Um ano de sucesso para a Porsche: na pole position da eletromobilidade

Sucesso em tempo de transformação: no ano fiscal de 2018, a Porsche AG alcançou novos recordes de lucro operacional, vendas, faturamento, entregas e força de trabalho.

O lucro operacional da empresa cresceu cerca de 4% em comparação com o mesmo período no ano anterior, alcançando € 4,3 bilhões, e o faturamento das vendas aumentou em 10%, atingindo € 25,8 bilhões.

O retorno operacional em vendas foi de 16,6%. Em 2018, a companhia entregou aos clientes 256.255 veículos, um aumento de 4% sobre o ano anterior.

A força de trabalho aumento cerca de nove por cento, para alcançar 32.325 empregados.

“No ano fiscal de 2018, nossa atraente linha de produtos nos permitiu mais uma vez aumentar significativamente o número de entregas. A marca Porsche é sinônimo de emocionantes motores a gasolina e híbridos plug-in de alto desempenho. Da mesma forma, no futuro, ela será conhecida pelos sistemas de propulsão totalmente elétricos”, comentou Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG.

A Porsche investirá cerca de € 15 bilhões em novos produtos no período até 2023.

A fabricante de carros esportivos está expandindo sistematicamente sua oferta no campo da eletromobilidade: O Taycan, primeiro carro esportivo da Porsche movido exclusivamente a eletricidade, será lançado em setembro, com seu primeiro derivado, o Cross Turismo, chegando no início da próxima década.

Enquanto isso, a próxima geração do SUV compacto Macan também terá propulsão elétrica, tornando-se a segunda série de modelos da Porsche movida somente a eletricidade.

A dedicação da empresa nessa área se baseia na projeção de que, até 2025, metade de todas as vendas da linha de produtos da Porsche será de veículos elétricos ou modelos plug-in, parcialmente elétricos.

“Nossa força de trabalho mais do que dobrou em apenas sete anos”, salientou Blume, “e a eletromobilidade é outra criadora de postos de trabalho.

Apenas para produzir o Taycan, estamos criando 1.500 novas vagas.

Nosso primeiro carro esportivo puramente elétrico é o precursor de uma nova era – estamos muito otimistas quanto ao sucesso do Taycan.

Como já temos cerca de mais de 20.000 pessoas seriamente interessadas em compra-lo, teremos que ajustar nossa capacidade de produção para cima.”

Índices de crescimento de dois dígitos para o Panamera, Cayenne e 911-“Alcançamos novos recordes de faturamento em vendas e lucro operacional em 2018. O crescimento no lucro foi resultado, principalmente, do crescimento no volume, da melhoria do mix de produtos e do desenvolvimento positivo de nossas outras áreas de negócio e divisões”, comenta Lutz Meschke, vice-presidente e membro do Conselho Executivo da Porsche AG responsável por Finanças e Tecnologia da Informação.

Com um crescimento de 38%, o Panamera registrou a maior elevação em termos de entregas, alcançando 38.443 veículos.

Mas até o 911 registrou um crescimento de dois dígitos, apesar da mudança na geração do modelo.

O número de carros esportivos entregues aumentou 10%, chegando a 35.573 veículos.

As entregas do Cayenne cresceram 12%, alcançando 71.458 carros.

O Macan continua sendo o modelo de maior sucesso em volume, com 86.031 veículos entregues.

O mercado chinês também manteve sua posição de maior desempenho, com crescimento de 12% e um total de 80.108 unidades.

Com um crescimento de 3%, para 57.202 veículos, os Estados Unidos ficaram novamente em segundo lugar.

“A transformação da indústria automotiva está em pleno desenvolvimento. Estamos nos envolvendo profundamente na digitalização, conectividade e novos conceitos de mobilidade”, comenta Blume.

Para reduzir ainda mais as emissões de carbono, a Porsche também está focando sua atenção em combustíveis sintéticos tipo “power-to-liquid”, que são produzidos utilizando energia renovável.

“Nós vemos um significativo potencial na área dos combustíveis sintéticos, como uma forma de tornar a operação dos veículos com motores a combustão ainda mais amigável ambientalmente – especialmente nos veículos já existentes”, diz Blume.

Mais crescimento esperado para 2019-A mudança para o novo ciclo de testes WLTP e a adoção dos filtros de partículas de gasolina, combinadas com nossa eliminação de novos modelos movidos a diesel, significa que os próximos meses também serão um desafio”, comentou o CFO Meschke.

Apesar disso, a Porsche espera aumentar suas entregas em 2019, juntamente com um leve aumento no faturamento em vendas.

“Nossos produtos criaram a base para um ano fiscal de sucesso. Em 2019, especialmente, teremos a nova geração do 911 lançada em todos os mercados ao redor do mundo, outras versões de modelos derivadas do 718 e Cayenne e o lançamento do Taycan”, acrescentou Meschke.

Ele continuou afirmando que, apesar dos altos níveis de investimentos em eletrificação, da transformação digital e da expansão e renovação de algumas instalações, a companhia quer garantir que continuará alcançando seu ambicioso objetivo de ganhos.

“Através do uso de eficientes medidas de aperfeiçoamento e a abertura de novas áreas de negócios lucrativas, queremos continuar alcançando nosso objetivo estratégico de um retorno operacional de 15% em vendas”, enfatizou Meschke.