Ferramenta de simulação digital tem nova aplicação para elastômeros

A BASF expandiu a gama de aplicações de sua ferramenta de simulação digital, a Ultrasim®.

Agora, a ferramenta CAE (Computer-aided Engineering) passa a calcular também conceitos de componentes baseados em elastômeros, como o Elastollan®, poliuretano termoplástico (TPU) da BASF.

A novidade foi apresentada durante a Virtual X, primeira feira de negócios totalmente virtual da companhia. A simulação abrange toda a cadeia de processo, desde o processamento inicial até as propriedades mecânicas do produto final.

Entre as características especiais da simulação com o Ultrasim® estão opções para simular tanto a carga inicial, como as cíclicas de um componente.

O perfil de propriedade dos elastômeros normalmente inclui amolecimento de tensão (efeito Mullins) sob carga cíclica.

Para resultados confiáveis de simulação, a consideração deste comportamento do material é indispensável.

O Ultrasim® permite a descrição precisa do amolecimento de tensão durante um curso cíclico de carga.

No entanto, a simulação geralmente começa na fase de processamento inicial, fornecendo uma previsão exata do comportamento de distorção durante a moldagem de injeção, considerando o complexo comportamento viscoelástico do material.

Desenvolvimento em menos tempo – “A ferramenta de simulação Ultrasim® fornece aos nossos clientes informações rápidas e confiáveis sobre como os materiais da BASF se comportam em seus componentes planejados, durante a produção, bem como em uma fase posterior durante a vida útil.

Os clientes que usam esta ferramenta, em vez de construir protótipos ou realizar testes, podem encurtar significativamente os seus tempos de desenvolvimento. Este suporte de simulação está agora também disponível para Elastollan®”, explica Achim Besser, líder da Equipe de Modelagem de Materiais na Divisão de Materiais de Performance da BASF.

A companhia é o primeiro produtor de materiais que oferece serviços de simulação de grande alcance no setor de TPU.

O Elastollan® é usado em peças automotivas, tais como dispositivos de alívio de tensão em conectores elétricos, isoladores de mola nos eixos, folgas e fim de curso para amortecedores.

Em partes interiores, as maçanetas de portas e de engrenagens são produzidas com TPU. Além disso, o Elastollan® é frequentemente empregado no setor dos bens de consumo: exemplos de aplicação incluem botas de esqui, solas de calçado e revestimentos de cabos.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®