Fator UV e raios infravermelhos – O vidro do seu carro protege você?

Você já ouviu falar em película térmica?
Como de costume, minha inspiração vem dos meus atendimentos. E esta semana uma vendedora me perguntou qual era o nível de proteção solar do teto de vidro de um determinado carro.

Eu nunca tinha me preocupado com isso, consequentemente não tinha a resposta. Pesquisei na internet e não encontrei a resposta.

Então fui consultar o especialista em películas o senhor Marcos Castro da CLEANCAR, empresa de estética automotiva.

Acabei tendo uma aula sobre películas e aprendi um bocado. Passei a informação para a vendedora, que a repassou ao cliente e vendeu o carro e uma fantástica película CRISTAL BLACK que além de decorativa, protege o interior 100% dos raios ultravioletas.

A radiação ultravioleta pode ser classificada em três tipos: UVA, UVB e UVC. Os raios UVA têm um comprimento de onda de 320 a 400 nm e são os de maior incidência na superfície terrestre, uma vez que não são absorvidos pela camada de ozônio.

Eles correspondem à maior porção do espectro ultravioleta e incidem de igual maneira durante todo o dia e em todas as estações do ano, incluindo dias nublados e com baixa luminosidade.

Os raios UVB, com comprimento de onda na faixa de 280 a 320 nm, são parcialmente absorvidos pela camada de ozônio, por isso apresentam maior incidência durante o verão, principalmente, no período das 10h às 16h, horário no qual devemos cuidar mais do filtro solar, em regiões de altitudes elevadas e próximas à linha do Equador (como o Brasil, por exemplo).

Já os raios UVC apresentam um comprimento de onda menor que 280 nm, sendo, portanto, a radiação que menos se aproxima da luz visível.

São muito nocivos à biosfera, porém, não acometem a Terra porque são completamente absorvidos pela camada de ozônio.

Através de fontes artificiais, a radiação UVC é aplicada na esterilização de materiais cirúrgicos e em processos de tratamento d’agua, graças à sua propriedade bactericida.

Em se tratando de saúde humana, os raios ultravioleta trazem alguns sérios danos. Os raios UVA, embora não causem queimaduras, são capazes de penetrar nas camadas mais profundas da pele e danificam as fibras de colágeno e elastina, causando o envelhecimento precoce.

Os raios UVB, por sua vez, provocam vermelhidão da pele (eritrema) e queimaduras. A superexposição a esses raios, além dessas complicações, também pode levar ao surgimento de sardas e machas e até aumentar o risco de desenvolver câncer; sem esquecer dos prejuízos aos olhos, como catarata e cegueira.

Os raios solares podem trazer danos ao interior do veículo e a pele humana. As películas térmicas são capazes de criar uma barreira protetora que bloqueia até 99% dos raios UV, o que ajuda a manter a aparência interna do carro mais nova e duradoura e pode reduzir consideravelmente a temperatura do interior do veículo em até 16°C.

Este tipo de película é capaz de deixar o ambiente interno do carro mais confortável, diminuindo a carga do ar condicionado e consequentemente economizando o combustível, no caso de termos um ar condicionado digital no carro.

Conheça os tipos de películas disponíveis na CLEANCAR e seu poder de redução:
Cristal Black
Redução
100% UV
97% IR
Nanoceramic Airblue
Redução
99,8% UV
90% IR
Black Diamond
Redução
99,8% UV
55% IR
Portanto da próxima vez que for colocar uma película no seu carro, procure saber qual o FPS da película que você está adquirindo.
========================================================

Tobias França @franca.tobias, engenheiro mecânico especialista em tecnologia automotiva, consultor e palestrante na UNION CONSULTORIA com mais de 1000 horas de treinamento ministrado e mais de 3000 pessoas treinadas. Instrutor certificado internacionalmente, WOLFSBURG – ALEMANHA, pela VOLKSWAGEN.

- Publicidade - Mercedes-Benz