Dirigir sob chuva forte requer cuidados especiais

Com o início do verão, as ocorrências de chuvas fortes se tornam mais comuns, principalmente no período da tarde.

Por isso, os motoristas devem tomar cuidados redobrados ao enfrentar as consequências do mau tempo, como visibilidade prejudicada, vias mais escorregadias, obstáculos que podem surgir devido aos ventos fortes e a modificação dos padrões de condução e comportamento dos veículos, como aderência ao solo e estabilidade.

A instrutora de trânsito do SEST SENAT São Vicente, Debora Silva, traz importantes orientações para que os motoristas possam dirigir na chuva com maior segurança.

“Além da atenção redobrada e da necessidade de se reduzir a velocidade, deve-se aumentar a distância dos outros veículos, para que você possa desviar a tempo no caso de algum acidente com os veículos que estão à frente. Além disso, é fundamental observar se os vidros estão limpos e desengordurados, e se as palhetas do limpador de para-brisas estão em bom estado”, explica.

Em casos de enchentes, a especialista alerta para a importância de verificar se a altura da água ultrapassa a metade das rodas.

“Caso a água esteja nessa altura ou menos, ainda é possível seguir em frente, desde que o terreno não seja em declive. É importante manter aceleração constante para não deixar o veículo morrer”, completa Debora.

A instrutora ainda apresenta outras recomendações para que os motoristas saibam como agir em situações de chuvas fortes:

– Dirija de acordo com o limite de velocidade da via, e se houver necessidade reduza mais;

– Quando houver uma fina camada de água sobre a pista, pode ocorrer a aquaplanagem, situação em que o veículo perde a aderência ao solo. Por isso, a velocidade deverá ser diminuída;

– A manutenção e correta calibração dos pneus é imprescindível. Pneus velhos, carecas e com sulcos rasos podem tornar situações como essa ainda mais perigosas;

– Deve-se manter as mãos no volante, pois a pista molhada torna necessário manter controle maior sobre o carro;

– Evite frear bruscamente ou fazer manobras e ultrapassagens arriscadas;

– Não fale ao celular nem mexa no rádio. Lembre-se de que a atenção deve ser redobrada;

– Mesmo durante o dia, acenda os faróis baixos, pois eles focam mais no chão, ajudam a sua visibilidade e a dos outros motoristas;

– Se a chuva estiver forte demais, deve-se considerar a hipótese de estacionar o veículo em lugar seguro e voltar a dirigir quando as condições estiverem melhores.

- Publicidade - Mercedes-Benz