sexta-feira, 12 abril , 2024
28 C
Recife

Saiba quais são os principais erros que diminuem a vida útil do pneu

Cuidar bem de um automóvel é fundamental tanto para a segurança do condutor e dos passageiros quanto para a conservação e durabilidade do veículo. Além da manutenção regular dos componentes principais, como motor e ligações elétricas, é preciso fazer a checagem periódica dos pneus e garantir seu bom funcionamento. Mas, mais do que isto, é importante tomar alguns cuidados básicos para que os pneus permaneçam em bom estado por mais tempo.

- Publicidade -

A atenção em relação aos pneus deve ser constante, e não somente quando há necessidade de reparos ou manutenções. Isso porque algumas medidas práticas são capazes de evitar o seu desgaste e manter o desempenho e a qualidade mesmo com maior tempo de uso. De acordo com Júnior Scarpa, diretor do e-commerce KD Pneus, os cuidados são fundamentais para a estabilidade do veículo.

“Adquirir pneus de qualidade e prevenir danos pode diminuir os custos com consertos, além de deixar o motorista mais tranquilo em relação à conservação do veículo”, explica Scarpa, que ainda listou mais cuidados para cuidar do pneu no dia a dia.

- Publicidade -

Em relação à pressão dos pneus, segundo o diretor da KD Pneus, é importante que ela esteja sempre calibrado dentro dos níveis recomendados nas especificações técnicas do veículo, podendo variar conforme o peso que será transportado. “Essa informação sempre tem no manual do proprietário e normalmente em um adesivo na porta do motorista ou no tanque de combustível”, orienta Scarpa.

Quando rodam com pressão abaixo da indicada, os pneus exigem maior força de rodagem, sobrecarregando o motor do carro e consumindo mais combustível. Por isso, verifique sempre se é necessário calibrar os pneus, sobretudo antes de uma viagem ou uso mais intenso do carro. Nessa situação, aproveite para verificar também o balanceamento e o alinhamento das rodas, que são fundamentais para evitar a deterioração irregular dos pneus.

O desgaste dos pneus também deve ser observado de perto. Quando sua superfície está na mesma altura do TWI (um pequeno calombo no sulco que indica o momento da trocado pneu), o desempenho da condução é prejudicado, podendo haver derrapagens e aquaplanagem em caso de chuvas.

- Publicidade -

Além de prejudicar outros componentes do automóvel com o esforço excessivo que demandam, pneus nessas condições têm seu uso proibido por lei, já que a má conservação pode trazer riscos à pilotagem.

Além disso, é preciso prestar muita atenção à forma como o reparo de pequenos danos é feito nos pneus. Uma técnica muito empregada em borracharias utiliza um filete de borracha, inserido por uma agulha de perfuração para corrigir o problema, eliminando a necessidade de desmontar a roda.

A eficiência do procedimento, porém, é apenas provisória, sendo que um conserto mais completo deve ser feito posteriormente. Por isso, verifique a forma como o processo é executado e garanta que ele seja feito sempre da melhor forma possível.

Fonte: KD PNEUS

Matérias relacionadas

Monte seu Fiat Pulse

Mais recentes

Menos combustível, mais Volvo!

Destaques Mecânica Online

SIMPÓSIO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA, EMISSÕES E COMBUSTÍVEIS

Avaliação MecOn

TRW - Qualidade de topo para máxima segurança