Com um dos mais ambiciosos planos da indústria automotiva, Volvo Cars recebe validação para ações climáticas

O plano climático, com o qual a Volvo Cars se esforça para tornar-se uma empresa neutra em relação ao clima até 2040, foi cientificamente verificado pela Science Based Targets Initiative (SBTI), uma organização sem fins lucrativos que fornece às empresas um caminho claro para apoiar o Acordo de Paris.

A Volvo Cars foi a primeira montadora estabelecida a se comprometer com a eletrificação total e é a única marca a oferecer uma variante híbrida plug-in em praticamente toda sua linha.

A marca também irá introduzir uma gama de modelos totalmente elétricos nos próximos anos, começando com o XC40 Recharge, que chega ao Brasil no segundo semestre de 2021.

De acordo com o SBTI, o plano climático da Volvo Cars, que também inclui ambições de curto prazo para 2025, está alinhado com os níveis de redução de carbono necessários para limitar o aquecimento global a bem abaixo de 2°C em comparação com os níveis pré-industriais.

Em seu processo de validação, o SBTI especifica quanto e com que rapidez as empresas individuais devem reduzir suas emissões de gases de efeito estufa para atender às ambições estabelecidas no Acordo de Paris.

“Como uma provedora de mobilidade, nós fazemos parte do problema das mudanças climáticas, mas também podemos fazer parte da solução”, disse Hanna Fager, Head de funções corporativas da Volvo Cars.

“Temos a responsabilidade de agir. É por isso que a redução de carbono tem a maior prioridade em nossa empresa. Ter nossas ambições climáticas validadas pelo SBTI nos dá uma garantia valiosa de que estamos no caminho certo.”

Lançado no ano passado, o plano climático abrangente da Volvo Cars aborda as emissões de carbono em todas as suas operações e produtos, em direção à sua visão de se tornar neutra para o clima até 2040.

O comprometimento com o plano – O plano vai além de abordar as emissões do escapamento por meio da eletrificação, a empresa também enfrentará as emissões de carbono em sua rede de manufatura e operações mais amplas, sua cadeia de suprimentos e por meio da reciclagem e reutilização de materiais.

Como um primeiro passo tangível em direção à sua visão 2040, a empresa visa reduzir sua pegada de carbono do ciclo de vida por carro em 40% até 2025.

O plano inclui as seguintes ambições: uma redução de 50% nas emissões do escapamento por carro, uma redução de 25% por carro nas emissões operacionais de carbono, incluindo de fabricação e logística, e uma redução de 25% por carro nas emissões de carbono da cadeia de suprimentos.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®