Bosch foca na sustentabilidade dos negócios na América Latina

A pandemia do coronavírus trouxe desafios sem precedentes e a Bosch deseja contribuir, sempre que possível, para conter a Covid-19.

“Estamos empenhados para contribuir com a nossa experiência no desenvolvimento de soluções tecnológicas e de serviços que possam apoiar o enfretamento da pandemia”, destaca Besaliel Botelho, presidente da Robert Bosch América Latina.

Desde que a Covid-19 começou a se espalhar na América Latina, o Grupo Bosch implementou uma série de ações que visam proteger os seus cerca de 9.400 colaboradores na região, como a adoção do trabalho remoto, férias coletivas, além de intensificar os cuidados com a higienização em suas localidades, entre outras.

Adicionalmente, equipes multidisciplinares da Bosch estão trabalhando em parceria com universidades, centros de pesquisas e outras entidades no desenvolvimento de soluções que visam ajudar no combate à pandemia causada pelo coronavírus.

Uma das iniciativas é a impressão em 3D e a doação das hastes utilizadas nas viseiras de proteção transparentes (Face Shields) para área hospitalar. Outra ação é a montagem de sete subconjuntos utilizados em respiradores pulmonares como forma de acelerar a fabricação dos equipamentos no Brasil.

A empresa também estruturou um call center ativo para localizar e indicar aos hospitais os centros capacitados para manutenção de respiradores pulmonares em todo território nacional, entre outras iniciativas.

Em nivel global, a empresa quer contribuir, por exemplo, com o recém desenvolvido teste rápido da Covid-19 e o dispositivo de análise Vivalytic.

A Bosch pretende produzir mais de um milhão de testes rápidos em 2020 e aumentar para três milhões no próximo ano.

Além disso, em algumas regiões a empresa está produzindo máscaras faciais e desinfetantes que são usados, principalmente, para a proteção de seus colaboradores.

Desenvolvimento dos negócios em 2020: Impacto da pandemia da Covid-19

Embora o ano tenha começado de forma positiva para o Grupo Bosch na América Latina, o total de vendas acumuladas no primeiro quadrimestre de 2020 registrou queda em relação ao mesmo período do ano passado decorrente da pandemia do coronavírus.

Tendo em vista a conjuntura atual, é difícil fazer qualquer tipo de previsão sobre como serão os resultados da empresa em 2020.

“Estamos vivendo uma crise sem precedentes que, apesar de ser uma questão de origem sanitária e não de mercado, tem impactado fortemente os negócios da empresa na região. A partir de agora, teremos um novo “normal” que exigirá a revisão de alguns conceitos mercadológicos por todos os setores industriais, especialmente o automotivo”, completa Botelho.

O foco principal agora é garantir a liquidez e a sustentabilidade dos negócios e, até onde for possível, a manutenção dos empregos.

Para tanto, a Bosch aderiu à Medida Provisória 936, que permite a redução de jornada de trabalho com redução de salário e a suspensão de contrato de trabalho.

“Nosso objetivo, frente aos desafios atuais, é buscar ao menos um resultado equilibrado para o Grupo Bosch na região”, conclui o executivo.

Negócios em 2019: Resultado estável mesmo num cenário desafiador

O Grupo Bosch fechou o ano fiscal de 2019 com vendas totais de 6,5 bilhões de reais na América Latina, incluindo as exportações e as vendas das empresas coligadas.

“Mesmo com todos os desafios econômicos, políticos e sociais que vivenciamos na América Latina no último ano, conseguimos manter as nossas vendas no mesmo patamar de 2018. Com certeza, a nossa ampla diversidade de negócios nos setores da mobilidade, bens de consumo, industrial, energia, tecnologia predial, agronegócios e mineração contribuíram para esse resultado”, ressalta Botelho.

As operações do grupo no Brasil foram responsáveis por 80% do volume de vendas na América Latina.

Seus quase 8.000 colaboradores no país contribuíram para gerar um faturamento de R$ 5,2 bilhões de reais, sendo 27% gerados a partir das exportações especialmente para os mercados da América Latina, Norte Americano e Europeu.

Novos negócios fortalecem a diversidade de atuação da Bosch na América Latina

Uma das principais vantagens competitivas do Grupo Bosch é a sua diversidade de atuação em diferentes setores de negócios. A empresa vem continuamente investindo no desenvolvimento de novas tecnologias, especialmente nos setores de agronegócios, mineração, Indústria 4.0, gestão e monitoramento de frotas.

“Acreditamos que a digitalização, a conectividade e o big data são a base futura dos novos modelos de negócios.  As nossas soluções e serviços seguem essa tendência e atendem às necessidades do mercado local, gerando oportunidades de crescimento na região”, destaca Botelho.

