quarta-feira, 24 julho , 2024
28 C
Recife

PSA Peugeot Citroën inicia produção em série do Peugeot 2008 no Brasil

Desenvolvimento do carro recebeu investimentos de R$ 400 milhões – A PSA Peugeot Citroën iniciou hoje no Brasil, no seu Polo Industrial de Porto Real, no Estado do Rio de Janeiro, a produção em série do novo SUV compacto da marca Peugeot, o 2008.

Desde o seu lançamento na Europa, o crossover superou as expectativas de vendas do Grupo, acumulando mais de 200 mil unidades comercializadas. Símbolo da estratégia internacional da PSA Peugeot Citroën, o Peugeot 2008 foi mais um veículo a ter equipes de diferentes partes do mundo envolvidas na concepção do projeto – França, Brasil e China.

- Publicidade -

“O Peugeot 2008 é uma demonstração clara do novo posicionamento mundial do Grupo PSA, com veículos globalizados. Seus números de vendas na Europa e na China, mercados em que já foi lançado, superaram as expectativas do Grupo e tenho certeza de que no Brasil o modelo seguirá o mesmo caminho. O início da produção do Peugeot 2008, na nossa fábrica de Porto Real, vem reforçar ainda mais nosso compromisso com o Brasil”, afirma Carlos Tavares, Presidente Mundial (CEO) da PSA Peugeot Citroën.

A PSA Peugeot Citroën investiu cerca de R$ 400 milhões no desenvolvimento do novo Peugeot 2008 no Brasil e na adaptação do Polo Industrial de Porto Real para produzi-lo. No total, foram 3 anos de um trabalho que envolveu uma equipe de mais de 300 pessoas baseadas no próprio Centro de Produção e no Latin America Tech Center, o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Design da PSA Peugeot Citroën, que tem sede no Brasil.
“O Peugeot 2008 é um sucesso mundial. O início de sua produção em Porto Real resulta de um excelente trabalho de integração local, desenvolvido por nossas equipes de Pesquisa, Desenvolvimento e Design. Vamos oferecer aos nossos clientes um veículo com muita tecnologia, muita segurança e muito bem adaptado às condições de terreno do Brasil”, diz Carlos Gomes, Presidente Brasil e América Latina da PSA Peugeot Citroën.

“O Peugeot 2008 trará ao segmento dos SUV’s compactos o conceito do i-cockpit, que associa a utilização do volante multifunções de dimensões reduzidas ao painel de instrumentos em posição elevada e à central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque e integrada”, diz Fábio Alves, Chefe do Produto 2008 na América Latina.

- Publicidade -

Outra novidade do modelo é a alavanca do freio de mão do tipo manche de avião. As cores e os materiais do interior foram pensados para criar um ambiente que remeta ao universo SUV.

Sobre o desenvolvimento do Peugeot 2008 em Porto Real, a Chefe do Projeto, a engenheira Maria Célia Zikan, acrescentou: “Foi uma imensa satisfação desenvolver no Brasil esse projeto, que simboliza a globalização dos produtos do Grupo PSA. Após esses 3 anos, tenho muito orgulho de representar uma equipe que trabalhou com muita motivação e rigor, aplicando as melhores práticas de projetos anteriores e contribuindo para tornar o 2008 um grande sucesso”. Alguns números sobre o Projeto Peugeot 2008, na América Latina, confirmam as palavras de Zikan:

· 900.000 horas de trabalho das equipes do projeto.
· Mais de 200 novas peças.
· Cerca de 40 fornecedores envolvidos no projeto.
· Índice de Nacionalização de peças de cerca de 80%.
· Cerca de 31 kg de materiais verdes (ex: os carpetes, que utilizam PET reciclado, EVA reciclado e resíduos de madeira certificada e o para-barro, que utiliza Polipropileno reciclado).
· Mais de 800 mil km rodados em testes.

- Publicidade -

Polo Industrial Brasil – O Polo Industrial Brasil, em Porto Real, que completou 14 anos de atividades no dia 1º de fevereiro, recebeu várias inovações e equipamentos para produzir um projeto tão avançado como o do Peugeot 2008. Novas tecnologias foram implementadas para adequá-lo ao Projeto. Entre as principais ações, por área de produção, destacam-se:

Na Ferragem (Chaparia):
Instalação de 20 novos robôs e adequação nas trajetórias e automação de mais 29 robôs.
Uma linha totalmente nova para fabricação da lateral do modelo.
Adaptação do processo existente de produção de portas, capô, teto e tampa traseira.
Melhoria no processo para garantir a harmonia geométrica do novo design.
Adequação ergonômica para os novos postos de trabalho.

Na Pintura:
Novos cordões de estanqueidade para a tampa do porta-malas.
Adaptação do processo das trajetórias dos robôs de pintura.
Evolução do processo que utiliza materiais verdes (ex: tinta hidrossolúvel, sem solventes).

Na Montagem:
Novas operações de montagem na linha atual.
Adequação ergonômica para os novos postos de trabalho.
Adaptação dos processos de colagem dos vidros de teto (Cielo), para-brisa e tampa do porta-malas.

Em Formação:
Mais de treze mil horas de formação teórica e prática.
Cerca de três mil horas de treinamento, entre fabricação de veículos e testes de rodagem.

A produção brasileira do Peugeot 2008 atenderá ao mercado nacional e, em um futuro próximo, também será destinada à exportação.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão