segunda-feira, 4 março , 2024
28 C
Recife

Honda apresenta diretrizes globais até 2030

O presidente e CEO da Honda Motor Co., Ltd., Takahiro Hachigo, promoveu um encontro com a imprensa (Honda Meeting 2017) para apresentar os rumos futuros da empresa, de seus produtos e tecnologias e também a nova Visão 2030 da companhia.

Abaixo, trechos de seu discurso, com a indicação em texto sublinhado dos novos anúncios.

Resumo do discurso:

O que a Honda alcançou nos últimos dois anos e a direção que a empresa seguirá no futuro

Desde que me tornei presidente, temos trabalhado em torno de dois temas:

Desenvolvimento de produtos desafiadores com características únicas da Honda;
Avanço da estrutura global dos seis blocos de operações.

1. Fortalecimento de modelos globais e regionais

Temos fortalecido nossos modelos globais e regionais, que há muito tempo têm sido diferenciais positivos da Honda.

Modelos globais

Civic: as vendas do Novo Civic Geração 10, com design e experiência de direção refinados, estão se mostrando fortes em todos os lugares. O lançamento desse modelo no Japão está planejado para o final de junho de 2017.
CR-V: as vendas do novo CR-V começaram nos Estados Unidos. Com o acréscimo da versão híbrida, vamos tornar o CR-V um modelo global ainda mais forte.
Próxima geração do Accord: o Accord passará por uma completa mudança este ano, com início pelo mercado norte-americano, com um design e uma experiência da direção ainda mais avançados.

Modelos regionais

Modelos altamente aclamados reconhecidos e em contínuo crescimento incluem o BR-V (Ásia), o Ridgeline e Odyssey (América do Norte) e o Avancier e UR-V (China).
O miniveículo N-BOX (Japão) passará por uma completa mudança no segundo semestre.

2. Design e experiência de condução

Design: lançaremos nossa nova identidade de design em um salão de automóveis no segundo semestre.
Experiência de condução: Tecnologias para concretizar o que a Honda busca – (uma “experiência de condução ainda mais evoluída que reaja à vontade do motorista”) – estão em desenvolvimento.

3: Sistema mutuamente complementar para as operações globais da Honda

Equilíbrio no fornecimento e demanda para a produção e vendas globais: temos trabalhado para estabelecer um sistema de produção flexível e mutuamente complementar entre as seis regiões. Já vemos resultados positivos desses nossos esforços.
Na América do Norte, para permitir a adaptação ao recente crescimento da demanda por SUVs, estamos no processo de estabelecer um sistema de produção no qual possamos lidar com a produção mais flexível de modelos de utilitários leves, tais como o Honda CR-V, Pilot e o Acura MDX.
Quanto ao Civic hatchback, já foi iniciado o fornecimento do Reino Unido para a América do Norte e a exportação para o Japão está sendo planejada.
O WR-V, um modelo regional desenvolvido principalmente pelo centro de Pesquisa e desenvolvimento da Honda no Brasil, agora está sendo produzido e vendido também na Índia. Estamos facilitando a coordenação inter-regional para permitir a evolução de nossos modelos com maior eficiência.

4: Fortalecimento da introdução de tecnologias de eletrificação

Automóveis

Nossos esforços estão concentrados para que, em 2030, dois terços de nossas vendas globais sejam de veículos elétricos. Nosso desenvolvimento estará focado em modelos híbridos utilizando um sistema híbrido plug-in de alta eficiência, exclusivo da Honda.
Veículos com emissão zero (ZEV – zero-emission vehicles): vamos fortalecer o desenvolvimento de veículos elétricos (movidos a bateria) juntamente com veículos movidos a célula de combustível (FCV).
Veículos elétricos a bateria: Além de um modelo exclusivo para a China, com início das vendas planejado para 2018, um modelo de veículo elétrico voltado para outras regiões também está em desenvolvimento. Vamos apresentar esse modelo, no segundo semestre, em um Salão de Automóveis.
Para acelerar ainda mais a velocidade de desenvolvimento, estamos fortalecendo nosso sistema e capacitação no desenvolvimento de veículos eletrificados. Em outubro do ano passado, estabelecemos, dentro da área de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda, uma Divisão de Desenvolvimento de Veículos Elétricos, com uma equipe especializada encarregada de desenvolver o veículo por completo, incluindo o powertrain e a carroceria.

Motocicletas

Estamos nos empenhando em promover a eletrificação de modelos de transporte urbano e planejamos apresentar alguns modelos novos, incluindo uma scooter elétrica, em 2018.
Atualmente, estamos trabalhando na pesquisa e desenvolvimento de um sistema altamente conveniente para transporte urbano elétrico, que apresenta uma bateria móvel destacável, fácil de substituir ou recarregar. Estamos estudando a possibilidade de realizar um teste de demonstração dessa bateria móvel em colaboração com o serviço de Correios do Japão (Japan Post Co., Ltd.).

