Extrapesados VW: os caminhões modularizados sob medida

Independentemente da cabine, o chassi é sempre o mesmo na nova família de extrapesados VW, que chega a ter 11 variações quando se pensa somente na combinação entre as duas opções de suspensão e até três dimensões de entre-eixo.

Com essa modularidade, a oferta da VWCO permite que os clientes configurem o veículo para sua máxima produtividade.

Soma-se a isso toda a robustez já característica dos produtos da marca e o resultado é sentido de forma bastante significativa no custo total da operação, o chamado TCO.

Chassi – Considerado como a coluna vertebral do veículo por abrigar cerca de 90% das peças do veículo, o chassi dos novos modelos foi projetado por engenheiros da Volkswagen Caminhões e Ônibus a partir de todo o know-how acumulado pelos profissionais em anos de experiência no segmento, seja com outros modelos VW ou com a linha MAN TGX.

O objetivo do rigoroso desenvolvimento foi deixar os veículos mais leves para culminar na máxima capacidade de carga.

Esse esforço dos profissionais da VWCO pode culminar numa redução de peso do veículo de mais de 700 kg quando considerada a versão mais leve do caminhão (equipada com o menor tanque, rodas de alumínio e suspensão pneumática).

Todas as peças do projeto passaram por um rígido e criterioso estudo de cálculo estrutural, objetivando a maximização da robustez com o menor peso possível, com o novo design e materiais que garantem a maior capacidade de carga útil.

Esse trabalho também cumpriu sua finalidade de facilitar a manutenção, tanto pela comunização de componentes como por novidades como a tampa da bateria posicionada de forma a agilizar o acesso.

Eixos – As novas relações no eixo traseiro são um capítulo à parte e merecem destaque.

O conjunto está desenhado para proporcionar o melhor desempenho e o menor consumo de combustível ao veículo, podendo o cliente escolher a relação de eixo que se adeque à sua operação, com o suporte do consultor de vendas da rede VWCO.

Além do rendimento, os modelos se diferenciam ainda pelo conforto adicional de um sistema de direção totalmente novo para suavizar a experiência ao volante.

Dentro do conceito sob medida da marca, o mesmo chassi pode vir com três opções de entre-eixos, otimizados para a melhor distribuição da carga e para poderem rodar com o implemento no comprimento máximo permitido pela legislação brasileira, resultando numa maior capacidade de tração, que pode chegar até a 125 toneladas no modelo off-road e variando de 53 toneladas no 6×2 a 74 toneladas na versão 6×4 rodoviária.

Para se ter um parâmetro de comparação: antes a linha VW chegava ao máximo de 63 toneladas na estrada.

Nos modelos VW Meteor 28.460 6×2 e 29.520 6×4, a distância entre os eixos pode ser de 3.200, 3.400 ou 3.600 mm. Já no Constellation, o entre-eixo será de 3.200 mm para o off-road 6×4.
Suspensão – Outro componente desenvolvido pela Engenharia da VWCO para o melhor resultado operacional é a suspensão, que, em algumas configurações, pode representar até mesmo uma redução de 170 quilos no peso total do veículo.

Seja na versão metálica ou na pneumática, os profissionais da montadora desenvolveram conjuntos que melhor se adaptam à realidade brasileira de operação.

Para o VW Meteor, a versão com oito bolsões de ar está disponível em todas as variações do modelo, seja no 6×2 ou no 6×4.

Já a metálica com dois feixes de molas parabólicas na dianteira e três feixes na traseira poderá equipar o 28.460 6×2 com entre-eixo de 3.600 mm ou o 29.520 6×4 com qualquer entre-eixo. O VW Constellation 33.460, por sua vez, tem suspensão metálica.

A suspensão pneumática vem com um sistema inteligente de leitura da carga transportada por eixo e com a habilidade para redistribuição de forma a equilibrar o peso em cada eixo.

O motorista também tem a opção de programar os bolsões de ar para ajustar a altura do implemento durante o carregamento ou o descarregamento do veículo. Tudo executado por controle remoto, a partir de dentro da cabine.

O extrapesado para operação fora de estrada traz ainda um importante atributo: seus eixos traseiros vêm com redução nos cubos, ideais para aplicações com alto desempenho no transporte pesado off-road.

Tanques – Todos os modelos vão estar com dois tanques, com capacidades que variam de 630 a 940 litros, de acordo com o entre-eixo escolhido.

Com exceção do off-road, todos são de alumínio. Os extrapesados VW também dispõem de taque para 100 litros de Arla 32, a maior autonomia da categoria, o que maximiza a produtividade por evitar a necessidade de abastecimento durante a viagem.

Mais novidades e segurança – Como se não bastassem tantas variações, a VWCO ainda vai oferecer ao cliente entre os opcionais o escapamento vertical e o basculamento elétrico.

Outra possibilidade será uma proteção extra do bloqueio de diferencial para operações severas no modelo VW Constellation 6×4.

Os extrapesados VW Constellation também vêm com um suporte atrás da cabine, como preparação para aplicações que requeiram o reposicionamento do sistema de conexão pneumática e elétrica entre o cavalo e o implemento, outra solicitação vinda diretamente do mercado nos testes com clientes.

Além de todos os pontos mencionados, o Constellation é equipado com freios ABS, sistema que evita que a roda bloqueie quando o pedal de freio é pisado fortemente e entre em derrapagem.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®