Segunda geração do Onix chega com uma família de motores inteiramente nova

Quem procura um veículo compacto valoriza o espaço interno, tecnologias inovadoras de conectividade, comodidade e segurança além de motor econômico.

Para elevar o patamar tecnológico do Onix sem mexer na relação custo-benefício foi estabelecido um programa de escala para diluir os custos de engenharia, manufatura e desenvolvimento de fornecedores. Isso foi viabilizado graças ao desenvolvimento global.

As especificações do produto, no entanto, foram customizadas para cada mercado.

Tanto que o Novo Onix no Brasil possui características mecânicas exclusivas para nosso tipo de combustível.

A segunda geração do modelo chega com uma família de motores inteiramente nova, de três cilindros, da família Ecotec. São duas configurações: 1.0 aspirado (até 82 cv/10,6 kgfm) e 1.0 com turbo (até 116 cv/16,8 kgfm).

O motor Ecotec 1.0 Flex Turbo da Chevrolet apresenta bloco de alumínio, cabeçote com duplo comando variável de válvulas, coletor de escape integrado, bomba de óleo de duplo estágio de pressão variável, além de diversos conceitos inovadores ou até mesmo inéditos na categoria.

O volante do motor possui um sistema de dupla massa suspensa que absorve de forma mais eficiente as vibrações provenientes do motor para a transmissão;

Correia dentada imersa em óleo de funcionamento mais silencioso que o sistema de correntes usado pela concorrência e igualmente livre de manutenção até 240 mil quilômetros.

Optimização do virabrequim para que os pistões fiquem deslocados do centro dos cilindros para menor atrito da movimentação dos pistões.

Outro destaque fica por conta do sistema avançado de gerenciamento eletrônico, que potencializa os resultados tanto na configuração manual como na automática, ambas de seis marchas.

O Novo Onix 1.0 Turbo Flex acelera de 0 a 100 km/h em até 10,1 segundos tanto na versão manual quanto na automática.

“Com o avanço principalmente da eletrônica, não dá para comparar carros mais modernos apenas pela ficha técnica, assim como não é possível comparar duas orquestras só pelos instrumentos. Para ambos é a afinação dos equipamentos e a harmonização do conjunto que importam”, compara Dalício Guiguer, diretor de Programas da GM.

Várias destas tecnologias também contribuem para o menor consumo de combustível. Tanto que na versão aspirada, o Novo Onix aparece como o hatch à combustão mais econômico do mercado, de acordo com dados do Inmetro.

Com gasolina no tanque, o Novo Onix com transmissão manual de seis marchas roda, em média, 16,7 km/l na estrada e 13,9 km/l na cidade. Os números com etanol são 11,7 km/l e 9,9 km/l, respectivamente.

Este novo conjunto mecânico foi projetado para ter maior durabilidade. Para isso, foram desenvolvidas diferentes soluções, como um tipo de injeção eletrônica com bicos aquecidos menos vulnerável a oscilações de qualidade do combustível.

A maior durabilidade reflete no menor custo das revisões fixas. A redução de mão de obra e dos custos de revisão até 60 mil quilômetros foram ao todo de 16%. Além disso, o intervalo das trocas de óleo subiu de 5 mil para 10 mil quilômetros.

Calibração exclusiva – O trabalho de dinâmica veicular do Novo Onix começou na fase de definição da arquitetura do veículo, caracterizada pela maior rigidez de carroceria, possibilitando uma maior versatilidade de calibração da suspensão com maior foco em conforto e mantendo o melhor compromisso entre dirigibilidade, estabilidade e prazer ao dirigir.

“O novo Onix alcança aqui um patamar de refinamento dinâmico que extrapola os níveis até então conhecidos na categoria. Para o hatch, trabalhamos numa nova calibração dos amortecedores que resultou em uma menor rolagem dinâmica da carroceria, que, somado ao fato de a direção elétrica ter ficado mais direta, a sensação que se tem é de maior agilidade e esportividade em curvas”, explica Fabiola Rogano, vice-presidente de engenharia da GM.

O desenvolvimento da calibração do Novo Onix foi realizado no Campo de Provas da GM em Indaiatuba (SP).

Mecânica Online

Start/Stop – A BorgWarner anunciou o início da produção nacional do motor de partida para o sistema Start/Stop, em Brusque (SC), que terá início no segundo semestre de 2020. O produto será destinado a modelos da linha leve com motores 1.0 e 1.3 de duas grandes montadoras em operação no Brasil. Segundo levantamento da BorgWarner, esta tecnologia deverá crescer nos próximos dez anos.

Turbos – Com as regras cada vez mais exigentes de emissões e eficiência energética, a expectativa da BorgWarner é que o uso de turbos siga em alta em todo o mundo, especialmente no segmento de veículos leves, indo de 43% em 2017 para 59% dos modelos novos em 2027.

Choque – Entre os elétricos, a previsão da BorgWarner é que este mercado saia dos 900 mil veículos produzidos em 2017 para 5,6 milhões em 2023, globalmente.

Fim do ano: manutenção e segurança – Com o final de ano chegando, muitos já preparam as malas e o carro para aproveitar o período de descanso e lazer. No entanto, alguns cuidados com a segurança pessoal e a revisão veicular acabam passando batidos. A verificação de itens básicos pode ser feita antes mesmo de sair de casa, com o automóvel na garagem e um pouco de atenção. Confira a seguir.

Inspeção visual – Verifique o funcionamento dos conjuntos de iluminação e sinalização do carro, como faróis, lanternas, luzes de freio e setas. É muito importante que você veja e seja visto nas estradas. Além disso, uma lâmpada queimada é motivo para multa.

Níveis de fluidos – Além do combustível, outra checagem importante e fácil é a análise dos níveis de fluidos do veículo: óleo do motor, líquido de arrefecimento, dos freios e do limpador de para-brisas. Em caso de dúvida, consulte o manual do fabricante.

Estado dos pneus – Examine o nível de desgaste e pressão de todos os pneus, inclusive o estepe. Quando gastos e descalibrados, eles perdem aderência ao solo e podem trazer riscos para a segurança de quem está no veículo.

==============================================

Tarcisio Dias é profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista, desenvolve o site Mecânica Online® (www.mecanicaonline.com.br) que apresenta o único centro de treinamento online sobre mecânica na internet (www.cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Coluna Mecânica Online® – Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º e 13º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuição gratuita todos os dias 10, 20 e 30 do mês.
http://mecanicaonline.com.br/wordpress/category/colunistas/tarcisio_dias/

- Publicidade - Mercedes-Benz