Conheça as 13 grades mais icônicas da BMW

Marca registrada da BMW, as grades representam o estilo, a potência e a personalidade dos modelos desenvolvidos há quase um século.

Além de ressaltar a beleza dos carros, a peça é também um item fundamental para manter a refrigeração necessária e eficiente durante a experiência ao volante.

O design das grades chama atenção desde 1933, quando o BMW 303 foi lançado.

Com o passar dos anos, os modelos se transformaram e se reinventaram, impressionando a cada nova versão. A tecnologia ganhou espaço e ajudou ainda a facilitar a vida do motorista.

Confira o TOP 13 das grades mais emblemáticas e inesquecíveis da BMW:

1. BMW 303 (1933)
O BMW 303 foi o primeiro carro com motor de seis cilindros e o primeiro modelo da marca a ter a famosa grade, que virou marca registrada da BMW.

Imponente, apresenta uma grade que, curiosamente, lembra o formato de dois rins, e seus detalhes em azul remetem ao emblema do logo da BMW. Até hoje, o modelo segue como referência, sendo recriado no BMW 327 e no BMW 328.

2. BMW 503 (1956)
O coupé esportivo de quatro lugares deu espaço a uma grade dupla totalmente cromada de altura média, que se encaixa perfeitamente no painel frontal.

O formato menor foi possível graças a grade do radiador que tinha ventilação lateral dupla. Os modelos BMW 3200 CS (1962) e BMW 2000 CS (1965) continuaram a ter grades de formato semelhante.

3. BMW 507 (1956)
O modelo 507 com design de grade dupla foi uma grande novidade para a época. Criado por Albrecht Graf von Goertz, foi o primeiro BMW a apresentar duas grandes entradas de ar posicionadas horizontalmente, que ajudaram a circular ar fresco para o radiador do motor V8 sob o capô plano.

O design da parte dianteira do carro era notável por outro motivo: o BMW 507 foi o primeiro modelo da empresa a apresentar uma frente em ângulo dinâmico, também conhecido como “Sharknose”, que visualmente estende o capô e sugere um impulso para a frente, característica que também dominou veículos das séries 3, 5 e 7 até a década de 1990.

4. BMW 1500 (1961)
As grades do modelo BMW 1500 (e seus modelos irmãos 1600, 1800 e 2000) eram semelhantes aos do BMW 503.

Além de serem mais estreitos do que nos modelos anteriores e colocados entre duas grades horizontais da largura do carro, o arranjo de grades de ar primárias e secundárias criou o design frontal dos modelos centrais da marca até a década de 1980.

5. BMW M1 (1978)
O lendário carro esportivo BMW M1 com motor central de 1978 é um caso especial quando se trata do design da grade de rim.

O modelo recebeu uma das menores grades já vistas em um BMW, sendo repetido apenas em 1988, no BMW Z1, e em 1989, no BMW Série 8.

A grade parece ser lançada na extensão da cúpula de força, separadas das estreitas entradas de ar secundárias por superfícies da carroceria e ladeadas por faróis pop-up.

6. BMW Série 3 (1990)
A chegada da terceira geração do BMW Série 3 apresentou uma grade plana e horizontal, mas não muito larga.

Ao contrário das gerações anteriores, as duas metades do conjunto da grade do radiador foram separadas mais uma vez e os dois rins foram adaptados para o formato retangular, com cantos ligeiramente arredondados e separados das faixas do farol por outras grades, apenas por superfícies na cor da carroceria.

Este projeto influenciou outros modelos da década de 1990 em diante, como BMW Série 7 (1994) e BMW Série 5 (1995).

7. BMW Série 3 (2011)
Após três gerações, uma nova proposta no modelo BMW Série 3 foi criada: as grades de rim separadas e relativamente largas da Série 3 encontraram as superfícies dos faróis pela primeira vez e não foram separadas das unidades de luz por grades laterais ou da cor da carroceria.

Esse estilo também pode ser encontrado nos modelos BMW Série 7, de 2015, e na geração atual do BMW Série 5.

8. BMW i3 (2013).
O design frontal do BMW i3 elétrico demonstra como a estética da grade do BMW deixou totalmente para trás sua função técnica original.

A grade de rim gêmea plana e relativamente larga aparece aqui com superfícies fechadas e realces em azul, reforçando a inovação e a tecnologia do modelo.

Um design muito semelhante ao da grade dupla BMW i3 é encontrado no BMW i8. Além disso, a versão também segue sendo inspiração para todos os modelos elétricos da marca.

9. BMW Série 8 e BMW Z4 (2018)
Nesses dois modelos atuais, a grade dupla de rim ganhou um contorno novo e relativamente angular em 2018. Do ponto de vista geométrico, as grades se formam horizontalmente como pentágonos muito largos.

Pequenas barras na cor da carroceria conectam as grades na lateral dos faróis.

Assim como acontece nos coupés, a esportividade é enfatizada pelo fato de que as grades “abrem para baixo”, levando o foco visual da frente para baixo e mais perto da estrada, além de servirem como entradas de ar secundárias com controle de flap de ar ativo que abre quando necessário e fecha para reduzir a resistência do ar.

10. BMW Série 3 Sedan (2018)
O design moderno da grade do BMW Série 3 combina superfícies de faróis diretamente conectadas e formato de estrutura pentagonal com novas características, como extensão mais alta do que a borda superior dos faróis e acima do capô.

As bordas superiores dos faróis são conectadas entre si pela borda da grade em forma de rim no mesmo alinhamento.

11. BMW X7 e BMW Série 7 (2019)
Para esses modelos, a grade dupla apresentou uma aparência muito semelhante à de um BMW Série 3, incluindo a curva horizontal para a borda superior.

Seu diferencial é que as grades são mais marcantes e imponentes e, portanto, com mais presença e impacto.

12. BMW Série 4 Coupé (2020)
A grade do BMW Série 4 Coupé, desenvolvimento mais recente da marca, é caracterizada pelo design individual em grades grandes, verticais e inclinadas para a frente na frente do veículo.

A versão celebrou sua estreia mundial digitalmente no estúdio de design do BMW Group em Munique, nos corredores históricos do BMW Group Classic e no local de teste do BMW Group em Aschheim, Alemanha.

13. BMW Vision iNEXT (2018), BMW Vision M NEXT (2019)
Em dois de seus veículos, a BMW oferece um vislumbre de como a grade poderia ser em modelos futuros.

No BMW Vision iNEXT elétrico, a grade dupla em forma de rim assume a forma de um desenvolvimento posterior a grade do BMW i3, com uma tentativa de quebrar a barra central já conhecida.

No carro esportivo híbrido BMW Vision M NEXT, por sua vez, a grade é envolvida em vidro, que emerge diretamente da frente do veículo em um estilo sem barras.

A superfície apresente sutis logotipos BMW estilizados, e a iluminação da grade e um gradiente de cor dentro dela aumentam ainda mais o efeito tridimensional.

Para mais informações sobre a BMW do Brasil, acesse: www.bmw.com.br.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®