Conheça a estrutura mecânica do carro do futuro

Para muitos o ano de 2020 reservava mais tecnologias, inovações, medicina moderna e responsiva, veículos autônomos ou mesmo carros voadores, e aqui estamos nós, aprendendo o mínimo de higienização para sobreviver a um novo vírus que surgiu levando a vida de tantas pessoas queridas.

Mas nem tudo está perdido. Você leitor do Mecânica Online® será apresentado ao que entendemos como o carro do futuro, um caminho sem volta quando consideramos custo de produção, manutenção e aquisição, principalmente ao ganhar escala de produção.

Muita gente falava que esse vírus, lá da China, por lá mesmo ficaria, e ele chegou. Também escuto o mesmo dos carros elétricos, que não vão chegar em nosso Brasil, mas eu aviso, eles já chegaram e estão chegando ainda mais. É só questão de tempo, de custo, de ampliação da autonomia da bateria elétrica.

O custo de utilização é muito baixo e a mecânica envolvida é ainda mais simples. Você ficaria feliz em andar num carro que faça entre 20 e 25 quilômetros por litro? Quanto você aceitaria pagar?

Com um veículo elétrico atualmente é possível rodar 100 quilômetros com apenas 10 reais, ou dois doláres.

E a manutenção? O famoso pós-venda? Um motor tradicional tem, por baixo, 2.000 peças, cerca de 150 kg e toda complexidade envolvida. Num carro elétrico precisamos de 40 a 50 peças, enquanto o peso fica na ordem 60 kg. A manutenção da bateria elétrica pode acontecer a cada dois anos, numa avaliação simples. Não há óleo para troca.

Agora que já passamos pelo motor de combustão interna e falamos dos elétricos, vamos então ao futuro, pois o automóvel procura o caminho modular, ou seja, tudo é mais simples de ser trabalhado quando temos partes menores sendo desenvolvidas.

A REE Automotive (REE) e a KYB Corporation (KYB) anunciaram uma parceria estratégica para desenvolver recursos de suspensão para futuras plataformas de veículos elétricos (EV).

Os fornecedores de sistemas automotivos de suspensão semiativa e ativa impulsionarão a plataforma EV de próxima geração, que oferece total liberdade de projeto e soluções escaláveis ​​e econômicas em mobilidade eletrônica.

A experiência combinada das duas empresas remodelarão a circulação de mercadorias, pessoas e serviços ao revolucionar o design de veículos elétricos.

A parceria acende um novo nível de tecnologia de suspensão na solução de arquitetura,  que integra todos os componentes do veículo do trem de força (direção, frenagem, suspensão, motor eletrônico) ao volante.

Temos uma plataforma completamente plana – permitindo total liberdade de projeto, desempenho e segurança aprimorados e aplicações modulares para qualquer tipo de veículo.

Essa tecnologia desempenhará um papel crucial no rápido desenvolvimento da arquitetura EV de próxima geração, que reinventa o veículo elétrico com uma plataforma completamente plana, escalável e totalmente modular, pronta para levar o futuro da mobilidade eletrônica.

- Publicidade - Mercedes-Benz