Por favor; com licença; Obrigado. A educação no trânsito e as tecnologias.

Certa vez uma amiga perguntou por que eu não escrevia sobre educação no trânsito, no primeiro momento eu não aceitei bem a sugestão dizendo que não era o propósito, falava mais sobre tecnologias e “tals” e “tals”, acho que normal para todo aquele que é confrontado por uma mudança.

Depois refletindo melhor, pensei que existem várias tecnologias que nos ajudam a ser mais educados no trânsito, e resolvi escrever sobre elas.

Falta de educação é usar de grosserias, costumes que são estranhos aos outros e uso de indelicadeza.

Notei que muitos motoristas usam desses atributos no trânsito e que para estes pode não existir tecnologia, mas pensei em uma outra forma de má educação, a desatenção, essa pode causar muitos danos aos demais motoristas e pedestres ao redor, e para esta existe uma série de artifícios que as montadoras usam e salvam vidas.

Primeiro, como ficamos aflitos quando nos deparamos com um outro veículo transitando com os faróis apagados a noite. Tentamos avisar de todo jeito e às vezes somos até mal interpretados por isso. Saiba que a pessoa que não acedeu o farol, não o fez de propósito, pelo menos se estiver em sã consciência.

Isso acontece por que como muitos painéis de instrumentos hoje são digitais, eles acedem e as luzes das cidades que nos permitem enxergar tranquilamente a noite, fazem com que percamos a percepção de que os faróis estão apagados.

Para isso existe o sensor crepuscular, que identifica a ausência de luz natural e liga os faróis automaticamente.

Mesmo quando você não seleciona a chave do farol na posição automático, nos carros mais modernos o computador de bordo avisa que está na hora de acender as luzes, pense num carro inteligente.

Sabe aquela desatenção no trânsito para olhar o celular ou mexer na bolsa? Ela também pode causar danos a outrem, então configura-se uma falta de educação. Quando tiramos a atenção do trânsito podemos acabar batendo no carro da frente, atropelando um pedestre mais desatento ou um ciclista, ou invadindo a faixa sem o menor aviso.

Para isso existem os sensores que monitoram o entorno e avisam caso haja a eminência de uma colisão frontal e alguns veículos além de avisar diminuem a velocidade para minimizar danos.

E ainda temos a câmera frontal que monitora as faixas e corrige a trajetória toda vez que houver uma mudança de faixa sem o uso das setas, isso evita que você invada a faixa do outro sem pedir licença. E quando o carro da frente está com a seta ligada por minutos e não entra? Ruim, não é?

Você fica sem saber o que ele quer fazer. Para isso existe uma ferramenta que se bem usada evita estes esquecimentos.

Algumas montadoras chamam de seta conforto. Apenas um toque na chave de seta faz com que ela pisque três vezes para o lado que você quiser ir, isso evita que fique ativada sem proposito se for só uma mudança rápida de faixa.

E o que falar de dirigir com sono? Ruim para quem dirige, pior ainda para quem está por perto. Então já existem recursos que monitoram os sinais que o motorista passa e identifica que está na hora de fazer uma pausa, pois a continuidade poderá causar acidentes.

E pasmem, esta tecnologia não precisa nem está instalada no carro, existe um boné que faz essa leitura e aciona sinal luminosos, sonoros e vibratórios para acordar e alertar o motorista que ele precisa fazer uma pausa.

Isso é o que achei mais legal nesse boné, a possibilidade de ter a segurança a disposição, mesmo em um carro mais antigo.

E para terminar, o bom e velho alerta de cinto de segurança. Como é bom voltar pra casa em segurança e saber que em caso de colisão os danos serão minimizados por conta de uma simples invenção.

Mas aí você me pergunta, qual a falta de educação que isso causa? Lembrado que definimos lá no começo que falta de educação é tudo que pode causar danos a outros, então, os danos provocados em você causarão dor e sofrimento em todos aqueles que estão ao seu redor e o amam.

Portanto da próxima vez que for dirigir, lembre-se de colocar o cinto de segurança, mesmo que seu carro não avise, e lembre-se que por favor, com licença e obrigado também se aplica para detrás do volante.

Tobias França @franca.tobias, engenheiro mecânico especialista em tecnologia automotiva, consultor e palestrante na UNION CONSULTORIA com mais de 1000 horas de treinamento ministrado e mais de 3000 pessoas treinadas. Instrutor certificado internacionalmente, WOLFSBURG – ALEMANHA, pela VOLKSWAGEN.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®