5: Iniciativa para introdução de tecnologias avançadas de segurança
Aumento do número de veículos com a tecnologia Honda SENSING

Começando pelo novo N-BOX, o Honda SENSING será equipamento de série em todos os novos modelos que forem introduzidos no Japão, inclusive miniveículos.
Vamos expandir a aplicação do Honda SENSING para todos os novos modelos também em outras regiões, inclusive América do Norte, China e Europa.

Desenvolvimento de tecnologia de direção automatizada

Por meio de suas tecnologias de condução automatizada, a Honda está trabalhando para “proporcionar às pessoas em todo o mundo o prazer e a liberdade de uma mobilidade livre de colisões”.

Neste contexto, há três valores que desejamos alcançar:
1) Concepção de uma sociedade na qual as pessoas não se envolvam em acidentes;
2) Oferecer produtos de mobilidade que permitam que todas as pessoas desfrutem sempre da liberdade da mobilidade;
3) Viabilizar que o espaço interno e o tempo de viagem tornem a mobilidade prazerosa para as pessoas.

Conceito de condução automatizada da Honda
1) Nos empenhamos em garantir que nossos clientes tenham uma sensação de confiança, oferecendo uma condução automatizada que mantenha o veículo longe de quaisquer situações de perigo, permitindo, também, que as pessoas ao entorno do veículo se sintam igualmente seguras.

2) Apresentando características de direção suaves e naturais, nossos veículos com condução automatizada irão proporcionar aos ocupantes conforto que transmita ao motorista total confiança e ofereça um prazer na mobilidade, fazendo com que as pessoas desejem, de forma espontânea, andar de automóvel.

Iremos disponibilizar tecnologias de condução automatizada para uso em rodovias em 2020. A partir de então, queremos disponibilizá-las para uso em um raio mais amplo, inclusive em outras estradas.
Quanto à condução automatizada em rodovias, estamos nos empenhando para ter uma função de troca de faixas que permita ao veículo circular em múltiplas faixas de rolamento sem necessidade de qualquer comando do motorista. Também teremos uma função automatizada de direção que irá liberar o motorista da necessidade de monitorar o entorno em uma situação de congestionamento.
Acima de tudo, vamos trabalhar para alcançar a condução automatizada de “nível 4” para uso em veículos pessoais em torno de 2025.

 

Visão 2030

1) Conceito que fundamentou a formulação da Visão 2030

Para responder e superar rapidamente as mudanças em nosso ambiente de negócios, definimos o rumo que iremos seguir, estabelecendo como nossa visão.
Para que a Honda continue a ser uma empresa que a sociedade queira que exista em 2050, quando a empresa terá mais de 100 anos de existência, precisamos visualizar a forma como desejamos que a Honda pareça nesse futuro. Com base nisso, determinamos como ela deve parecer em 2030 e refletimos essa ideia em nossa “Visão 2030”.

Constituição da Visão 2030

1) Declaração;

2) Atitude corporativa;

3) Direcionamento de nossas iniciativas para a realização da Visão 2030;

4) Ponto de vista de negócios.

2) Apresentação da Declaração da Visão 2030

Começamos por deixar claros os dois elementos-chave da Visão – a “paixão universal da Honda” e os “pontos fortes da Honda”.

Paixão universal da Honda

Proposição de valores: oferecer produtos e serviços que expandam os sonhos e potencial das pessoas.
Atitude corporativa: nosso foco em assumir novos desafios, guiados simultaneamente por uma forte paixão em alcançar nossa proposta de valores.

Pontos fortes da Honda

Pontos fortes da Honda já existentes: 1) Capacidade de produzir uma ampla gama de produtos, incluindo motocicletas, automóveis e produtos de força e 2) Conquistar 28 milhões de clientes por ano ao redor do mundo.
Novas forças: nossa habilidade de criar soluções, que incluam tanto a Mono-zukuri – a arte de fazer coisas – como a Koto-zukuri, que é a criação de novas experiências por meio da narrativa da marca sobre a arte de fazer coisas.
Por meio dessa integração ainda mais intensa da Mono-zukuri com a Koto-zukuri, continuaremos a criar os pontos fortes da Honda.

Declaração da Visão 2030

Duas áreas nas quais iremos criar novos valores: 1) avanço da “mobilidade” e 2) criação de valor para o dia a dia das pessoas.
Nesses campos, iremos trazer a paixão universal da Honda de “oferecer às pessoas em todo o mundo a alegria de expandir o potencial de suas vidas”. E, assim, vamos “liderar o avanço da mobilidade e permitir que as pessoas em todos os lugares do mundo melhorem sua vida cotidiana”. Esta é nossa Declaração da Visão 2030.

 

3) Direcionamento de nossas iniciativas para a realização da Visão 2030
3.1) Criar valor para “mobilidade” e “vida diária”

Vamos focar especificamente em três áreas: mobilidade, robótica com foco em Inteligência artificial (IA) e soluções energéticas para proporcionar às pessoas prazer e liberdade de mobilidade e a alegria de melhorar suas vidas.

