quinta-feira, 22 fevereiro , 2024
28 C
Recife

Peixe-boi marinho é devolvido à natureza na Costa dos Corais

- Advertisement -

Na última terça-feira, dia 29, na Costa dos Corais, região localizada no litoral nordeste do Brasil entre os estados de Pernambuco e Alagoas, o peixe-boi fêmea Branca foi devolvido ao seu habitat natural em uma ação realizada pela Base Avançada do Centro de Mamíferos Aquáticos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (CMA/ICMBio) com apoio da Fundação Toyota do Brasil. A soltura efetuada no Rio Tatuamunha, em Porto de Pedras, Alagoas, foi a terceira de 2015, chegando a marca de 41 indivíduos reintroduzidos à natureza, desde 1994.

A espécie, que está classificada na Lista de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção na categoria “Em Perigo” (EN), contabiliza cerca de 1000 peixes-boi entres Alagoas e o Amapá. Segundo especialistas, a perda de habitat e o encalhe de filhotes são as principais ameaças de extinção.

“Essa atividade é muito estratégica, pois visa reintroduzir a espécie, reconectando as duas populações isoladas e proporcionando também um fluxo gênico. Isso reduz as chances de extinção”, explica Iran Normande, responsável pela Base do CMA.

- Advertisement -

Branca foi resgatada, em 2011, ainda filhote na Praia de Areias Alvas, no Rio Grande do Norte, sendo alocado na Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (AQUASIS). Após estabilização clínica foi translocada para o Centro de reabilitação do CMA de Pernambuco.

E, em 2014, foi transportada para o estuário do Rio Tatuamunha, em Alagoas, onde permaneceu para processo de readaptação ao ambiente natural.  No cativeiro de aclimatação, o peixe-boi pode se adaptar às variações de maré e salinidade e, ainda, a conviver com outros organismos, aumentando suas chances de sobrevivência após a soltura.

O programa de Manejo para Conservação do Peixe-boi foi criado em 1994 a partir da reintrodução dos peixes-boi Astro e Lua em Paripueira, Alagoas. Até o momento, ocorreram 20 translocações de outras áreas, 41 animais reintroduzidos na natureza entre os estados de Alagoas e Paraíba.

- Advertisement -

O município de Porto das Pedras, em Alagoas, é a principal área de soltura no país por meio da Base Avançada do CMA, que executa a adaptação, soltura e monitoramento destes indivíduos. O objetivo é recolonizar áreas ocupadas no passado, reconectar populações isoladas entre os estados de Alagoas e Pernambuco e aumentar a variabilidade genética destas populações, protegendo-as da extinção.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn

Lançamentos