Royal Enfield Bullet 500 ganha disco de freio na roda traseira e sistema ABS

A Royal Enfield, marca de motocicletas mais antiga do mundo em produção contínua, começou a comercializar o modelo Bullet 500 com disco de freio na roda traseira e sistema ABS em ambas, como equipamento original.

O objetivo da marca é garantir a segurança dos pilotos e ocupantes das motocicletas e atender às normas estabelecidas recentemente pelo CONTRAN.

“A obrigatoriedade do ABS é um passo importante para salvar vidas, já que o sistema diminui e/ou evita riscos para os motociclistas em situações de emergência. A Royal Enfield sempre dispôs de produtos que oferecem segurança e, por isso, optou por inserir esses equipamentos de frenagem na Bullet. Além disso, vale ressaltar que a Himalayan chegou ao Brasil, em janeiro deste ano, já com ABS de fábrica. Para a Classic, desde o segundo semestre de 2018, as versões sem ABS estão sendo gradualmente substituídas por unidades com o sistema”, afirma Claudio Giusti, diretor Geral da Royal Enfield Brasil.

A Bullet possui 500 cilindradas e injeção eletrônica. É a mais antiga motocicleta em produção contínua do mundo, sendo fabricada desde 1932. Com uma base de clientes global muito leal, é reconhecida por ser sinônimo de força e confiabilidade.

Apresenta um design atemporal e icônico, que mantém a aparência tradicional de mais de oito décadas de existência, agora equipada tecnologicamente com os avanços da engenharia.

Sua pintura clássica feita à mão, desenhada com risca de giz, pode ser encontrada nas cores preto com prata, verde com dourado e cinza com laranja.

Possui a insígnia da Royal Enfield, que simboliza sua ligação à realeza. O preço sugerido para comercialização do modelo, sem frete, é de R$ 19.990, nas concessionárias oficiais da marca em São Paulo, Brasília, Curitiba e Campinas.

- Publicidade - Mercedes-Benz