sábado, 20 julho , 2024
28 C
Recife

Novos Logan e Sandero serão aposentados no Brasil

A estratégia de outros fabricantes parece também ser o caminho da Renault no Brasil: investir em modelos de maior valor agregado, ou seja, abandonar os segmentos menos rentáveis.

A estratégia da Renault no mercado brasileiro está em mudanças. Os investimentos em veículos populares vão ser direcionados para veículos mais lucrativos, estratégia por exemplo adotada pela Ford ou mesmo Volkswagen, que ampliam a oferta de modelos SUVs, com maior lucro e atratividade no mercado.

- Publicidade -

O grande dilema dos fabricantes fica por conta da escolha em ampliar a participação de mercado ou conquistar margens de lucro maiores. 6% de participação no mercado, mas com veículos de maior valor podem ser suficientes para manter os atrativos da Renault por aqui.

Por enquanto a Renault não confirma, mas todas as especulações já afirmam que os investimentos de Captur, Duster, Oroch e Kwid estão seguros nesse momento, mas Sandero, Logan e Stepway tiveram os investimentos cancelados diretamente pela matriz, com validade de três anos essa ordem.

As vendas atuais da Renault estão menores agora que antes da pandemia, a marca não conseguiu a recuperação e a falta dos semicondutores tem dificultado ainda mais a produção.

- Publicidade -

O que esperar da Renault? Mais SUVS. Entre eles, já foi confirmado o Bigster, um SUV de 7 lugares para brigar com Commander, Compass, Corolla Cross e Volkswagen Taos.

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão