segunda-feira, 4 março , 2024
28 C
Recife

ABB fornece o primeiro carregador de veículos universal para o 1.º eletroposto em rodovia no Brasil

A ABB, empresa líder em tecnologias de energia e automação, acaba de fornecer um carregador rápido de veículos universal para o posto Graal 67, da Rodovia Anhanguera – sentido interior, localizado em Jundiaí (SP).

O eletroposto para veículos elétricos é uma parceria da CPFL Energia, da Rede Graal e da CCRAutoBAn – concessionária responsável pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes – que tem o objetivo de implementar o primeiro corredor intermunicipal para veículos elétricos do País, interligando Campinas a São Paulo.

“O eletroposto é uma parceria entre várias empresas a fim de viabilizar um projeto de mobilidade. A ABB tem expertise em desenvolvimento, instalação e manutenção de infraestrutura para carregamento de veículos elétricos, não podíamos deixar de contribuir”, explica Michael Gaechter, Gerente Geral da Unidade de Negócios de Power Conversion da ABB.

O carregador fornecido pela ABB é o AC/DC Fast Charger Terra 53 CJG, modelo que está, atualmente, em operação em mais de 2.000 eletropostos no mundo. O equipamento é compatível com veículos elétricos que utilizam o padrão SAE Combo (CCS), padrão CHAdeMO e o padrão AC tipo 2.

O tempo de carregamento varia de 15 a 30 minutos em DC (corrente contínua) e 30 a 60 minutos em AC (corrente alterna) e pode carregar até dois veículos simultaneamente. O carregador é uma solução eficaz que pode ser facilmente integrada à rede de distribuição existente. É a única estação de carregamento rápido configurável com tipos de saída única, dupla ou tripla de 50 kW.

A linha de carregadores rápidos ABB Terra tem todos os serviços conectados via web, o que permite facilidade de conexão para acesso dos dados de seus carregadores por meio de diferentes sistemas de gerenciamento via software: plataformas de pagamento comerciais ou soluções de gestão de energia via internet.

Com isso, é possível a execução remota de assistência técnica, atualização de softwares e resolução de problemas de diagnóstico.

A criação do corredor elétrico faz parte do Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia, um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) que estuda os impactos da utilização dos veículos elétricos financiado com recursos do programa de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) A pesquisa, iniciada em 2013, receberá R$ 21,2 milhões em investimentos até 2018, ano de sua conclusão.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn