Com design esportivo e arrojado, Audi e-tron Sportback é lançado no Brasil

O Audi e-tron Sportback, segundo veículo 100% elétrico da marca, agora está disponível no Brasil. Apostando no design esportivo e arrojado, destacado pela carroceria em estilo coupé, o modelo possui até 446 quilômetros de autonomia, de acordo com o ciclo europeu WLTP, e será comercializado em duas versões a partir de R$ 511.990,00 na modalidade venda direta.

Para Johannes Roscheck, CEO e Presidente da Audi do Brasil, “a presença do segundo veículo totalmente elétrico da Audi reforça o compromisso da marca em oferecer soluções sustentáveis, cumprindo a estratégia global de se tornar totalmente neutra em carbono até 2050. O sucesso do e-tron SUV, que é o veículo 100% elétrico mais vendido do Brasil, indica que os consumidores brasileiros desejam veículos inovadores, tecnológicos e com zero emissões, aliado a um design extremamente arrojado, elegante e esportivo”.

Mecânica Online – O Audi e-tron Sportback possui dois motores elétricos que entregam 408 cv de potência e 664 Nm de torque – as forças são distribuídas em 135 kW de potência e 309 Nm de torque na frente e 165 kW de potência e 355 Nm no motor traseiro.

A aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 5,7 segundos e a velocidade máxima é 200 km/h limitada eletronicamente.

O sistema de baterias de íons de lítio é composto por 36 módulos, pesa cerca de 700 kg e pode ser recarregado desde uma tomada simples de 110V até as de alta tensão.

Em estações de recarga ultra rápida de 150 kW, por exemplo, é possível carregar até 80% da bateria em 30 minutos. Ela armazena 95 kWh de energia bruta e é instalado como um bloco plano largo embaixo da célula de passageiros.

Possui uma moldura protetora sólida e uma laminação de alumínio que abrange os 36 módulos das células, o que deixa o sistema excepcionalmente rígido e à prova de impacto.

Durante ações de desaceleração de até 0,3 g – o que se aplica a mais de 90% dessas ações na condução diária – a bateria de alta tensão é carregada pelos motores elétricos, que atuam como geradores nessas situações.

O grau de recuperação em redução pode ser ajustado em três estágios, através das borboletas no volante de. De modo geral, o coupé obtém até 30% de sua autonomia através da recuperação.

Os freios das rodas, cujo conceito inovador de ativação eletro-hidráulica permite que eles respondam com velocidade excepcional, entram em ação somente em forças de desaceleração superiores a 0,3 g.

Dependendo da situação de condução, o sistema de controle decide individualmente para cada eixo se o coupé se recupera usando somente os motores elétricos, somente os freios das rodas ou uma combinação de ambos.

A transição entre a frenagem elétrica e hidráulica é suave e homogênea para que o motorista nem perceba. As forças dos freios permanecem constantes.

Coeficiente de arrasto 0,25: aerodinâmica de ponta para autonomia estendida

O Audi e-tron Sportback, em conjunto com os retrovisores externos virtuais – opcionais na versão Performance Black – obtém um valor do coeficiente de arrasto impressionante de apenas 0,25 — ainda melhor do que o seu modelo irmão Audi e-tron.

Isto se deve principalmente ao formato da carroceria coupé e o respectivo menor arrasto aerodinâmico atrás do veículo.

No ciclo WLTP, o modelo tem uma autonomia de até 446 quilômetros com uma única carga da bateria – aproximadamente 10 quilômetros maior do que o e-tron.

Os retrovisores externos virtuais, cujo suportes em formato de asa integram pequenas câmeras, ainda representam outro fator de eficiência. As imagens capturadas aparecem em displays OLED de alto contraste na transição entre o painel de instrumentos e a porta. Se o motorista mover o dedo pela superfície do display sensível ao toque, são ativados símbolos com os quais o motorista pode reposicionar a imagem.

Design e dimensões – O modelo tem 4.901 milímetros de comprimento, 2.043 milímetros de largura e 1.616 milímetros de altura. Com entre eixos de 2.928 milímetros, o Audi e-tron Sportback tem amplo espaço para cinco ocupantes e bagagens.

Como o veículo elétrico não possui o eixo cardã, na parte traseira não há mais o túnel central, o que oferece um ganho de conforto incrível para o passageiro no assento central do banco de trás.

A capacidade de bagagem é de 555 litros e, com o banco traseiro rebatido, o espaço aumenta para 1.665 litros.

