quarta-feira, 24 julho , 2024
28 C
Recife

Audi expande fábrica de motores para projeto de F1 na Alemanha

Novo espaço terá bancadas para os testes de desenvolvimento da unidade de potência que será utilizada na competição máxima do automobilismo

A Audi está ampliando sua fábrica para a produção de motores que serão utilizados na Fórmula 1 a partir de 2026.

O novo espaço Competence Center Motorsport ficará nas instalações da Audi Neuburg, na Alemanha. Em um novo prédio de cerca de 3.000 metros quadrados, serão instaladas novas bancadas de teste para o desenvolvimento da unidade de potência.

- Publicidade -

O Competence Center Motorsport, inaugurado em 2014, é considerado um dos locais de desenvolvimento técnico mais modernos da indústria.

Todas as operações dos eventos esportivos são coordenadas do Centro. O futurista Audi RS Q e-tron, com seu sistema de transmissão inovador para o Rally Dakar, foi construído em Neuburg, assim como as versões do carro de corrida híbrido Audi R18 e-tron quattro, o Audi RS 5 DTM e o carro de corrida totalmente elétrico da Fórmula E.

A nova motorização, que está sendo desenvolvida e construída em Neuburg, conta com um sistema de recuperação de energia, propulsor elétrico, bateria, motor de combustão altamente eficiente e transmissão. Cerca de 50% da potência será elétrica.

- Publicidade -

A Audi competirá na Fórmula 1 como equipe de fábrica em 2026, juntamente com sua parceira estratégica Sauber.

“Com o Competence Center Motorsport, temos uma base ideal para o nosso projeto de Fórmula 1”, diz Oliver Hoffmann, membro do Conselho de Desenvolvimento Técnico.

“O Audi Neuburg foi projetado desde o início para ser capaz de enfrentar os projetos de automobilismo mais exigentes. Com as instalações existentes, pudemos iniciar imediatamente o projeto da Fórmula 1. A expansão criará a infraestrutura necessária para o desenvolvimento de nossa unidade de potência de F1 a longo prazo. Com a ampliação do prédio e a instalação de bancadas de teste de última geração, estamos dando à nossa equipe de desenvolvimento as melhores condições possíveis para ter sucesso na principal categoria do automobilismo”.

- Publicidade -

O novo edifício, chamado F7.2, será construído no extremo sudoeste do complexo de edifícios em uma área anteriormente não utilizada e será conectado ao edifício F7 por meio de uma ponte fechada.

Além das bancadas de testes da unidade motriz e dos motores, haverá salas técnicas, oficina mecânica e locais de trabalho para cerca de 60 funcionários em uma área total de 3.000 metros quadrados.

A conclusão da ampliação está prevista para o primeiro trimestre de 2024. Parte do novo prédio deve entrar em operação já em março do ano que vem.

O fornecimento de eletricidade e aquecimento em Neuburg já é neutro em termos de CO₂: a instalação é abastecida com aquecimento distrital de calor residual industrial e eletricidade verde de usinas hidrelétricas.

A FIA (Fédération Internationale de l’Automobile) concedeu à instalação seu maior prêmio de conservação ambiental e sustentabilidade com o selo de aprovação ambiental de três estrelas.

O objetivo da Audi é gerar energia para o projeto de Fórmula 1 nas instalações de Neuburg de forma totalmente independente e regenerativa a médio prazo.

Não é apenas a infraestrutura que está sendo ampliada em Neuburg. A equipe também está crescendo constantemente.

Atualmente, cerca de 220 funcionários foram recrutados para o projeto de Fórmula 1 nas instalações de Neuburg.

A meta é ter mais de 300 colaboradores até meados de 2023. “Desenvolver uma motorização na Alemanha para o campeonato de corrida mais exigente do mundo é um grande desafio”, diz Adam Baker, diretor administrativo da Audi Formula Racing GmbH, que foi fundada para o projeto.

“Já temos uma grande equipe em nossas instalações em Neuburg que está crescendo o tempo todo.”

Matérias relacionadas

Ofertas Peugeot 208

Mais recentes

Clínica de Serviços Chevrolet

Destaques Mecânica Online

Com a Volvo rumo ao Zero Acidentes – Itapemirim

Avaliação MecOn

FIAT na mão