Como é a telemetria veicular ao redor do mundo

Cada país tem uma característica única e, diante disso, as empresas buscam sempre entender o comportamento e as necessidades dos clientes. Com a MiX Telematics não é diferente. Líder global no fornecimento de informações de gestão de frotas, segurança do motorista e de soluções de rastreamento de veículos, a empresa presente em mais de 120 países, entre eles o Brasil.

Recentemente, a empresa publicou estudo sobre as tendências na área de telemetria  dentro do segmento de veículos comerciais, em mercados importantes na Europa: Reino Unido, França, Alemanha e Espanha.

O estudo mostra que, enquanto o mercado continuar a amadurecer, as empresas de telemetria buscarão, constantemente, novas e inovadoras maneiras para aumentar o retorno sobre os investimentos nessa tecnologia.

Embora o Brasil não esteja neste estudo, a telemetria tem crescido vertiginosamente na última década, principalmente em função de três fatores, explica Bruno Santos, engenheiro e gerente de Vendas e Marketing da MiX Telematics:

Eficiência: as empresas buscam soluções que aumentem a rentabilidade, em função da redução de gastos com manutenção, combustíveis etc.;

Segurança: Identificar e corrigir comportamento inadequado do motorista é o primeiro passo para  reduzir riscos e aumentar os níveis de segurança;

Conformidade: o  setor de transporte rodoviário é um dos setores com mais regulamentações, por isso a telemetria é fundamental para gerenciar essa questão.

“Aqui no Brasil temos um cenário pouco diferente do que acontece em outras regiões, porém devido a MiX Telematics ser uma multinacional no segmento de telemetria, estamos sempre de olho nas tendências dos demais países, trazendo para o mercado local soluções que já foram implementadas com sucesso lá fora. Assim, estaremos ainda mais preparados para atender de norte a sul do país”, explica Bruno.

Câmara Fria (gestão de temperatura) – O mercado global de transporte com temperatura controlada (câmara fria) deve crescer a uma taxa anual de 11% até 2020. No Reino Unido, este crescimento é impulsionado pelo setor de entrega em domicílio e da proliferação de lojas de conveniências em supermercados.

Na França,  existem 65 mil caminhões pesados e 45 mil veículos comerciais ligeiros, que operam nessa cadeia, o que representa 10% do transporte total. Na Espanha, a proporção é ainda maior; 82% dos operadores de telemetria estão envolvidos nessa área.

Dessa forma, a telemetria é primordial, em razão da preocupação com a qualidade dos alimentos transportados. Isso porque é necessário controlar a temperatura durante o trajeto, bem como a frequência e duração e eventos como abertura de portas, que podem trazer grande impacto sobre as temperaturas a bordo.

Furto e roubo de cargas – veículos particulares e comerciais – No Reino Unido, cerca de um terço de todos os veículos roubados nunca são recuperados e os roubos de cargas mais do que duplicaram no primeiro trimestre de 2015.

Na França, o número de roubos de carga denunciados aumentou de 1.673 incidentes em 2013 para 2.500 em 2014. Na Espanha, o resultado dos roubos de veículos comerciais é por volta de 8 milhões de euros por ano. Na Europa toda, o valor é de 22 mil euros.

Diante desse cenário, a telemetria ganha ainda mais valor nas empresas, que querem proteger seus veículos e mercadorias de forma eficaz e inteligente.

Construção – Com a economia europeia saindo da recessão, a construção tem registrado crescimento. Na Espanha, aumentou 2,4% em 2015 e é esperado um índice de 10% neste ano. No Reino Unido, programas de  construção de moradias e grandes projetos de infraestrutura continuam a crescer também.

Assim, com a melhoria das condições econômicas, a indústria da construção tem agora confiança e, consequentemente, o setor de telemetria tende a crescer, pois a tecnologia é aplicada para alavancar bons resultados, não só em veículos, mas também com a instalação de equipamentos mais requintados e destinados à segurança e eficiência.

Roubo de combustível – Apesar da queda dos preços, o roubo de combustível é um grande problema em toda a Europa. Na França, por exemplo, há a estimativa de que praticamente todas as empresas de transportes foram vítimas da prática em algum momento. Na Espanha, os crimes ocorrem perto das grandes cidades, como Barcelona, Sevilha e Valência.

Para esse caso, a telemetria contribui muito para a redução do crime, pois é possível monitorar o nível de combustível e alertar os gestores caso ocorram eventos relacionados.

Gestão de resíduos e reciclagem – Com 177 milhões de toneladas de lixo produzidos anualmente só no Reino Unido, gerir resíduos e reciclagem tornou-se um grande negócio. No entanto, o segmento sofre o reflexo de pressões econômicas significativas; na França, por exemplo, o custo da coleta de lixo aumentou quatro vezes desde 1990.

Assim, essas empresas buscam a telemetria para aumentar a eficiência na operação, já que com a tecnologia é possível reduzir custos. Consequentemente, há a expectativa de aumento de mercado ao longo de 2016.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®