quinta-feira, 30 maio , 2024
28 C
Recife

Elétricos e plug-in atingem 70% das vendas dos eletrificados em abril

No 2º melhor mês da série histórica, mercado cresce 217% sobre abril de 23 Participação sobre o total do mercado de automóveis chega a 7,3% BEVs crescem 1.086% sobre abril de 2023.

Abril – o segundo melhor mês da série histórica da ABVE – traz novamente números expressivos para o mercado de veículos leves eletrificados no Brasil.  As vendas chegaram a 15.206 unidades, com crescimento de 12% em relação a março (13.613) e de 217% sobre abril de 2023 (4.793).

- Publicidade -

O destaque foram os veículos plug-in (BEV+PHEV), com recarga externa. Eles atingiram expressivos 70% das vendas de eletrificados no mês – novo recorde para essa tecnologia.

O acumulado dos quatro primeiros meses de 2024 totaliza 51.296 leves eletrificados emplacados, com um aumento de 162% sobre o mesmo período de 2023 (19.579).

Desde maio de 2023, o número de emplacamentos dos eletrificados aumenta gradativamente, com uma taxa média de crescimento em torno de 12% mensais.

Esses números indicam que a preferência do consumidor continua forte e crescente para os veículos eletrificados, especialmente os plug-in com recarga externa, sendo os modelos mais modernos e com mais tecnologia” – disse o presidente da ABVE, Ricardo Bastos.

- Publicidade -

“O mercado brasileiro de veículos elétricos e híbridos segue evoluindo com muita rapidez” – acrescentou. “A previsão da ABVE é que chegará a 10% de participação sobre as vendas totais ainda este ano e superar a marca de 150 mil unidades vendidas”.

As vendas de elétricos plug-in (BEV e PHEV) em abril foram de 10.440 unidades (70% do total de eletrificados emplacados no mês). Os 30% restantes (4.766) se dividiram entre os modelos híbridos e micro-híbridos (HEV, HEV Flex e MHEV).

MARKETSHARE – A participação de mercado (market share) dos eletrificados em abril foi de 7,3%. Essa participação representa o total de emplacamentos de leves eletrificados (15.206) sobre o total de vendas de autos e comerciais leves (de todas as motorizações) no período, que chegou a 208.078 veículos (Fenabrave).

Só os elétricos plug-in (BEV e HEV), em abril, garantiram 5% de participação do mercado, em relação ao total de vendas. Cabe lembrar, que em abril de 2023 este percentual era de 1,1%, o que indica o grande avanço dessa tecnologia.

Já o estoque de eletrificados leves, ou seja, o total em circulação no país desde o início da série histórica da ABVE, em 2012, chegou a 271.727 veículos em abril. Desses, 121.837 são plug-in (BEV+PHEV).

- Publicidade -

TECNOLOGIAS – Os veículos 100% elétricos (BEV) continuam em ascensão. Com 6.705 emplacamentos em abril, chegaram a 44,1% das vendas de eletrificados do mês – quase a metade do total.

Na comparação com abril de 2023 (565), o crescimento dos BEVs foi excepcional: 1.087% em apenas um ano. Os números confirmam que os consumidores estão buscando uma tecnologia mais limpa e sustentável. Em relação a março (6.137), o aumento foi de 9,5%.

Os elétricos híbridos plug-in (PHEV) representaram 24,5% dos emplacamentos de eletrificados (3.735). Sobre abril de 2023 (1.162), o crescimento é de 221%, também expressivo.

Os híbridos convencionais flex (HEV Flex) totalizaram 2.082 emplacamentos em abril, com uma participação de 13,7% sobre o total de eletrificados.

As vendas de híbridos HEV a gasolina, chegaram a 1.454 unidades (9,6% sobre o total de eletrificados). Eles tiveram um excelente crescimento de 524%, na comparação com abril de 2023 (233).

Os veículos micro-híbridos MHEV venderam 1.230 unidades, ou 8,1% do total de eletrificados.

Desde abril de 2023, as principais montadoras apresentaram novos modelos híbridos PHEV a gasolina no mercado e contribuíram para que essa tecnologia também ganhasse mercado.

MODELOS E MONTADORAS – A BYD se mantém como a montadora líder no processo de eletrificação dos veículos leves no país. Em abril, ela foi responsável por praticamente metade dos emplacamentos (7.045), com participação sobre o mercado de eletrificados de 46,3%.

A GWM vem em seguida, com 15% do mercado e um total de 2.281 emplacamentos.

A Toyota se mantém entre as três primeiras montadoras, com 1.901 emplacamentos e 12,5% de participação de mercado, focada em híbridos HEV flex.

No acumulado dos quatro primeiros meses de 2024, as cinco montadoras que mais emplacaram veículos eletrificados foram:

1º – BYD (21.984)

2º – GWM (8.016)

3º – Toyota (6.950)

4º – CAOA Chery (3.082)

5º – Volvo (2.043).

Os cinco modelos mais emplacados entre janeiro a abril de 2024 foram:

1º – SONG PLUS GS DM / BYD (PHEV) – 6.568

2º – DOLPHIN MINI GS EV / BYD (BEV) – 5.637

3º – DOLPHIN GS 180 EV / BYD (BEV) – 5.500

4º – HAVAL H6 PREM / GWM (HEV) – 2.331

5º – SEAL AWD GS 590 EV / BYD (BEV) – 1.700

ESTADOS E MUNICÍPIOS – O Estado de São Paulo continua na liderança dos emplacamentos dos eletrificados. Em abril, foram 4.953 veículos no Estado, sendo 3.264 plug-in com recarga externa (BEV e PHEV), ou 66% do total de eletrificados.

Em segundo lugar vem o Estado do Rio de Janeiro, com 1.290, e com as mesmas características de São Paulo, sendo 60% de veículos elétricos plug-in (774 veículos).

O Distrito Federal garante a terceira posição, com 1.266 emplacamentos, sendo 76,5% deles de BEV e PHEV.

Os cinco municípios que mais emplacaram eletrificados em abril foram:

1º – São Paulo: 2.192

2º – Brasília: 1.266

3º – Rio de Janeiro: 783

4º – Curitiba: 612

5º – Belo Horizonte: 418

Matérias relacionadas

Site oficial de ofertas Chevrolet

Mais recentes

Ofertas Peugeot 208

Destaques Mecânica Online

Fiat Toro

Avaliação MecOn

WABCO - Principal fornecedor global de tecnologias para para veículos comerciais