Concessionária Digital da VW é destaque no estande da IBM em Frankfurt

A forma de comprar um carro está mudando. Com foco na experiência do cliente e nos benefícios que a digitalização dos processos pode oferecer, a Volkswagen está apresentando durante o Salão de Frankfurt o DDX Sales, um importante recurso de conveniência que dá ao consumidor a oportunidade de realizar toda a jornada de compra sem necessariamente ir à uma concessionária.

Ou seja, negociação, simulações de financiamento e pagamento são feitos digitalmente. A tecnologia, criada e desenvolvida pela Volkswagen no Brasil, é destaque no estande da IBM, responsável pela implementação do projeto.

O próprio nome da tecnologia mostra o quão imersivo é o processo. A sigla DDX vem do inglês Digital Dealer eXperience, onde a realidade virtual é utilizada como ferramenta de venda e de demonstração dos veículos da marca.

Essa tecnologia, disponível em um monitor sensível ao toque, pode ser utilizada simultaneamente com óculos de realidade virtual e, com o DDX Sales, também em um tablet.

“Utilizar a digitalização e a inovação para estar ainda mais próxima das pessoas é um dos princípios da Nova Volkswagen. Essa nova tecnologia permite ao vendedor ir até o cliente, que passa a ter uma experiência mais personalizada de compra. Além de oferecer mais mobilidade e praticidade para o consumidor, a concessionária digital abre caminho para novos modelos de negócio”, afirma Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

O DDX permite ao cliente explorar e configurar o carro como quiser. O DDX Sales é uma extensão desse sistema, pois permite que a venda seja de fato concluída.

Como funciona-O vendedor de uma concessionária que utiliza o DDX Sales atende o cliente utilizando as ferramentas digitais disponíveis. Após configurar o veículo exatamente do jeito que quiser, podendo escolher e visualizar versões, cores e opcionais disponíveis, o vendedor realiza a intenção de compra no botão “Quero Comprar”.

O sistema mostra em tempo real o estoque disponível na concessionária e os preços praticados para aquele modelo – se eventualmente houver um bônus de fábrica em vigor, por exemplo, esse desconto já aparece aplicado para o cliente.

Ao selecionar o veículo configurado junto ao cliente, aquela unidade específica é retirada do sistema (pelo número de chassi) e fica reservada por 1 hora: tempo para que a venda seja concluída.

Basta só preencher um rápido cadastro com os dados do cliente; é gerado um contrato digital com as informações da concessionária, do comprador e do carro selecionado. O cliente recebe um e-mail para conferência e, caso tudo esteja correto, basta assinar digitalmente.

Com o acordo de todas as partes, o cliente pode ainda simular o financiamento junto ao Banco Volkswagen.

O sistema está integrado ao Volkswagen Financial Services e a aprovação do crédito sai em minutos. A ferramenta mostra de forma transparente juros, prazos e condições disponíveis para aquela compra.

O sistema oferece três maneiras de pagamento: “Manual” (por meio de cheque ou transferência bancária), Gateway (onde o cliente digita os dados do cartão de crédito virtualmente) ou por “QR Code”. O cliente pode, inclusive, negociar diretamente com o vendedor descontos e cortesias no veículo.

Projeto piloto em rápida expansão-Atualmente, a Volkswagen está testando o DDX Sales em 10 concessionárias no Brasil.

Como a ferramenta não exige investimento por parte das lojas que já têm o DDX (cerca de 120 autorizadas), a estimativa é de que nos próximos meses todas concessionárias que já contam com o DDX passem a utilizar esse sistema no País. O DDX Sales também estará disponível em toda a América Latina.

- Publicidade - Mercedes-Benz