Bosch apresenta Chamada Automática de Emergência para motocicletas

Quando um acidente acontece, cada segundo é crucial. Quanto mais rápido o motociclista receber a assistência, maiores as chances de sobrevivência.

Mesmo assim, o risco de morte de um usuário de moto em uma colisão ainda é 20 vezes maior do que para motoristas.

Tais números levaram a Bosch a desenvolver o Help Connect, um sistema automático de chamada emergencial conectado à motocicleta que tem o objetivo de diminuir o tempo de resgate da vítima.

“O Help Connect é mais um ‘anjo da guarda digital’ do amplo portfólio de sistemas de segurança para motocicletas da Bosch”, afirma Harald Kroeger, membro do conselho de administração da Bosch mundial.

O sistema de chamada emergencial utiliza um algoritmo de colisão instalado na unidade de sensor inercial do veículo para detectar acidentes.

Por meio de um aplicativo para smartphone, o Help Connect transmite informações sobre o condutor e o local do acidente para o Centro de Assistência da Bosch e, a partir dali, para os serviços de resgate.

Mensagens automáticas deste tipo podem reduzir em até 50% o tempo necessário para que o resgate chegue ao local do acindente. (Fonte: EU project Harmonised eCall European Deployment, I_HeERO).

Aplicativo transmite dados sobre o condutor e o local do acidente durante emergência

O Help Connect baseia-se em informações do Controle de Estabilidade para Motos (MSC) e, mais especificamente, em sua unidade de sensor inercial.

Esse sensor mede 100 vezes por segundo a aceleração e a velocidade angular do veículo, ou seja, calcular com precisão a posição atual da motocicleta e o seu ângulo de inclinação.

Além disso, o algoritmo de colisão integrado também permite que o dispositivo detecte automaticamente se o motociclista se envolveu em um acidente ou se apenas houve queda ao estacionar a moto. Esta ação não requer uma unidade de controle adicional, o que torna a integração da solução às motocicletas mais simples.

Dessa forma, ele se conecta ao aplicativo de emergência Vivatar da Bosch, via Bluetooth, mas não impossibilita que outros aplicativos, como dos fabricantes, também sejam integrados à solução de chamada emergencial.

Além das informações sobre a localização, o Help Connect também transmite dados médicos fornecidos pelo motociclista ao Centro de Assistência da Bosch, que podem ser vitais para os serviços de resgate.

Caso deseje, o condutor também pode registrar outras pessoas para receberem informações sobre o acidente automaticamente.

Em situações onde não há resposta do motociclista, os serviços de emergência são imediatamente direcionados ao local do acidente com base no GPS do smartphone, que geralmente é transportado próximo ao corpo do condutor.

Inicialmente, o serviço de chamada emergencial será disponibilizado para os clientes da Alemanha e os usuários poderão se comunicar com o Centro de Assistência da Bosch em diferentes países da europa[1], com opção de idiomas em inglês ou alemão.

Pesquisa realizada pela Bosch analisa dados de acidentes mundialmente

Assim como todos os sistemas de assistência ao condutor da Bosch, o Help Connect é resultado de uma colaboração entre engenheiros com base em pesquisas realizadas pela empresa em diferentes partes do mundo.

“Antes de desenvolvermos produtos que aumentam a segurança dos motociclistas, precisamos entender as situações críticas que enfrentam”, explica Kroeger.

O acesso a dados reais de acidentes envolvendo motocicletas permite que os pesquisadores recebam um impulso para o desenvolvimento de inovações com foco na segurança.

Sistemas inteligentes de assistência ao condutor previnem acidentes

Melhorar a segurança dos motociclistas é uma grande preocupação da Bosch há décadas.

Com a introdução do ABS para motocicletas há 25 anos e o controle de estabilidade para motocicletas (MSC) lançado em 2013, a provedora global de sistemas de segurança para motocicletas vem tornando a pilotagem de motos significativamente mais segura.

Sistemas de assistência baseados por radar como o Piloto Automático Adaptativo (ACC), alerta de colisão frontal e o assistente de detecção de ponto cego completam o portfólio de segurança da Bosch.

Mais segurança nas ruas e estradas brasileiras

No mês que se comemora o dia do motociclista, que é celebrado em 27 de julho, a Bosch reforça a importância de tecnologias que visam trazer mais segurança aos usuários de motos.

A segurança ganhou mais espaço no cenário nacional com a resolução de 2014 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que tornou obrigatório, desde janeiro de 2019, o uso mandatório do Sistema Antibloqueio de Frenagem (ABS) nas duas rodas para motos com cilindrada maior ou igual a 300 cc e em pelo menos uma das rodas para veículos menores que 300 cc.

Neste último caso, o fabricante pode optar ainda pelo Sistema de Freios Combinados (CBS – Combined Braking System).

“Acreditamos que o ABS é um passo importante para levar ainda mais segurança aos motociclistas brasileiros. Estudos apontam que até 25% dos acidentes poderiam ser evitados se todas as motos fossem equipadas com o dispositivo, ou seja, cerca de um em cada quatro acidentes envolvendo motocicletas com lesões ou mortes poderiam ser evitados”, destaca Michel Braghetto, gerente de Marketing da Divisão Bosch Chassis Systems Control no Brasil.

Segundo dados do Caderno de Acidentalidade no Trânsito em Campinas de 2015, da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), a motocicleta possui influência em quase metade dos acidentes fatais no município, estando envolvida em 43% dos casos, sendo 33% nos acidentes com vítimas e 10% nos atropelamentos.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®