quinta-feira, 22 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Cerco para evitar acidentes envolve cuidados para caminhões e motoristas

- Advertisement -

Uma pesquisa realizada em cinco estados brasileiros entrevistou 5,5 mil caminhoneiros e descobriu que 23% deles já sofreram algum tipo de acidente relacionado à falta de cuidado básico com a saúde.

Já o prejuízo provocado pela falta de manutenção preventiva dos veículos é imensurável. Sem fiscalização efetiva sobre estado de freios, pneus, amortecedores, entre outros itens, não é possível saber se os mais de 41 milhões de veículos que rodam pelo país estão em boas condições.

Para evitar os riscos e garantir a saúde do caminhoneiro e do caminhão é preciso agir preventivamente. “Assim como o profissional precisa passar por exames de rotina, o veículo precisa frequentemente da manutenção antecipada. Mas por falta de suporte rápido, muitas vezes, as empresas ou caminhoneiros autônomos acabam não dedicando um tempo para esses cuidados, com receio de perder tempo e dinheiro com o veículo parado”, comenta Carlos Werner, Gerente Comercial de Pós-venda.

- Advertisement -

Como não há legislação específica para garantir mais rigor na verificação dos itens dos veículos, cabe ao motorista ter a consciência da importância de cuidar do caminhão e ver esse serviço como uma economia, uma vez que a revisão preventiva é mais barata do que a corretiva, quando o veículo já apresenta o problema ou em caso de acidentes.

“Parar o caminhão por muito tempo é um dos principais motivos dessa negligência, por isso cada vez mais as oficinas criam mecanismos para dar suporte ao profissional no menor tempo possível. Técnicas usadas pelas equipes de corridas em fórmula um são adaptadas a realidade dos caminhões para garantir a menor perda aos profissionais”, afirma Werner.

Revisar cerca de 70 itens em uma hora foi a estratégia desenvolvida pela Dicave, representante da Volvo em Santa Catarina, para reduzir o tempo de espera dos caminhoneiros e, dessa forma, atender uma necessidade da categoria: deixar o caminhão parado o menor tempo possível.

- Advertisement -

“O serviço que chamamos de Pit Stop pode ser agendado ou realizado imediatamente em casos de emergência. Normalmente, essa manutenção leva 48 horas, da abertura da agenda até a entrega do caminhão. Desenvolvemos uma logística que reduz o tempo e não interfere na qualidade e no resultado do trabalho” explica.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos