Tecnologia de e-coat protege autopeças contra corrosão e garante economia no processo

Fazem parte do processo de fabricação de um carro uma ampla cadeia de fornecedores que devem seguir especificações rígidas de segurança e qualidade.

Entre os que têm relação direta com a qualidade e aparência do produto final, estão os das peças que são incorporadas à carroceria, como rodas, amortecedores, para-choques e retrovisores, por exemplo.

Mandatoriamente, as autopeças que passam pelo processo de pintura, devem respeitar rigidamente o padrão de cor, sejam elas fabricadas em material plástico ou metal.

Além de utilizar a mesma tecnologia em tintas e vernizes, que servem para deixar o revestimento resistente às condições climáticas, poeira e água, o processo de preparo das peças de metal usa tecnologias de revestimento para proteção contra a corrosão.

“Para este mercado, a BASF fornece uma linha inovadora de e-coat, o CathoGuard 500, que atende às rígidas especificações do mercado e oferece ganhos em sustentabilidade”, explica Viviane Martins, responsável pelo segmento de autopeças de metal do negócio de Tintas Automotivas da BASF.

“Após passar pelos processos de desengraxe e pre-tratamento, o substrato metálico recebe a aplicação do E-coat com a finalidade de proteger contra a corrosão, sendo essa a primeira camada do sistema de pintura”.

O uso do CathoGuard 500 atende inclusive os rígidos requisitos da montadora Honda, principalmente por cumprir a severa especificaçao para corrosão com teste específico “hot salt water”, por conta do uso de sal e água quente para reduzir o gelo em regiões onde há neve.

Isenta de chumbo, a solução melhora a eficiência do processo, garantindo maior quantidade de peças tratadas em alta-qualidade por ciclo de E-coat, reduzindo o consumo de tinta em até 20%.

O processo também diminui o consumo de energia e de água aplicada. Entre os diferenciais e benefícios do CathoGuard® 500 está o seu alto nível de penetração nas cavidades, que garante uma proteção extra contra a corrosão e aumenta a vida útil da pintura das autopeças.

Essa tecnologia pode ser aplicada em peças automotivas, de caminhões e maquinários agrícolas, como tratores e escavadeiras.

Nas peças plásticas, o processo dispensa o e-coat, recebendo um primer condutivo, a tinta e o verniz de proteção. Com a máxima precisão, a BASF garante que as peças recebam o revestimento que corresponda exatamente ao do corpo do carro.

A garantia da harmonização de cor perfeita conta com a ajuda do software especialmente desenvolvido para essa finalidade, o ColorCARE®.

No segmento de tintas automotivas, a BASF fornece um portfólio completo para as montadoras e fornecedores de autopeças, com produtos como que vão desde o pre-tratamento até o acabamento.

As soluções da companhia proporcionam aos veículos uma série de benefícios, como alto poder de cobertura, durabilidade, resistência aos raios UV, à riscos, ao impacto e à intempérie, alto brilho, efeitos especiais e otimização de processo na indústria.

- Publicidade - Mercedes-Benz