quinta-feira, 25 julho , 2024
28 C
Recife

Fundação Toyota fortalece turismo sustentável na Costa dos Corais

Melhorar a qualidade no atendimento aos turistas, gerar renda e aumentar a conscientização ambiental são os principais objetivos da iniciativa Jangadeiros da Rota Ecológica. A ação será desenvolvida por meio do projeto Toyota APA Costa dos Corais pelo Instituto Yandê com apoio da Fundação Toyota do Brasil.

O objetivo da atividade é capacitar mais de 40 jangadeiros dos municípios alagoanos de Porto de Pedras, São Miguel dos Milagres e Passo de Camaragibe, para atender os turistas que visitam as áreas diariamente.

- Publicidade -

O projeto Jangadeiros da Rota Ecológica será realizado em um período de dez meses e contará com palestras e oficinas, que irão disseminar informações sobre os ecossistemas da região como recifes de coral, estuários, manguezais, praias e mata atlântica.

O objetivo é que esses profissionais sensibilizem os visitantes sobre a necessidade da conservação dos ambientes, fortalecendo o turismo sustentável e desenvolvendo de forma regrada as atividades econômicas nas áreas de visitação da APA Costa dos Corais.

O seminário de abertura do projeto aconteceu na última semana na Biblioteca de São Miguel dos Milagres, em Alagoas, e contou com a presença dos jangadeiros de base comunitária e parceiros do Toyota APA Costa dos Corais. O primeiro curso está previsto para acontecer ainda em setembro.

- Publicidade -

Toyota APA Costa dos Corais

Realizado no Nordeste brasileiro, em oito municípios de Alagoas e três em Pernambuco, o projeto Toyota APA Costa dos Corais é uma parceria entre a Fundação Toyota do Brasil, Fundação SOS Mata Atlântica, ICMBio e entidades locais. A ação tem como prioridades a conservação dos recifes de corais, proteção das áreas de manguezais e o desenvolvimento de negócios sustentáveis ligados à pesca e ao turismo responsáveis dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais, um dos ambientes recifais mais importantes do mundo.

Também faz parte da ação a preservação do habitat e dos ecossistemas associados ao peixe-boi marinho, que de acordo com recente levantamento divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), deixou de constar na categoria Criticamente em Perigo (CR) e passou para a Em Perigo (EN), classificação intermediária da lista brasileira de animais ameaçados de extinção. A iniciativa trabalha agora para que a espécie passe para a categoria Vulnerável (VU) até que haja a recuperação total da espécie, sendo retirada do documento brasileiro.

- Publicidade -

Como característica das iniciativas de desenvolvimento sustentável, foi criado um fundo, administrado pela Fundação SOS Mata Atlântica, para que o projeto seja autossustentável em um período de dez anos. No total, são mais de 413 mil hectares de área protegida na Toyota APA Costa dos Corais.

E para que cumpra sua meta, o fundo só poderá ser utilizado após adquirir capacidade de gerar, com seu próprio rendimento, os recursos necessários para a manutenção das atividades de gestão da área previstas no plano de trabalho do projeto.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão