Nissan é nomeada líder mundial no combate às alterações climáticas

A Nissan Motor Co., Ltd. foi incluída pela ONG Internacional Carbon Disclosure Project (CDP) no grupo das 5% principais corporações globais que participam do programa de alteração climática CDP.

A marca japonesa também está na “Lista 113 A”, e obteve a classificação 100 (máxima) no índice Climate Disclosure Leadership Index (CDLI) da organização. Tal como no ano anterior, a Nissan foi a fabricante de automóveis japonesa mais bem colocada.

O CDP organiza um sistema global para as empresas e cidades medirem, divulgar, gerir e compartilhar informações vitais sobre o meio ambiente. Na 13ª publicação do Relatório de Alterações Climáticas CDP 2015, o CDP recolheu e analisou as estratégias ambientais e os esforços de redução de emissões de CO2 de mais de 6 mil empresas.

A Nissan obteve pontuação máxima no CDLI por continuar trabalhando com sua visão de reduzir as emissões de CO2 de veículos novos em 90% até o ano 2050, na comparação com os níveis de 2000, e divulgando informações ambientais de forma transparente.

A Nissan foi colocada na Lista “A” Climática devido às vendas do veículo de emissão zero mais vendido no mundo, o Nissan LEAF, e à sua implementação de iniciativas inovadoras tal como o “LEAF to Home”, por meio da qual os proprietários do LEAF podem utilizar a energia elétrica dos seus veículos para ajudar a reduzir o seu consumo de energia em casa durante os horários de pico. Também foram mencionados os esforços da Nissan para reduzir as emissões de CO2 no seu processo de fabricação.

O Vice-Presidente Executivo da Nissan, Joji Tagawa, responsável pelas relações com investidores, comentou na cerimônia de premiação: “Nos sentimos muito honrados por receber esta pontuação e classificação. A Nissan fornece aos clientes produtos inovadores e promove a utilização eficiente da energia e dos recursos ao aumentar a diversidade de fontes, desde a energia renovável aos materiais recicláveis. Vamos continuar as nossas atividades para alcançar a nossa filosofia ambiental de uma ‘Simbiose de Pessoas, Veículos e Natureza'”.

Em junho deste ano a Nissan anunciou os resultados para o ano fiscal de 2014 como parte do Programa Ecológico Nissan 2016.

A essa altura a companhia divulgou que, graças ao aumento da eficiência energética nas suas fábricas e à expansão da implementação de energia reciclável, em paralelo com outras políticas, a sua emissão de carbono foi drasticamente reduzida, resultando numa queda de 22,6 % das emissões de CO2 quando comparado com o ano fiscal de 2005. Este resultado foi alcançado dois anos antes da previsão original.

A Nissan está empenhada em minimizar as emissões de CO2 e em implementar a mobilidade de emissões zero, liderada pelo Nissan LEAF, com o objetivo de se tornar uma empresa líder mundial para alcançar uma sociedade de mobilidade sustentável.

- Publicidade - Mercedes-Benz