A ausência de um motor tradicional na parte frontal dá lugar a um compartimento de 60 litros que acomoda o kit de ferramentas do veículo e o cabo do carregador Audi compact charger.

Com a Singleframe octogonal, os contornos poderosos sobre as rodas e a traseira escultural, o Audi e-tron Sportback está alinhado o projeto da marca.

Os detalhes sinalizam para o mundo exterior que o modelo é totalmente elétrico, como os apliques pretos nas laterais, que indicam onde a bateria pode ser encontrada, e o logotipo e-tron na cor laranja na tampa de abertura para acoplar o carregador.

Os projetistas também variaram a assinatura no largo difusor, chamando a atenção para a ausência de tubos de escapamento. Uma faixa de luz conecta as luzes de LED entre si na traseira.

Dentro do veículo, o design incorpora no painel e console central dois grandes displays do MMI Touch, de 10,1 e 8,6 polegadas, com retorno tátil e sonoro, levemente direcionados para o condutor.

Pelo display superior o motorista controla informações, entretenimento, navegação e configurações do e-tron. No inferior, gerencia entrada de texto, funções de conforto e ar-condicionado com o pulso apoiado confortavelmente na alavanca do console central.

Versões, preços e opcionais – O Audi e-tron Sportback será comercializado em duas versões recheadas de equipamentos de série.

A versão Performance traz dentre os itens de conforto bancos dianteiros elétricos em couro com ajuste lombar e memória para o motorista, suspensão a ar adaptativa, ar-condicionado de 4 zonas, teto solar elétrico panorâmico Open Sky, volante com ajuste elétrico de altura, projeção da palavra e-tron na abertura de todas as portas e luzes internas personalizáveis com 30 opções.

Como itens de segurança, vem de série com faróis Full LED com assistente de farol alto, controle de cruzeiro adaptativo com assistente de saída de faixa, abertura e fechamento elétrico do porta-malas com sistema hands-free, abertura de veículo por proximidade, auxílio de estacionamento plus com display 360º, indicador de pressão dos pneus, espelho retrovisor interno com função antiofuscante automática e oito airbags.

Como equipamentos de informação e entretenimento, os principais destaques são rádio MMI com sistema de navegação e interface para smartphones com sistema iOS e Android.

A estrutura do menu é intuitiva como em um smartphone e muitas funções também podem ser controladas através do sistema de controle de voz natural. Há também o Audi virtual cockpit plus, onde o motorista pode escolher entre duas visões que apresentam claramente todas as informações na forma de gráficos nítidos e de alta resolução.

Como opcional nesta versão existe apenas a pintura metálica e o Pacote Tecnológico, que contempla head-up display, pre sense dianteiro – que avisa o motorista e prepara o veículo para o caso de uma colisão iminente – e o night vision assist.

A versão topo é a Performance Black, que agrega no interior bancos dianteiros esportivos em Alcântara, acabamento interno na cor cinza Volcano e teto interior na cor preta. No exterior, incorpora o kit S line com soleiras em alumínio e iluminadas, capa do retrovisor externo na cor preta, frisos decorativos em High Gloss Black e pinças de freio laranja.

De série nessa versão há também o sistema de som Bang & Olufsen 3D, com 16 alto falantes.

Na Performance Black, além dos opcionais de pintura metálica e Pacote Tecnológico, os clientes podem acrescentar os retrovisores virtuais, faróis full LED Matrix HD com luz de direção dinâmica e o Audi Side Assist.

Este último é um pacote que contempla tecnologias inovadoras como o Audi Pre Sense traseiro (reconhece a iminência de uma colisão e regula o tensionamento dos cintos dianteiros, posicionamento de banco e fechamento de teto solar e vidros), o Exit Warning Assist (aviso de perigo quando os passageiros estão saindo do veículo), o Audi Side Assist (aviso de perigo em mudança de faixa) e o Assistente de Tráfego Reverso (informa o condutor sobre a possibilidade de um acidente ao realizar uma manobra traseira com a utilização dos sensores e radares do veículo, além de uma breve utilização dos freios caso necessário).

Nas duas versões as rodas são de 21 polegadas – na Performance Black o desenho é exclusivo. Ao todo são 11 cores externas disponíveis na versão Performance: Azul Galáxia, Azul Navarra, Bege Siam, Branco Geleira, Cinza Manhattan, Cinza Tufão, Prata Florete, Preto Brilhante, Preto Mito e Vermelho Catalunya. No interior, são três opções: bege, preto e marrom. Na versão Performance Black, são nove cores externas – Azul Antigua, Azul Navarra, Bege Siam, Branco Geleira, Cinza Daytona, Prata Florete, Preto Brilhante, Preto Mito e Vermelho Catalunya – e duas interiores, cinza e preto.

