McLaren São Paulo fecha primeiro semestre de 2020 com 13 carros entregues

A McLaren São Paulo encerrou o primeiro semestre de 2020 com 13 automóveis zero quilômetro entregues a clientes.

Mesmo com os contratempos gerados pela pandemia do novo coronavírus e pelo cenário econômico conturbado, as vendas da importadora foram semelhantes às do mesmo período de 2019, permitindo manter a projeção de comercializar entre 20 e 25 automóveis até dezembro.

Henry Visconde, presidente da McLaren São Paulo, avalia como extremamente positivo o desempenho da marca inglesa no período de janeiro a junho de 2020: “Conseguimos um número idêntico ao do primeiro semestre de 2019, quando não havia pandemia e o cenário econômico era mais estável. Este momento difícil vai passar, mas precisamos atravessá-lo com resultados comerciais minimamente favoráveis para assegurar a sobrevivência da empresa e a continuidade do trabalho de nossos funcionários e prestadores de serviço”, fundamenta.

Durante o período em que a loja da McLaren São Paulo esteve fechada ao público, o trabalho da equipe de vendas foi feito principalmente por canais digitais.

“A atratividade dos carros e o bom relacionamento com nossos clientes, tanto os já fidelizados quanto os prospectados, foram fundamentais para concretizar as vendas”, enfatiza Visconde.

Cada cliente recebeu seu automóvel na própria residência e as entregas foram feitas de acordo com um protocolo de higienização do automóvel, agora adotado em definitivo.

As entregas da McLaren São Paulo no período janeiro-junho de 2020 se dividiram entre os modelos 720S (três veículos, sendo dois Coupé e um Spider), 540C (três), 600LT Spider (três), 570S Coupé (dois), GT (um) e Senna GTR (um).

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®