3.2) Acomodar as diferentes características das pessoas e da sociedade

Vamos nos empenhar em expandir ainda mais a alegria das pessoas, oferecendo produtos e serviços otimizados com base no desejo da Honda de “utilizar a tecnologia para ajudar as pessoas, colocando-as no centro das atenções”.

3.3) Rumo a uma sociedade limpa e segura

No empenho para nos tornarmos a número um nos campos do meio-ambiente e segurança, vamos investir mais recursos nessas áreas. E nos empenharemos para nos tornarmos uma empresa líder no esforço para concretizar uma sociedade livre do carbono e livre de colisões.

4) Ponto de vista de negócios

Concretizando os objetivos desta Visão, vamos transformar e evoluir nossos atuais negócios, criando também novos valores por meio do uso eficiente dos recursos corporativos limitados. Para isso, identificamos três áreas onde iremos focar e utilizar nossos recursos corporativos eficientemente e fortalecer nossos fundamentos de negócios.

4.1) Coordenação e colaboração inter-regional

Vamos fortalecer ainda mais nossa coordenação e colaboração inter-regional e aumentar a eficiência de nossas operações sob uma perspectiva global.
Para esse fim, vamos aumentar a força de nossos modelos globais, de forma que eles sejam bem recebidos em todos os lugares do mundo. Quanto aos modelos regionais, levando em consideração as necessidades dos clientes em cada região, múltiplas regiões com consumidores com necessidades semelhantes irão trabalhar juntas para criar modelos regionais com um alto nível de potencial de produto. Por meio dessa iniciativa, vamos nos empenhar em alcançar operações de negócios mais eficientes em cada região.

 

4.2) Colaboração para Inovação Aberta com terceiros

Vamos deixar claro o que devemos fazer por nossa própria conta e focar nisso. Ao mesmo tempo, seremos proativos no estabelecimento de processos de inovação aberta com parceiros externos.
Desde sua fundação, os pontos fortes da Honda têm sido a vantagem em tecnologia e a centralização dos produtos em torno de “powertrain” e packaging, o que inclui motores de combustão interna, assim como os mais recentes veículos elétricos. Além disso, nosso fundamento de negócios estabelecido ao redor de todo o mundo também tem sido uma de nossas fortalezas.
Identificando “powertrain” e “packaging” como tecnologias centrais da Honda, vamos fortalecer parcerias em todo o mundo a partir da perspectiva tanto da Mono-zukuri (a arte de fazer coisas) como Koto-zukuri (novas experiências geradas pela arte de fazer coisas).

4.3) Fortalecer a base dos negócios existentes

Fortaleceremos a base de nossos negócios e garantir operações sustentáveis, especialmente em nosso negócio de automóveis, para consolidar os negócios já existentes.
Seguimos com um projeto que irá proporcionar avanços significativos no sistema de desenvolvimento e a capacitação da Honda. O mérito especial do desenvolvimento automotivo da Honda é nosso “sistema SED de desenvolvimento”, onde equipes das áreas de pesquisa e desenvolvimento, produção e vendas trabalham como uma unidade e formam uma equipe de projeto para o desenvolvimento dos produtos. Vamos avançar ainda mais nesse sistema de desenvolvimento e introduzir um novo processo de desenvolvimento para a arte da Honda de fazer automóveis, que nos permitirá criar com mais eficiência, tanto produtos como serviços que atraiam a emoção das pessoas.
Como primeiro passo para essa iniciativa, em outubro do ano passado criamos uma nova divisão de planejamento dentro da Honda P&D chamada Divisão de Planejamento de Produto e Qualidade Percebida. Ela é uma equipe de planejamento que garante que nossos produtos apresentem “percepção de qualidade”, o que não é fácil de quantificar.
Para garantir que todos os nossos modelos de automóveis ofereçam consistentemente esse “valor perceptível” para nossos clientes, estamos considerando a introdução de estratégias modulares que incluem o compartilhamento de peças e unidades.
Vamos estabelecer uma nova Divisão de Planejamento de Custo de Automóveis que será encarregada de reduzir significativamente os custos, trabalhando de forma estreita com as divisões de Pesquisa & Desenvolvimento, Compras e Produção, além de reforçar nossa capacitação na área de planejamento de custos.
Por meio dessas atividades, vamos focar na criação de automóveis atrativos e em alcançar a abrangente redução de custos por meio do desenvolvimento e produção de novos automóveis mais eficientes.
Vamos começar a aplicar essas iniciativas a partir dos automóveis programados para começarem a ser vendidos em 2019.

5) Atitude corporativa

Para o cumprimento de nossa Visão 2030, vamos orientar a atitude corporativa no sentido de “buscar o crescimento por meio da busca da qualidade”. Vamos aumentar a qualidade dos produtos e serviços Honda e, ao mesmo tempo, aumentar a qualidade de nossas atividades corporativas, que conduziremos baseados no forte princípio de que desejamos satisfazer os nossos clientes.

Matérias relacionadas

Mais recentes

Destaques Mecânica Online

Avaliação MecOn