sábado, 13 julho , 2024
28 C
Recife

Ford desenvolve bioplástico feito de fibras de agave, planta tradicional do México usada em bebida

A Ford está desenvolvendo um novo material bioplástico feito com fibras de agave, planta usada na fabricação da famosa bebida mexicana, a tequila.

- Publicidade -

Essa nova matéria-prima é testada para uso na produção de componentes automotivos. A pesquisa é realizada em parceria com a Jose Cuervo, tradicional fabricante de tequila há 220 anos.

Devido à sua durabilidade e qualidades estéticas, o novo bioplástico tem um grande potencial de aplicação no revestimento de cabos e porta-objetos.

Além de contribuir para diminuir o peso do veículo e economizar combustível, ele tem a vantagem de substituir derivados do petróleo na cadeia produtiva, reduzindo o seu impacto ambiental.

“Na Ford, buscamos continuamente a redução do nosso impacto sobre o meio ambiente. Como líderes nessa área, desenvolvemos novas tecnologias para o uso mais eficiente de fibras e materiais descartados”, diz Debbie Mielewski, líder técnica de pesquisa da sustentabilidade da Ford.

- Publicidade -

O crescimento do agave é um processo que dura, no mínimo, sete anos. Depois da planta colhida, seu núcleo é torrado e triturado para a extração dos sucos e destilação. Parte das fibras que sobram é usada pela Jose Cuervo para compostagem em suas fazendas, além de artesanato e papel produzidos por artesãos locais.

Agora, como parte da ampliação do seu plano de sustentabilidade, a fabricante de tequila está unindo forças com a Ford para desenvolver novos usos das fibras descartadas.

“A Jose Cuervo tem orgulho de trabalhar com a Ford para ampliar nosso plano de sustentabilidade do agave”, diz Sonia Espinola, diretora da Cuervo Foundation e mestra tequileira.

“Como maior produtora de tequila do mundo, nunca imaginamos que as centenas de plantas de agave que cultivamos como pequeno negócio familiar acabaria por se multiplicar em milhões. Esta colaboração une duas grandes empresas para desenvolver materiais inovadores e sustentáveis”.

Compostos verdes – Como a Ford, a Jose Cuervo é uma empresa familiar. Fundada em 1795, produz tequila com a mesma receita e experiência passadas através das gerações.

- Publicidade -

Essa parceria é o mais novo exemplo de abordagem inovadora da Ford para a preservação ambiental com o uso de biomateriais.

A Ford iniciou essa pesquisa no ano 2000 e hoje usa oito materiais sustentáveis em seus veículos: espuma de soja, óleo de rícino, palha de trigo, fibra de kenaf, celulose, madeira, fibra de coco e cascas de arroz.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, são produzidos anualmente 5 bilhões de toneladas de resíduos de biomassa agrícola.

Esse subproduto da agricultura, abundante, barato e muitas vezes subutilizado, poderia substituir o uso de fibras de vidro e talco na fabricação de produtos mais leves e sustentáveis.

“Há cerca de 80 kg de plástico em um carro típico”, diz Mielewski.

“Nosso trabalho é encontrar o lugar certo para um composto verde como este para reduzir o nosso impacto no planeta. É um trabalho do qual realmente me orgulho e pode ter um grande impacto em numerosas indústrias”.

Matérias relacionadas

Clínica de Serviços Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

TRW - Qualidade de topo para máxima segurança