Scania promove o Dia do Clima

Hoje, as operações na sede da Scania, na Suécia, e nas unidades de produção e comerciais da empresa em todo o mundo, param por pelo menos uma hora.

Durante este tempo, os colaboradores vão aprender mais sobre as mudanças climáticas e sugerir ideias sobre como a Scania pode melhorar seu trabalho em direção à sustentabilidade em todos os aspectos de suas operações.

Um ‘pacote’ de treinamento em mais de 30 idiomas foi distribuído em todo o mundo.

Além de aprender mais sobre os efeitos das mudanças climáticas, a empresa pediu aos colaboradores sugestões de medidas em seus respectivos grupos que possam reduzir sua pegada ambiental no trabalho a curto, médio e longo prazo.

“Acreditamos que aumentar o conhecimento sobre as mudanças climáticas é crucial para podermos cumprir o Acordo de Paris”, diz o Presidente e CEO Global da Scania, Henrik Henriksson.

“O Dia do Clima é o próximo passo na jornada em que embarcamos alguns anos atrás. Ao nos prepararmos para este dia, a resposta em nossa organização foi impressionante. Isso se reflete na mudança que estamos trabalhando para um sistema de transporte sustentável, que é nosso propósito e que vem de nossa herança, cultura e valores”.

Em preparação para esse grande evento, a Scania treinou cerca de 2.500 pessoas para liderar workshops dinâmicos em seus locais de trabalho.

“Quando juntamos milhares de colaboradores, fico confiante que aceleraremos significativamente nossa jornada de sustentabilidade”, explica Henriksson.

A lógica é convincente, de acordo com Henriksson. Se a Scania quer permanecer relevante no futuro, simplesmente não há alternativa.

“Se não formos sustentáveis, não seremos mais atraentes no mercado. Portanto, precisamos realizar essa transformação, não apenas para permanecermos competitivos, mas também porque devemos assumir a responsabilidade como empresa, como cidadãos que somos, e fazer parte da transformação para uma sociedade mais sustentável”, finaliza.

- Publicidade - Cursos Mecânica Online®