Monitoramento Inteligente via IoT: a solução de controle de carga fria da Bosch atende à nova regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (RDC 304/2019), que entrou em vigor em março de 2020 estabelecendo novos requisitos na distribuição, armazenagem e transporte de medicamentos em todo o território nacional.

A solução consiste na aplicação de tecnologia baseada em Internet das Coisas (IoT), que permite o rastreamento e monitoramento constante de produtos sensíveis e de alto valor agregado da indústria farmacêutica.

Informações como localização geográfica, condições de temperatura e umidade são registradas por sensores 24 horas por dia, sete dias na semana, possibilitando a tomada de decisões assertivas frente aos indícios de eventos irregulares como, por exemplo, alterações de temperatura e umidade.

Gerenciamento e Manutenção de Frotas: a gestão eficiente da frota e a manutenção adequada dos veículos são formas efetivas para reduzir custos e trazer mais produtividade às empresas.

Implementado nos mercados da Argentina e do Brasil, a Bosch apresenta o serviço de gerenciamento e manutenção de frotas, que permite que as empresas tenham em mãos, em tempo real, todos os dados essenciais do veículo simplificando e otimizando processos administrativos, operacionais e de manutenção sem custos de mensalidade ou de implementação.

Além de contar com a Bosch Car Service, a maior rede de oficinas independentes do mundo e presente em todo território nacional, o serviço também oferece guincho 24 horas por dia, dados para gestão da manutenção preventiva e também corretiva, assim como informações sobre a forma de condução, quilômetros percorridos, entre outros benefícios.

Conectividade no campo: a Bosch amplia a sua atuação no setor de agronegócios levando a sua expertise em sensores, softwares e serviços para o campo.

A Solução de Plantio Inteligente Bosch, desenvolvida para atender às demandas dos mercados brasileiro e argentino, permite otimizar a distribuição de sementes de acordo com a fertilidade e curvas do solo, realiza corte de linhas que evita a sobreposição e o desperdício de sementes, fatores que proporcionam melhor utilização da área plantada.

Já a Solução de Pulverização Inteligente Bosch possibilita que o agricultor pulverize herbicida apenas onde realmente é necessário.

O sistema faz uso de câmeras específicas com algoritmos de inteligência artificial que detectam as linhas de culturas e identificam as ervas daninhas na área de cultivo em tempo real.

Ambas as inovações têm o objetivo de proporcionar mais conectividade, economia e produtividade para o agricultor.

Indústria 4.0: A empresa é uma das precursoras do tema Indústria 4.0. Globalmente, a Bosch é usuária de tecnologias de I4.0 em suas operações e também é provedora de soluções para que toda a cadeia produtiva possa estar conectada, especialmente as pequenas e médias empresas.

Sua experiência combinada com o amplo know-how em sensores, softwares e serviços, além da sua própria nuvem de IoT, possibilita a oferta de soluções completas de I4.0 ao mercado latino americano.

Grupo Bosch: perspectivas para 2020 e estratégia de longo prazo

Em vista à pandemia da Covid-19, a Bosch prevê que a economia global terá desafios consideráveis neste ano.

Será necessário um esforço supremo para alcançar ao menos um resultado equilibrado, anunciou a direção mundial do Grupo Bosch durante Conferência Anual de Imprensa, que ocorreu no fim de abril, na Alemanha.

Apesar dos desafios atuais, a Bosch mantém seu plano estratégico de longo prazo: a fornecedora de tecnologia e serviços continua na busca sistemática e ambiciosa de suas metas climáticas e, para isso, está desenvolvendo soluções que visam apoiar a expansão da mobilidade sustentável.

“Embora outras questões estejam em destaque atualmente, não podemos perder de vista o futuro do nosso planeta”, disse Volkmar Denner, CEO do Grupo Bosch mundial. A empresa atingirá suas metas de ação climática globais para 2020 e chegará à neutralidade de carbono em todas as suas 400 unidades em todo o mundo.

Além disso, a Bosch estabeleceu o objetivo de tornar as atividades ao longo da sua cadeia de valor as mais neutras possível – até 2030, as emissões deverão ser reduzidas em 15%.

A empresa também planeja reunir a sua experiência em mais de 1.000 projetos de eficiência energética em uma nova empresa de consultoria, a Bosch Climate Solutions.

Como a ação climática está acelerando as mudanças estruturais em muitos setores, o hidrogênio está se tornando cada vez mais importante tanto na indústria automotiva quanto na de construção.

A Bosch está desenvolvendo, juntamente com parceiros, células de combustível móveis e estacionárias.

No que diz respeito à mobilidade, de acordo com Denner é importante ter uma ampla tecnologia que não estabeleça apenas um único caminho para a mobilidade sustentável, mas que também leve em consideração motores de combustão eficientes e, principalmente, combustíveis sintéticos renováveis ​​e células de combustível.

- Publicidade - Mercedes-Benz