Linha Accelo acelera as vendas dos caminhões leves Mercedes-Benz no primeiro trimestre

A Mercedes-Benz foi a marca que mais vendeu caminhões leves no Brasil no primeiro trimestre de 2019.

No volume acumulado de janeiro a março, foram emplacadas 887 unidades, o que resulta em 34% de participação de mercado.

Isso significa 4 pontos percentuais a mais em relação aos 30% do mesmo período de 2018, quando foram emplacadas 844 unidades.

“O Accelo 1016, com 491 unidades, é o nosso leve mais vendido no País no primeiro trimestre”, informa Ari de Carvalho, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil.

“Já o Accelo 815 teve 359 unidades emplacadas. Ambos se posicionaram entre os seis modelos mais vendidos pela marca este ano considerando todo o nosso portfólio”.

A região Sudeste foi a que mais adquiriu Accelo nos três primeiros meses de 2019, com aproximadamente 390 unidades.

Em seguida vieram o Sul, com cerca de 220 unidades, e o Nordeste, com 195.

“Transporte de bebidas, hortifrutigranjeiros, distribuição urbana e comércio eletrônico vêm puxando as vendas de caminhões leves no País”, diz Ari de Carvalho.

“No entanto, a versatilidade do Accelo nos segmentos de leves e médios torna esses modelos indicados para outras aplicações, como carga seca, baú frigorífico, isotérmico e de alumínio, plataforma de autossocorro e muito mais”.

Accelo é um caminhão moderno, versátil e confortável-Os caminhões Accelo – leves 815 e 1016 e médio 1316 – são amplamente reconhecidos pela força e robustez mesmo nas operações severas.

São muito resistentes, o que é fundamental para quem precisa de disponibilidade do caminhão para gerar resultado e lucro.

A linha Accelo ganha destaque por sua capacidade de carga, melhor ângulo de esterçamento e conforto da cabina similar ao de um automóvel.

Além disso, os modelos são referência em agilidade no trânsito da cidade e nas curtas distâncias, além de proporcionar facilidade de manobra ao motorista.

Entre os diferenciais do Accelo estão: câmbio totalmente automatizado, sem pedal de embreagem, o que resulta em mais conforto; cabina estendida, que oferece melhor ergonomia e mais espaço para os ocupantes e para a acomodação de objetos; e tanque adicional de combustível de 150 litros, o que eleva para 300 litros a capacidade total do Accelo, resultando na maior autonomia do segmento.

Para aquisição de caminhões Mercedes-Benz, a marca disponibiliza diversas opções para autônomos e frotistas, como financiamentos pelo Banco Mercedes-Benz (CDC, BNDES Finame, Leasing e Leasing Operacional, como ainda produtos de seguros), planos de Consórcio (três grupos específicos de 300 participantes cada para leves, médios/semipesados e extrapesados) e negócios com troca de seminovos via SelecTrucks.

Além de formas de aquisição, os clientes da marca contam com amplo portfólio de Peças e Serviços, como três linhas de peças de reposição (genuínas, remanufaturadas e Alliance), planos de manutenção e sistema de gestão de frota e rastreamento Fleetboard.