Avaliação do Chevrolet Trailblazer Premier 2021 2.8 Turbodiesel

Você sabia que um em cada quatro automóveis emplacados no país é um SUV?
Vamos iniciando assim nossa avaliação com o Chevrolet Trailblazer 2021, utilitário esportivo de sete lugares que ganha atualização visual, mudanças mecânicas e estruturais, além mais equipamentos de série, como o Wi-Fi nativo e o sistema de frenagem autônoma de emergência auxiliado pelo assistente de frenagem inteligente.

O modelo é ofertado nas concessionárias da marca na versão topo de linha Premier 2.8 Turbodiesel com transmissão automática de seis velocidades.

A frente é inédita, seguindo o estilo da atual linha de utilitários globais do fabricante. Diferencia-se pela grade toda escura com o nome Chevrolet em alto relevo entre duas barras cromadas.

A tradicional gravata dourada, emblema da marca aparece pela primeira vez deslocada do centro, localizada agora mais embaixo, à esquerda, sobre uma trama tipo colmeia.

Todo esse conjunto está em perfeita harmonia com os LEDs dos faróis e com o novo para-choque, que passa a contar com aplique central em cor diferenciada e uma moldura na parte inferior, projetada para melhorar a capacidade do veículo de superar obstáculos principalmente em trajetos off-road.

O mesmo propósito vale para o posicionamento mais elevado dos novos faróis auxiliares, que proporcionam maior proteção às lâmpadas e melhor poder de iluminação em determinadas situações, como na transposição de trechos alagados.

Na lateral temos as rodas são de 18 polegadas, com bordas usinadas e de seis aros chanfrados com um acabamento grafite exclusivo para o modelo.

Na parte traseira, a principal evolução está na câmera de ré. O item, que já contava com alerta de tráfego cruzado, passa a projetar imagens de alta definição.

Outra inovação é a função de engate com linha-guia específica, zoom para facilitar a operação de acoplamento e a possibilidade de acionamento temporário da câmera traseira em plena viagem para uma checagem da situação do reboque.

Como na picape S10, o Trailblazer conta com controle eletrônico de oscilação do trailer. Este sistema é capaz de identificar alguma instabilidade dinâmica da carreta e acionar seletivamente os freios do SUV para minimizar o efeito.

Para a linha 2021, o SUV ganha uma série de recursos inovadores que agregam praticidade ao dia a dia, como o sistema Wi-Fi nativo com conexão para até sete dispositivos.

A tecnologia permite que sejam feitas atualizações remotas de sistemas eletrônicos do veículo.

Mais do que isso, o SUV da Chevrolet agora é capaz de identificar a necessidade de troca de óleo, por exemplo, e enviar um alerta para o WhatsApp do proprietário, que também pode iniciar a refrigeração da cabine à distância como forma de experimentar uma das várias funções do novo aplicativo myChevrolet. Tudo isso faz parte da conectividade nível quatro, o mais avançado disponível no mercado.

Outra boa novidade é a projeção sem fio para Android Auto e Apple Car Play.
Classificado como um legítimo todo terreno pelo tipo de arquitetura e pela tração 4×4 com opção de reduzida, o Trailblazer fica ainda mais robusto com os reforços adicionais a sua estrutura, proporcionando ainda mais proteção aos ocupantes.

São seis airbags, alerta de colisão frontal, alerta de saída involuntária de faixa, alerta de ponto cego e controle eletrônico avançado de estabilidade e de tração.

Este pacote fica ainda mais abrangente na linha 2021 com a disponibilidade do sistema de frenagem autônoma de emergência, que freia o veículo automaticamente ao identificar uma situação de risco envolvendo o veículo à frente ou um pedestre que esteja cruzando a dianteira.

Este recurso funciona de 8 km/h a 80 km/h e pode mitigar ou mesmo evitar um acidente. Ele entra em ação quando percebe que o condutor está distraído ou que o veículo logo à frente realizou uma manobra abrupta.

O Trailblazer utiliza também a câmera deste sistema, localizada no alto do para-brisa, para ajudar o condutor numa frenagem de emergência. Imagina a cena: o motorista está na estrada, percebe uma situação de perigo, e freia. Mas caso o sistema entenda que a pressão aplicada no pedal não será suficiente, o carro intensifica a força de frenagem automaticamente.

A lista de itens é destaque: acabamento interno premium, sistema de áudio de alta fidelidade, banco do motorista com regulagem elétrica, sensor de chuva e crepuscular, sistema de controle em declives, assistente de partida em aclives, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, entre outros.

O veículo acomoda até sete ocupantes em três fileiras de assentos em diferentes níveis de altura.

O compartimento de carga o utilitário da Chevrolet vai de 205 litros a 1.830 litros.

Falando em Mecânica Online, temos a motorização 2.8 turbo diesel que recebeu uma nova turbina e atualização do software da central eletrônica que deixam as acelerações mais progressivas, reduzindo o efeito turbo lag comum a veículos com torque elevado.

Para a integração da nova turbina, a engenharia trabalhou numa nova calibração para o motor de 200 cavalos de potência e 51 kgfm de força, que trabalha acoplado a uma transmissão automática de seis velocidades com opção de trocas manuais.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®