes, a Aptiv realiza uma série de registros para cada lote de fabricação. Tudo é acompanhado por um rigoroso sistema de controle, o que evita falhas e consequentemente, custos com retrabalho e perdas de produtos”, explica Flávio Teixeira, Gerente de Satisfação do Cliente.

Nova etapa-A solda ultrassônica é outro processo de qualidade de extrema importância nas plantas da Aptiv, onde unem-se vários cabos, utilizando um equipamento de solda por ultrassom.

Cada lote é inspecionado rigorosamente para que estejam aptos a atender aos requisitos de qualidade e aos parâmetros de solda, determinados pelo laboratório de validações.

Tudo é acompanhado por um plano de controle.

Em nome da otimização contínua dos processos de produção e empregabilidade do controle de qualidade, os processos de submontagem e montagem de chicotes, assim como o teste elétrico, são as últimas etapas realizadas antes da finalização do produto e envio aos clientes.

No primeiro deles, efetuado em mesas de montagem, os chicotes recebem circuitos, conectores e componentes, como calhas e gromets.

Na sequência, recebem o acabamento com tubos e fita isolante adesiva.

Ao final desta fase, o chicote está pronto para o teste elétrico, no qual 100% deles passam por verificações de funcionamento de todos os circuitos, além de funções específicas como estanqueidade de conexões.

Após aprovados, os chicotes elétricos são, por fim, identificados com etiquetas, embalados e liberados para envio ao cliente.

- Publicidade - Mercedes-Benz