Iveco Stralis ultrapassa 2 milhões de quilômetros rodados transportando cargas desde 2008

A robustez e a durabilidade dos caminhões Iveco têm sido comprovadas por meio de modelos que já ultrapassaram 1 milhão de quilômetros no Brasil.

Dessa vez, um Stralis 2008 420 cv 4X2, pilotado pelo mineiro Laurete ‘da roça’ Pereira, atingiu a marca de 2 milhões de quilômetros no transporte de veículos há 12 anos.

O proprietário Eduardo Carvalho, da Rodoluz Transportes, cumpriu à risca as revisões sugeridas pela montadora e manteve o conjunto trabalhando em plena forma.

O caminhão foi adquirido na concessionária DEVA, em Betim (MG), onde faz todas as manutenções preventivas.

“Trocamos o óleo no período certo, a cada 20 mil quilômetros, e mantemos o bruto pronto para rodar o Brasil todo”, afirma Carvalho.

O Stralis foi lançado em 2004 e, em 2018, foi substituído pelo Hi-Road, que faz parte da linha de pesados da Iveco junto com o Hi-Way.

“Além do ótimo custo operacional, os modelos ganharam conectividade por meio do Iveco Connect. O sistema monitora, frequentemente, o desempenho do motorista e as funções do veículo. A central, que está localizada no complexo industrial de Sete Lagoas (MG), monitora 24 horas por dia, sete dias na semana, as informações recebidas pelos dispositivos, e é responsável por antecipar a demanda dos nossos clientes em um eventual problema com o produto, contatando o motorista e sugerindo soluções” diz Bernardo Pereira, diretor de Marketing da IVECO para a América do Sul.

Outro destaque do Stralis é o motor FPT Cursor 13, produzido pela FPT Industrial.

O propulsor promove elevada durabilidade associada a desempenho, robustez, menores emissões, custos operacionais e versatilidade de aplicações, seja no segmento on-road, off-road, marítimo ou de geração de energia.

“Ficamos muito contentes em saber que nossos caminhões proporcionam uma vida útil longa e rentabilidade para os clientes. O objetivo final do nosso trabalho é esse, desenvolver produtos que tenham ótimo custo operacional para nossos parceiros”, finaliza Bernardo.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®