Assim como seu irmão e-tron SUV, o Audi e-tron Sportback é produzido em Bruxelas, na Bélgica, e tem garantia de 4 anos no veículo e 8 anos nas baterias.

As duas versões estão disponíveis nas concessionárias Audi Center a partir de R$511.990,00 na versão Performance e de R$551.990,00 na Performance Black – ambos na modalidade venda direta.

Primeiras impressões | Henrique Pereira

Se alguém me perguntar o que significa a palavra torque do motor em um veículo, hoje sei claramente como explicar, é só você se acomodar no banco do novo E-tron e acelerar, a força no seu corpo que vai te jogar contra o banco são os 664 Nm de torque que o modelo passa a te oferecer desde as primeiras rotações do motor. Essa é uma das melhores características de um veículo elétrico: a entrega do torque máximo desde o primeiro momento.

É uma sensação agradável de aceleração infinita, de torque constante que leva o carro de 0-100 Km/h em poucos 5,7 segundos.

Tudo isto num silêncio que chega a ser perturbador, graças a isolação acústica, apenas notamos um baixo ruído dos pneus no asfalto e o ruído natural do vento.

Entrar no veículo e apertar o botão de “start/stop” também é “estranho” pois dentro do nosso conceito ao apertar o botão esperávamos ouvir o ruído de um motor …nada …você liga engata a transmissão e acelera, como por magia o carro sai deslizando … macio sem nenhum ruído.

Passado este momento de entusiasmo e acostumando-se com o novo modo de dirigir o resto é pura diversão, suspensão a ar adaptativa muito bem calibrada oferece ao carro uma estabilidade perfeita.

A direção é precisa, e com o centro de gravidade baixo (em função da posição das baterias), o carro faz curvas com precisão sem o menor esforço do motorista, não deixa a carroceria “rolar” ou sequer permite que o carro saia de frente ou traseira permanecendo colado ao asfalto mesmo quando exigido ao limite.

Para auxiliar o desempenho, há controles eletrônicos de auxílio à estabilidade e suspensão pneumática que pode ser rebaixada, automaticamente, em até 72 mm.

A tração é permanente nas quatro rodas, controlada eletronicamente de acordo com a necessidade balanceando entre os 2 motores elétricos a melhor combinação de torque para o uso que está sendo solicitado do carro.

Acelerar o e-tron em qualquer velocidade tem sempre uma resposta imediata e precisa, indescritível se comparado a carros do mesmo porte. As subidas, mesmo as mais íngremes são vencidas com facilidade.

Durante todo o uso do veículo ele recupera energia nas desacelerações e frenagens o que é indicado no painel do carro. Vários modos de dirigir podem ser ajustados pelo condutor, desde os mais esportivos até os mais econômicos.

Estratégia sustentável e infraestrutura de recarga – Em fevereiro de 2020 a Audi anunciou investimento de R$ 10 milhões em infraestrutura de recarga de veículos elétricos para instalação de 200 pontos até 2022 em shoppings, academias, hotéis, clubes e restaurantes, ou seja, localidades que o cliente frequenta e pode deixar o veículo carregando enquanto realiza outra atividade. Do total, 10% já está instalado e até o fim do ano serão 100 pontos prontos para utilização.

A Audi do Brasil possui também uma parceria com Porsche, Volkswagen e EDP para instalar 30 estações de recarga ultra rápida localizadas em estradas e rodovias pelo território brasileiro. Serão 29 estações de 150 kW e uma unidade de 350 kW.

Estas e outras ações fazem parte do compromisso global da Audi de se tornar uma empresa 100% neutra em carbono até 2050.

Concessionárias e-tron – O modelo será comercializado em todas as regiões do Brasil e entregue pelas concessionárias e-tron distribuídas pelo País.

Cada uma delas já possui representantes especializados para oferecer a melhor experiência em toda a jornada do cliente, desde um atendimento personalizado com um especialista no produto até a manutenção necessária com equipe altamente treinada.

Todas também possuem pontos de carga rápida DC de 22 kW e pelo menos um veículo para test drive que pode ser feito da forma tradicional ou por um período mais longo.

Os 14 Audi Centers habilitados estão localizados em Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba (Alto da XV), Londrina, Florianópolis, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro (Botafogo), Vitória, e quatro em São Paulo.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®